Diário do Farol: onde as palavras se revelam inadequadas – Cabine Cultural
Agenda Teatro

Diário do Farol: onde as palavras se revelam inadequadas

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

O espetáculo Diário do Farol: onde as palavras se revelam inadequadas, baseado no livro Diário do Farol, de João Ubaldo Ribeiro, cumpre temporada de sexta a domingo, até 18 de dezembro.

Contemplada pelo edital Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz 2010, a montagem dirigida por Fernanda Paquelet (Siricotico: uma comédia do Balacobaco/Capitães da Areia), homenageia os 70 anos do premiado escritor através de um dos seus mais complexos personagens: um faroleiro transgressor dos códigos morais e éticos.

Em sua casa, construção anexa ao farol situado na ilhota de Água Santa, um ex-padre de 60 anos, cujo nome não é revelado, vivido por Amarílio Sales (Policarpo Quaresma/ Jeremias, o Profeta da Chuva), coloca a plateia frente a frente com atos inescrupulosos que têm o intuito de confirmar a sua existência. Ao relembrar a infância na fazenda, o personagem descreve surras e humilhações cometidas pelo pai, interpretado por Daniel Becker (A Prostituta Respeitosa/Dias de Folia). A partir da morte da mãe, papel da atriz Nayara Homem (Casais pelo Buraco da Fechadura/Vira Lona, Lona Vira), ele passa a ouvir a voz materna, sussurrando-lhe vingança. Mandado para o seminário, ele passa a criar intrigas e prestar favores sexuais para sobreviver no ambiente permeado de corrupção e, assim, alcançar seus objetivos.

Quando conclui os estudos religiosos, ele é enviado à paróquia de Praia Grande como padre e começa a se relacionar sexualmente com as noivas da cidade, dentre elas a jovem esquerdista Maria Helena, representada por Tatiane Carcanholo (Guilda/Viva o Povo Brasileiro), que rejeita seus apelos amorosos. Desprezado e com desejo de ir à forra, ele se infiltra, durante a Ditadura Militar, num grupo subversivo para encontrá-la. Ao entrar nesse universo como delator, descobre o prazer nas torturas. Considerando-se acima do bem e do mal, o ex-padre espalha um rastro de destruição e não poupa ninguém para fazer valer a sua vontade.

Ficha Técnica
Da obra Diário do Farol, de João Ubaldo Ribeiro
Direção – Fernanda Paquelet
Adaptação – Amarílio Sales
Elenco – Amarílio Sales, Daniel Becker, Nayara Homem e Tatiane Carcanholo

Serviço:
Diário do Farol: onde as palavras se revelam inadequadas
11/11 a 18/12; (sexta a domingo)
20 horas
Teatro Molière (Aliança Francesa, Ladeira da Barra nº 401)
Ingressos: R$20 (inteira), R$10 (meia)
Classificação: 18 anos

Mais informações: http://ofaroldecadaum.blogspot.com/


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta