Mostra Nicolas Philibert - A emoção do real – Cabine Cultural
Agenda

Mostra Nicolas Philibert – A emoção do real

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Nicolas Philibert

De 6 a 12 de janeiro de 2012, a Sala Walter da Silveira exibirá a Mostra Nicolas Philibert, a emoção do real. Grande documentarista francês, Philibert resgata em seus registros a emoção da descoberta do real como nas origens do cinema.

Programação completa
Dia 6 de janeiro
16h e 18h
Cidade Louvre (La ville Louvre, França, 1990)
Direção:
Nicolas Philibert
Duração:
75 min.
Gênero: Documentário
Sinopse – A que se assemelha um museu quando não há público? Na época da reforma do Grande Louvre, o museu revelou bastidores a uma equipe de cinema: penduram-se os quadros, reorganizam-se as salas, os guardas provam seus novos trajes. Pouco a pouco os personagens se multiplicam, cruzam-se para costurar o fio da narrativa. A vida secreta e engraçada de um dos maiores museus do mundo.

Dia 7 de janeiro Às 16h e 18h
Um Animal, Os Animais (Un animal, des animaux, França, 1994).
Direção: 
Nicolas Philibert
Documentário.
Duração: 57 min.
Sinopse – A galeria de zoologia do Museu Nacional de História Natural esteve fechada ao público desde 1965. Verdadeira arca de Noé, esse museu abrigava exemplos de tudo o que, em nosso planeta, voa, rasteja, nada ou anda. Rodado ao longo de sua renovação, de 1991 a 1994, o filme narra a ressurreição desses estranhos hóspedes e de seu museu. Restaurações de pelagens e plumagens, uma verdadeira renascença.

Dias 8 e 10 de janeiro 16h e 18h
O Mínimo das Coisas (La Moindre des choses, França, 1996)
Direção:  Nicolas Philibert
Documentário.
Duração: 100 min.
Sinopse – Rodeados por comediantes e músicos, os pensionistas de La Borde preparam uma representação da Opereta, de Gombrowicz. Muito delicadamente, N. Philibert filma essa instituição “differente das outras”. Nesse lugar, nossa visão sobre a doença muda e o trabalho de cada um se torna tão familiar que aplaudimos com o público as cenas finais da representação.

Dia 9 de janeiro 16h e 18h
O País dos Surdos (Le Pays des sourds, França, 1992).
Direção:
 Nicolas Philibert
Documentário.
Duração:
95 min.
Sinopse – A que se assemelha o mundo para milhões de pessoas que, desde seu nascimento, vivem no silêncio? Com Jean-Claude, Claire, Florent, Abou, Marie-Hélène e alguns outros, Nicolas Philibert nos faz penetrar e descobrir esse país longínquo, reinado pelos sistemas de comunicação específicos, onde tudo passa pelo olhar e pelo toque.

Dia 11 de janeiro 16h e 18h
De Volta à Normandia (Retour en Normandie, França, 2007).
Direção: Nicolas Philibert
Duração: 113 min.
Gênero: Documentário
Sinopse – Em 1975, Nicolas Philibert foi assistente de direção de René Allio em Eu, Pierre Rivière, que degolei minha mãe, minha irmã e meu irmão, baseado num crime local descrito em livro pelo filósofo Michel Foucault. Filmado na Normandia, a alguns quilômetros de onde aconteceu o triplo assassinato, o traço mais especial do trabalho de Allio era o fato de que todos os personagens do filme foram interpretados por camponeses da região. Trinta anos depois, Philibert retorna à Normandia para reencontrar estes atores de ocasião, personagens da vida real. Seleção oficial Fora de Competição no Festival de Cannes 2007.

Dia 12 de janeiro 16h e 18h
Nénette (França, 2010)
Direção: Nicolas Philibert
Documentário
Duração:
70 min.
Sinopse – Nénette acabou de fazer 40 anos. Morando no Jardin des Plantes em Paris, este orangotango é a maior estrela do lugar. Cada dia, ela vê passar centenas de pessoas à frente da sua gaiola, cada um comentando o espetáculo. Mas quem olha para quem?
* Selecionado no Festival de Berlim 2010.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta