V Mostra de Cinema e Vídeo de Seabra – Parte Um | Cabine Cultural
Cinema

V Mostra de Cinema e Vídeo de Seabra – Parte Um

Respirar cinema é um dos termos mais utilizados por todos aqueles que vivenciam a rotina dos festivais e mostras mundo afora, seja este dos mais proeminentes, tais como Cannes ou Gramado, seja este menos imponente. Não importa tanto seu tamanho ou sua importância histórica, todos são possuidores de uma mesma peculiaridade: te possibilitar o respirar cinema.

Nesse sentido, a V Mostra de Cinema e Vídeo de Seabra (25 a 27 de novembro de 2011) ofereceu ao seu público tudo o que um digno cinéfilo tanto deseja para si: uma programação com bons filmes, convidados dos mais interessantes e uma gama relativamente grande de cursos sobre a área. Pena que não foram muitos os filmes exibidos, mas ainda assim a qualidade de alguns deles acabou por compensar essa quantidade reduzida.

Entrando na programação propriamente dita, destacou-se a Mini-Mostra Vinicius de Oliveira, uma das grandes atrações desta edição. De sua já relevante filmografia foram exibidos Central do Brasil, belíssimo filme que o lançou para o mundo do cinema, Linha de Passe, seu trabalho mais consistente até agora e o curta-metragem Vai com Deus, interessante projeto do cineasta Di Salusttiano. Comentarei mais para frente sobre todos esses.

+  Crítica X Factor Brasil Shows ao vivo: top 10 é formado e Alinne Rosa tem o melhor grupo

E tão interessante quanto assistir a esses filmes era poder conversar com o próprio Vinicius de Oliveira após as sessões. Nos três dias de evento ele foi ao palco e dialogou com a plateia presente, num dos momentos mais produtivos da Mostra, pois são nesses instantes que a ideia de um evento como este faz sentido.

A Mostra também trouxe como convidado o ator Fernando Neves, vencedor do troféu Candango no Festival de cinema de Brasília de 2005. Ele foi o ganhador na categoria ator coadjuvante pela sua ótima interpretação em Eu Me Lembro, primeiro trabalho de longa-metragem do cineasta baiano Edgard Navarro. Fernando, além de abrilhantar o evento com sua simpatia ímpar, ministrou o curso Atuar para cinema. Seu curso foi certamente um dos pontos mais altos destes três dias de evento.

+  Intrínseca lança “Não se enrola, não”, 3º livro da série de Isabela Freitas

Para fechar o grupo de convidados foi chamado o ator Edson Cardoso, que muitos ainda conhecem como Jacaré, ex-dançarino do grupo musical baiano É o tchan!  Edson participou da programação infantil, que exibiu este ano o filme O Cúpido trapalhão, de Paulo Aragão e Alexandre Boury, e estrelado por Renato Aragão. A sessão, realizada em um sábado de tarde, foi bastante concorrida e ao seu final se mostrou uma escolha das mais acertadas para a meninada, que além de se divertirem, puderam conversar um pouco com o seu ídolo.

Ademais, tanto Fernando Neves quanto Edson Cardoso aproveitaram suas estadias na cidade de Seabra para – além de participar ativamente da Mostra – já trabalhar na pré-produção do segundo longa-metragem de Maurício Amorim (Coordenador do evento e também cineasta). Em janeiro de 2012, O Seminarista – título do projeto – será filmado em três cidades da região, incluindo ai Seabra.

+  Editora Intrínseca lança no país “O Som do Amor”, da Best-seller internacional Jojo Moyes

Nos próximos textos teremos comentários sobre todos os vídeos exibidos (curtas, Docs. e longas), com evidente destaque para os filmes Central do Brasil e Linha de Passe. Depois faremos um apanhado de tudo que aconteceu de bom nos quatro cursos oferecidos este ano: (1) Atuar para cinema, (2) Cinema e política: a representação da ditadura civil-militar no cinema brasileiro, (3) Trabalhando “Glauber” em sala de aula e (4) Noções básicas de fotografia para cinema e vídeo.

E por fim teremos uma entrevista com o coordenador da V Mostra de Cinema e Vídeo de Seabra, Mauricio Amorim.

Até mais.

* Fotografias: Mauricio Amorim







Uma resposta para “V Mostra de Cinema e Vídeo de Seabra – Parte Um”

  1. Infelizmente não pude participar deste grandioso evento realizado por Maurício Amorim,que pena, perdi tanta coisa legal. Mas futuramente, pretendo participar e até dar idéias para engrandecer mais ainda esta mostra de cinema.
    Meus parabéns a Maurício e a toda produção do evento, e que seja sempre maravilhoso e elogiado pelos seus participantes.

    Tulio Nepomuceno

Deixe uma resposta