Oscar 2014: Os Croods e as importantes lições da vida | Cabine Cultural
Cinema Notícias

Os Croods e as importantes lições da vida

Os Croods

Os Croods

O medo nos mantêm vivos. Nunca deixe de ter medo”.  Será?! Com certeza, o medo é necessário ao ser humano, porque se não o tivéssemos, seríamos ilimitados. Não teríamos a noção exata do perigo e, assim sendo, cometeríamos ainda mais barbáries que já cometemos.

Mas, esse pequeno questionamento, baseado em uma das frases que permeia o Filme Animado Os Croods, é apenas para introduzir algumas impressões interessantes e reflexivas, sobre essa animação que foi feita para criança, mas, certamente, traz muitos ensinamentos para todas as idades.

Em especial, no que diz respeito a enfrentarmos o “novo”, ousarmos a sair de nossas acomodações físicas e emocionais, e seguirmos a “luz” na busca por um amanhã melhor ou, quiçá, o hoje melhor. Fala também da importância da família, dos exemplos e, mais que isso, do saber a hora certa de mudar algumas regras, quando elas, mesmo supondo serem para o nosso bem ou proteção, nos fazem apenas sobreviver e não VIVER.

Leia também:  Sky presenteia fãs do Oscar com 140 filmes indicados disponibilizados para os assinantes

Os Croods é um filme animado que em suas quase 2h de exibição nos faz passear por vários sentimentos. Rimos de suas cenas altamente hilárias, representadas por uma família da pré-história que tem como a formação base, o pai Grug, o grande protetor da prole e, o qual, todos seguem as regras impostas e ordenadas, características de uma era, a qual – por ainda serem primitivos – mantinham hábitos trogloditas, acomodados, repetitivos, em que o objetivo mor era apenas a sobrevivência.

Mas, quem disse que sobreviver é fácil?! E o Novo, realmente é sempre ruim?! Essas indagações são algumas das reflexões que se pode perceber no roteiro do filme, bem como, sobre o medo, as mudanças, o viver, os desafios de seguir regras e manter-se sempre focados em um único objetivo, as várias adversidades e desafios que se passa quando se quer ousar ir mais além, e a necessidade de se adaptar ao novo, mas, claro, tudo isso aliado a cenas bastante engraçadas, aventuras emocionantes e muita diversão.

Leia também:  Oscar 2017: Até o Último Homem (Hacksaw Ridge)

Com certeza, Os Croods é uma excelente indicação para quem quer rir muito e se emocionar, também. Afinal de contas, fazendo uma analogia a nossa vida, estamos todos buscando sobreviver nesse mundo tão hostil, tentando vencer nossos desafios, enfrentar nossos medos e tendo bastante dificuldade de sair da zona de conforto (a caverna, para eles), porque sobreviver não é fácil, mas, como bem disse a adolescente Eep para seu Pai Grug: “Sobreviver não é Viver.

E não é mesmo. Portanto, vamos viver tudo que há pra viver, vamos nos divertir. E nada melhor que um bom filme animado cheio de lições importantes, aventuras divertidas e risos, muito risos para nos ajudar nessa “batalha” do dia a dia rumo a um maravilhoso amanhã. E não precisa ter medo, apesar dele ser necessário, ouse sair da zona de conforto, com certeza, sempre haverá uma luz no fim do túnel.

Leia também:  Crítica Lion – Uma Jornada para casa: um dos grandes indicados ao Oscar chega aos cinemas

Bom filme, e divirtam-se bastante.

Angel Marques é atriz, escritora, colaboradora do Cabine Cultural e possui o blog O Exercício do Amor Próprio.


Deixe uma resposta