Fiac 2012
Agenda

FIAC 2012

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um panorama de 30 espetáculos que mostram como criadores de várias partes do mundo e do Brasil respondem, através das suas inquietações artísticas, às questões colocadas pela sociedade contemporânea. Com esse perfil, o Festival Internacional de Artes Cênicas da Bahia (Fiac) entra em sua quinta edição, de 28 de setembro a 07 de outubro, em 30 espaços de Salvador. Serão nove espetáculos internacionais, oito produções de outros estados brasileiros e 13 trabalhos baianos. Além da mostra principal, o Fiac desenvolve atividades paralelas, como oficinas, palestras, debates e ações de formação de plateia, sempre com objetivo de fomentar um ambiente de encontros, intercâmbios e oportunidades.

Panorama estrangeiro
Nove montagens de seis países integram a programação internacional do Fiac 2012, que traz a Salvador o maior número de espetáculos de outros países de sua trajetória. Serão apresentados trabalhos da França, Espanha, Itália, Portugal, México e Argentina.

Da França, vêm duas produções, inclusive a de abertura, Transports Exceptionnels, de Dominique Boivin, um inusitado duo entre um dançarino e uma escavadeira. Já o grupo Les Souffleurs – Commandos Poétiques (“os sopradores – comandos poéticos”, em tradução livre) vai “soprar” poesias nos ouvidos das pessoas em espaços públicos, com sua performance Apparitions/Disparitions. Da Espanha, Angélica Liddell coloca um cavalo no palco para falar sobre violência contra a mulher, no autobiográfico Yo No Soy Bonita. E o grupo português Companhia do Chapitô, que veio ao primeiro Fiac, volta a Salvador com uma versão cômica da tragédia de Édipo.

Pela primeira vez no Brasil o grupo Motus, da Itália, traz dois espetáculos: Too Late! (antigone) contest #2  e Alexis. Una Tragedia Greca. Também com duas montagens, a companhia mexicana Lagartijas Tiradas al Sol:  El Rumor del Incendio e Asalto al Agua Transparente. Completa a programação internacional, o grupo argentino Timbre 4, com Tercer Cuerpo, um espetáculo realista sobre relações em ambientes cotidianos, como casa e trabalho.

Espetáculos nacionais
A companhia brasileira de teatro se apresenta pelo terceiro ano consecutivo no festival, dessa vez com seu espetáculo mais recente Isso Te Interessa?. A Cia. Hiato traz a montagem O Jardim, que arrebatou duas categorias da mais recente edição do Prêmio Shell, inclusive de melhor autor, para o também diretor Leonardo Moreira. Ambos os espetáculos abordam a passagem do tempo e as relações familiares.

Quem também volta ao Fiac é o grupo mineiro Espanca!, com a montagem O Líquido Tátil, com texto e direção do aclamado argentino Daniel Veronese (que, aliás, integrou o Fiac 2011). Já a Cia dos Bondrés traz sua mais recente produção, Instantâneos. O grupo Magiluth, de Pernambuco, apresenta dois espetáculos na programação, Aquilo que Meu Olhar Guardou para Você, com texto autoral, e Viúva, porém Honesta, da obra de Nelson Rodrigues. Pedro Brício, cuja trajetória esta ligada à Cia dos Atores, do Rio, apresenta Modéstia, com texto do argentino Rafael Spregelburd, no qual Brício verificou elementos que dialogam com o seu próprio trabalho como autor. Completa a programação, Árvores, de Clarice Lima, cearense radicada em São Paulo. A performance coloca até 40 pessoas (que participarão da oficina da artista) de ponta-cabeça em espaços públicos e paisagens urbanas.

Peças baianas
Para a quinta edição do Fiac foram selecionados onze peças: ÁfricasArbítrioBolero de 4Butô de Bêbado Não Tem DonoO Circo de SoleinildoDeslimitesEntre NósAs Rimas de CatarinaSalmo 91Sargento Getúlio Siré Obá. A esse conjunto, juntaram-se mais duas obras, Pangea e Fotografia, convidadas pela direção do festival.

SERVIÇO
FIAC 2012, 28 de setembro a 07 de outubro.
Diversos espaços da cidade, R$12 (inteira) e R$6 (meia) e espetáculos com entrada franca.
PONTO DE ENCONTRO FIAC
Galeria Subsolo (MAM-BA), 28 a 30 de setembro, 04 a 07 de outubro, a partir das 22h. R$6 (inteira) e R$3 (meia)


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta