Especial - Dossiê Marisa Monte Verdade uma Ilusão | Cabine Cultural
Música

Especial – Dossiê Marisa Monte Verdade uma Ilusão

Marisa Monte

Em poucos dias a cidade de Salvador será agraciada com a presença de uma das artistas mais talentosas, não somente de sua geração, mas de todas as demais gerações brasileiras. Marisa Monte apresentará no Teatro Castro Alves o seu mais novo show, que desde o lançamento vem despertando fascínio por todos que tiveram a oportunidade de assistir. Nosso colaborador, Josival Nunes, esteve recentemente em São Paulo e já relatou por aqui tudo que sentiu neste peculiar espetáculo musical e visual. Agora, a poucos dias dos soteropolitanos também vivenciarem esta experiência única, nós procuramos internet adentro por tudo que possa ser útil aos espectadores e fãs deste show e desta genuína artista. Biografia, entrevistas, vídeos, curiosidades… Eis um arquivo (quase) completo de Marisa Monte.

BIOGRAFIA
Marisa de Azevedo Monte nasceu em 01 de julho de 1967 no Rio de Janeiro. Estudou piano na infância, aos nove anos ganhou de aniversario uma bateria, e aprendeu violão. Na adolescência, estudou canto lírico e participou de uma montagem do musical Rocky Horror Show, encenada por alunos de teatro do Colégio Andrews, com direção de Miguel Falabella. Em 1985 ela permaneceu dez meses na Itália para estudar canto, mas desistiu do gênero lírico e passou a cantar musica brasileira na noite, acompanhada de amigos. Nessa época, em Veneza, foi ouvida por Nelson Mota, que seria o diretor de Tudo veludo, seu show de estréia no JazzMania, no Rio de Janeiro, em 1987. O sucesso foi imediato, de público e de crítica. Antes mesmo de gravar seu primeiro disco, foi considerada uma das mais promissoras vozes da musica popular brasileira.

Em 1988 lançou seu primeiro disco, MM ao vivo, pela EMI. O segundo, Mais (1991), marcou sua estréia como compositora e foi bem recebido nos EUA, Japão, Europa e América Latina, impulsionando sua carreira internacional. O disco Verde, anil, amarelo, azul, cor-de-rosa e carvão, lançado em 1994, teve a participação de Gilberto Gil, Paulinho da Viola, Carlinhos Brown, Nando Reis (Titãs), Laurie Anderson e Naná Vasconcelos. Em 1996 lançou Barulhinho bom (Uma viagem musical), com dois CDs (um ao vivo) e um vídeo em que aparece com Os Novos Baianos, Arnaldo Antunes e Pastoras da Portela, entre outros. Depois veio em 2000: Memórias, Crônicas e Declarações de Amor, em 2006: Infinito Particular, em 2006: Universo ao Meu Redor e em 2011: O Que Você Quer Saber de Verdade. Com várias tournées de sucesso no Brasil e no exterior, desde 1994 teve seus discos lançados mundialmente pela gravadora EMI. Entre suas composições se destacam: Ainda lembro, Ao meu redor e Aonde você mora? (as três com Nando Reis); Beija eu (com Arnaldo Antunes e Arto Lindsay); e E.C.T. e Na estrada (ambas com Nando Reis e Carlinhos Brown).

Marisa Monte

CURIOSIDADES

– Na versão em CD, Verde, Anil, Amarelo, Cor-de-rosa e Carvão trouxe uma música a mais: “Pale Blue Eyes“. Isso também aconteceu com seu primeiro disco, MM, que trouxe “I Heard It Through the Grapevine” que não entrou no LP original por problemas de espaço.

– Tem 23 músicas em trilhas sonoras, sendo 22 em novelas da Rede Globo e 1 da novela do SBT.

– É a cantora/compositora mais indicada ao Grammy Latino na categoria Melhor Canção Brasileira, no total de 4 indicações nesta categoria, até hoje nunca ganhou nesta categoria.

– Dois álbuns que atingiram marca de mais de 1 milhão de cópias vendidas no Brasil na década de 2000, sendo eles Memórias, Crônicas e Declarações de Amor e Tribalistas, que vendeu 1.2 milhões e 1.5 milhões de cópias, respectivamente.

DISCOGRAFIA
Estúdio:
1989: MM; 1991: Mais; 1994: Verde, Anil, Amarelo, Cor-de-Rosa e Carvão; 2000: Memórias, Crônicas e Declarações de Amor; 2006: Infinito Particular; 2006: Universo ao Meu Redor; 2011: O Que Você Quer Saber de Verdade.

Ao vivo: 1996: Barulhinho Bom – Uma Viagem Musical (CD duplo).

DVDs: 1989: MM Ao Vivo; 1991: Mais ao Vivo; 1996: Barulhinho Bom ao Vivo; 2001: Memórias, Crônicas e Declarações de Amor – Ao Vivo; 2008: Infinito ao Meu Redor (DVD + CD).

ENTREVISTAS
Três entrevistas bem interessantes que Marisa concedeu pra imprensa nacional:

-Entrevista ao O Globo, 2007.
– Entrevista a Academia Brasileira de Cinema, em 2008.
– Entrevista ao Terra Sonora, em 2012.

ARTIGO SOBRE O SHOW DE SÃO PAULO
Depois de atravessar a cidade em uma fria noite de Domingo, o que você quer saber de verdade?  Talvez constatar que uma das nossas mais inspiradas cantoras está tão afiada quanto afinada no palco e que seu mais recente show não é apenas um desfile de canções de sucesso de seu vasto repertório, mas uma produção audiovisual das mais sofisticadas. Com seu porte de Diva, performática e magnética Marisa Monte surge com sua voz de timbre inconfundível literalmente tocando os sentimentos e com auxílio das inserções de vídeo e efeitos especiais vai levando a platéia a uma espécie de sonho coletivo. O público vai acompanhando letra a letra, das mais antigas às mais recentes e unindo a sua à voz da cantora estabelece essa sinergia emocional só possível na alquimia do encontro daqueles que se conectam pelo afeto.

As canções do seu mais recente álbum estão lá perfeitamente integradas ao conjunto da obra: emotivas, afetivas, passionais, singelas. Em um determinado momento a Estrela vira constelação graças a pirotecnia dos efeitos especiais e Marisa desliza suave e incisiva sua voz lânguida aveludada. Faz uma bela homenagem a Cássia Eller, relembra o profeta Gentileza e claro canta o amor. O título do show Verdade uma Ilusão encaixa-se perfeitamente ao espírito do espetáculo que cria uma realidade virtual em torno de uma canção para na seqüência desfazê-la e reinventá-la em outra até o final.

Assistir ao novo show de Marisa Monte é uma experiência audiovisual intensa que acrescenta ao trilho das criações musicais, o brilho das invenções visuais. Valeu a pena atravessar a noite fria de Sampa para ver o show. Ainda bem.

* Fonte: Site Oficial, Enciclopédia da Música Brasileira


Deixe uma resposta