Projeto Filmografia Baiana: Memória Viva! – Cabine Cultural
Cinema

Projeto Filmografia Baiana: Memória Viva!

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Trampolim do Forte

O projeto Filmografia Baiana: Memória Viva! tem como objetivos principais pesquisar e divulgar informações sobre a produção audiovisual da Bahia desde seus primórdios. O grande diferencial deste trabalho de documentação filmográfica é a sua amplitude. Foram catalogados curtas e longas-metragens, independente do suporte, gênero, valor artístico ou comercial.

Até 2008, não existia uma documentação abrangente da produção de cinema e vídeo do nosso estado. As preciosas iniciativas existentes concentravam-se numa época específica (André Setaro, Panorama do Cinema Baiano, de 1976), num determinado realizador (Ângela José, Olney São Paulo e a Peleja do Cinema Sertanejo, 1999) ou num determinado tipo de filme (Paulo Sá Vieira, Cinema O Super-8 na Bahia, 1984). Além disso, muitas pesquisas de qualidade estão restritas aos ambientes acadêmicos e são de difícil acesso para os demais interessados.

Filhos de João está no Filmografia Baiana

OBJETIVOS
Os três principais objetivos são: Incentivar as pesquisas sobre a história do cinema e vídeo realizados na Bahia; Divulgar (e valorizar) a produção audiovisual baiana; Preparar o fundamento para definição de uma política de preservação do acervo audiovisual do estado.

Ao denominar a segunda etapa do projeto de Memória Viva, foi enfatizada a importância de se constituírem lugares de memória para o cinema baiano, entendendo a memória como dinâmica, reinventada no contato constante com o presente e o cotidiano. Ou seja, é preciso que haja meios de registro e catalogação das produções baianas. As informações catalogadas na Filmografia Baiana podem ser usadas como base tanto para pesquisas posteriores, como também para alimentar o banco de dados da Cinemateca Brasileira.

Capitães da Areia está no Filmografia Baiana

Constitui parte importante do projeto otreinamento de estudantes para a documentação filmográfica de acordo com as normas e padrões internacionais e um levantamento de fontessobre o audiovisual baiano. Todas as fontes utilizadas estão devidamente creditadas nas páginas dos filmes.

Além de servir como base para pesquisas e preservação, o site do projeto é também um meio eficiente para a difusão do audiovisual baiano. A utilização de um banco de dados (que pode ser permanentemente atualizado e absorver tanto os resultados de pesquisas posteriores como também as futuras produções de cinema e vídeo) e da Internet (pela sua crescente acessibilidade) devem ser vistos neste contexto. Através do sistema de buscas do site, as informações sobre a produção audiovisual da Bahia estarão facilmente disponíveis para os interessados.

100 anos de cinema baiano não podem ser pesquisados e catalogados de uma vez só, por isso este é um projeto pensado em longo prazo. O site permanecerá ativo por muitos anos e será gradativamente ampliado. A documentação da Filmografia Baiana vai sendo desenvolvida de forma modular; ao final de cada etapa vamos disponibilizando os dados ao público.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta