Mostra Bahia Plural na Sala Alexandre Robatto – Cabine Cultural
Agenda

Mostra Bahia Plural na Sala Alexandre Robatto

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Cartomante

De 12 a 18 de abril a Sala Alexandre Robatto apresenta a Mostra Bahia Plural, com realização da CPCV. A entrada é franca. Confira a programação completa.

Dias 12, 16 e 18/04
15h
Curtas
A cartomante (BRA, 2013)
Direção:
Adriano Big
Sinopse – Adaptado do conto homônimo de Machado de Assis, “A Cartomante”  inova ao conduzir uma trama com narrativa não linear, em um único plano sequência. O clássico triângulo amoroso machadiano, conta a história de Camilo, que se apaixona por Rita, esposa de seu amigo-irmão Vilela, encontrando nela reciprocidade.

Da Alegria do mar e de outras coisas

Da Alegria do mar e de outras coisas (BRA, 2012)
Direção:
Ceci Alves
Sinopse – O filme é livremente inspirado na história real dos travestis baianos Júnior da Silva Lago, 22 anos, a “Luana”, assassinado covardemente por policiais militares, e do sobrevivente da barbárie, Jocimar Oliveira do Carmo, a “Joice”.

Desvelo (BRA, 2012)
Direção: Clarissa Rebouças
Sinopse – “Desvelo” conta a história de Luzia, que se apaixona por Léo, mas para viver esse amor precisa fugir da cidade em que mora e do ciúme de seu ex-namorado, Diogo.

Desvelo, de Clarissa Rebouças

Mulheres de Magrite  (BRA, 2009)
Direção: Isabela Silveira, Renato De Luana e Renato Gaiarsa
Sinopse – Videoarte aborda a perda de identidade sofrida por mulheres vítimas de violência doméstica.

17h
Jardim das Folhas Sagradas (BRA, 2011)
Direção:
Pola Ribeiro
Sinopse – Salvador. A expansão imobiliária da cidade, decorrente de sua modernização, faz com que o candomblé, tradicional religião afro-brasileira ligada à natureza, seja afetada. A causa é que o candomblé pede a existência de lugares amplos e naturais, para a realização de sua liturgia. É neste contexto que Miguel Bonfim (Antônio Godi), um ex-bancário que é filho de uma yalorixá e um jornalista de esquerda, decide criar o Jardim das Folhas Sagradas. Sem conseguir um local na cidade, ele decide montá-lo na periferia. Por questionar o sacrifício de animais, Bonfim resolve fazer um terreiro modernizado e descaracterizado. Só que esta decisão lhe traz graves consequências.

Jardim das Folhas Sagradas

Dias 13, 15 e 17/04
15h
Água de Meninos – A feira do Cinema Novo (BRA, 2012)
Direção: Fabíola Aquino
Sinopse – O​ filme conta a história das feiras em quatro tempos: a Feira de Água de Meninos, o Cinema Novo produzido na Feira, seu incêndio, em 1964, e o hoje, em São Joaquim. Exibida com suas diversidades em cores fortes e marcantes, a Feira de São Joaquim e sua gente traz situações que remetem ao passado, embora estejamos em pleno século XXI. Essa vibração e efervescência contaminou a equipe de produção do documentário que, em meio a artigos de candomblé, barracas de artesanatos, carnes, frutas, verduras e uma infinidade de produtos, teve o cuidado de captar a essência da Feira, com depoimentos e entrevistas de diferentes personalidades.

Água de Meninos – A feira do Cinema Novo

17h
A grande feira
(BRA, 1961)
Direção:
Roberto Pires
Sinopse – Uma empresa imobiliária ameaça de despejo os feirantes de Água de Meninos, em Salvador, que se organizam para resistir. Um marinheiro se vê envolvido nessa luta e se divide entre o amor de Maria da Feira, irmã de um bandido, e de Ely, moça da alta sociedade.

 


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta