Retrospectiva: crítica e jornalismo cultural em 2012 | Cabine Cultural
Cinema Música

Retrospectiva: crítica e jornalismo cultural em 2012

Depois da Chuva

Depois da Chuva

O ano de 2012 já é passado. Todos os nossos esforços por agora se centram na ideia de planejar bem o ano de 2013: novos objetivos, promessas, metas, trabalhos… Enfim, as perspectivas para o futuro tomam quase que todo o tempo de todos nós, e lembrar-se do que aconteceu no ano que acabara de passar nem sempre é uma boa escolha. Mas este post objetiva justamente isso, ou seja, lembrar do ano de 2012, tendo como referencial nossos textos, nossas coberturas, nossas inserções na cena cultural baiana. Sabemos que ainda estamos no início de um projeto, mas este ano que passou já nos trouxe grande experiência. Já não somos mais novatos, temos mais de um ano de vida e muitas, mas muitas histórias para contar. Quer apostar?

Janeiro: mês que o Cabine se mudou de mala e cuia para a Chapada Diamantina, aqui na Bahia. Fomos, a convite do cineasta Mauricio Amorim, fazer a cobertura de seu segundo longa-metragem. O filme em questão – O Seminarista – contou com a participação de grandes atores da cena baiana: Fernando Neves, Angel Marques e Edson Cardoso.

Fevereiro: Chegando da Chapada direto para o cinema. Foi assim que o mês começou, com a nossa cobertura do Festival do Júri Popular, um dos mais interessantes do Brasil, e que acontece em muitas outras capitais do país. Vimos grandes curtas-metragens, incluindo ai A Fábrica, filme que representará o Brasil no Oscar 2013. Ainda neste mês nós – enquanto cidadãos soteropolitanos – participamos do projeto A Cidade que Queremos, que visava refletir o futuro da cidade de Salvador.

+  Crítica Cidade dos Homens: nostalgia, paternidade e realidade marcam episódios iniciais

Março: O Festival de Cinema Universitário da Bahia foi o grande destaque do mês, com programação gratuita e bem bacana. Bons debates e ótimos curtas-metragens disputando prêmios. Nossa cobertura teve desde textos da abertura, com conversa com o homenageado – Sérgio Machado – até reflexão sobre alguns dos debates realizados no festival.

Abril: mês de abril teve como destaque a nossa cobertura completa e grandiosa do Festival Internacional VIVADANÇA. Muitos textos, tanto no site, quanto no jornal Tribuna da Bahia, e para fechar com chave de ouro essa cobertura, uma ótima entrevista com Cristina Castro, premiada coreógrafa e curadora do Festival.

Maio: o cineasta Heron Brandão, membro da Cooperativa de Cinema da Bahia, foi nosso destaque do mês. Conversamos e firmamos parceira em torno de seu mais recente projeto, o documentário BA x VI – O clássico da Paz. Outro destaque foi nossa cobertura do relevante Encontro de Gestão Cultural na Bahia.

Junho: mês de São João e outra festas populares, e nós continuamos com o trabalho de escrever críticas, resenhas, matérias e de divulgar a cena cultural de Salvador. O destaque do mês foi para o longa-metragem Depois da Chuva, filme dos cineastas Cláudio Marques e Marília Hughes. O projeto, que estreia em 2013, será acompanhado de perto por nós, então muita atenção que em breve tem novidades.

+  Crítica MasterChef Brasil Profissionais: Luiz Filipe é o eliminado da semana na emocionante prova das ostras

Julho: o grande destaque deste mês – e do ano, por que não dizer – foi a relevante entrevista que fizemos com o atual secretário de cultura do Estado da Bahia, o senhor Albino Rubim. Nela, conversamos sobre todos os temas que trabalhamos aqui no site: cinema, música, literatura e teatro. Grande presente para nós.

Agosto: segundo semestre chegou e os festivais de cinema começaram a aparecer. Um dos destaques do mês foi o Festival de Cinema Francês – Varilux – que trouxe para Salvador alguns dos filmes que só estreariam meses depois no circuito comercial. A Filha do Pai é um ótimo exemplo.

Setembro: a cidade viveu semanas teatrais em setembro. Primeiro com o FILTE, festival que reuniu peças nacionais e latinas em Salvador. Logo após, o grande destaque do mês, o FIAC (Festival Internacional de Artes Cênicas). O FIAC foi nosso primeiro grande parceiro em termos de festivais de arte. Nossa cobertura em 2011 foi grandiosa e em 2012 também escrevemos textos, além de grande divulgação em nossas redes sociais.

Outubro: acabando o FIAC e já fomos direto para mais uma edição do Festival Nacional 5 Minutos. Nossa cobertura em 2011 foi tão boa que estávamos apreensivos para ver como seria esta edição. Diferente do ano passado, que escrevemos sobre os 50 curtas-metragens da mostra principal, este ano nós resolvemos diversificar a cobertura, com textos sobre a abertura, sobre alguns debates e nossa avaliação final. Mais uma ótima edição deste que é um dos melhores festivais de cinema do Brasil.

+  Crítica: Ivo é o eliminado do MasterChef Brasil Profissionais nesta terça em prova emocionante

Novembro: muitos festivais de cinema na Bahia e a tarefa mais árdua é ter que escolher um em detrimento de outro. No entanto não podíamos deixar de cobrir o que consideramos o mais relevante festival de cinema do Estado – O Panorama Internacional Coisa de Cinema – e um dos principais deste país. Grandiosas experiências e muitos textos marcaram nossa cobertura do evento.

Dezembro: mês que marca nossa saída de um provedor gratuito (wordpress.com) e a entrada no mundo mais profissional. Agora teremos muito mais condições de realizar bons trabalhos e podem esperar, pois nós teremos muitas novidades por ai. Mas antes de ir, dezembro foi ao ar nossa cobertura da Mostra de Cinema e Vídeo de SEABRA. Mais uma vez fomos convidados a visitar a cidade e cobrir este que é um dos principais eventos que acontece no ano. Ótimas experiências, que estão sendo contadas aqui no site.

Então é isso, queremos desejar um 2013 com muitas histórias para cada um de vocês contar. Esperamos muito que em dezembro de 2013 todos nós tenhamos milhares de boas experiências para compartilhar por aqui. E que venham novas parcerias, novos festivais, novos filmes, novas peças, novos livros, novos shows…







Deixe uma resposta