Mostra Indie Brasil em São Paulo – Cabine Cultural
Agenda

Mostra Indie Brasil em São Paulo

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Esse amor que nos consome

O Centro Cultural São Paulo, o Cine Olido e o Centro de Formação Cultural da Cidade Tiradentes apresentam mostra com filmes nacionais realizados de forma independente. Serão exibidos filmes inéditos que ficaram restritos aos festivais de cinema como Mataram meu irmão, de Cristiano Burlan, ganhador do festival É tudo verdade de 2013, além de outras obras do mesmo cineasta que nunca foram para as salas de cinema.

A mostra também conta com a pré-estreia de Esse amor que nos consome, primeiro longa-metragem do cineasta Allan Ribeiro; HU (Pedro Urano e Joana Traub Csekö), ganhador do prêmio de melhor filme da mostra aurora do Festival de Tiradentes em 2012; e Estradeiros, documentário estilo road movie realizado por Sergio Oliveira e Renata Pinheiro. Haverá também exibição de A noite do chupacabras, mais recente filme de Rodrigo Aragão (Mangue Negro), que conta com uma trama baseada na lenda do “chupacabras”, surgida na década de 1990, e a A floresta de Jonathas, novo filme de Sergio Andrade.

A mostra pretende apresentar o recente cinema nacional que é feito com pouco dinheiro, mas com muita qualidade. Filmes que tratam da imensa diversidade de um território tão grande. Confira a programação:

Quebradeiras

Dia 3/9 – terça 19h30 – Mataram meu irmão(Brasil, 2012, 78min, DCP) – direção: Cristiano Burlan. Há 12 anos, Rafael Burlan, o irmão do diretor Cristiano Burlan, foi assassinado com sete tiros. O cineasta decide relembrar os fatos, investigando o envolvimento do irmão com as drogas e compondo um retrato da violência que domina os bairros do subúrbio de São Paulo.

Dia 4/9 – quarta – 17h – Antártica(Brasil, 2009, 72min, DVD) – direção: Evaldo Mocarzel. O documentário segue um grupo de geólogos em uma expedição pelo extremo sul do globo terrestre. Evitando depoimentos ou outras formas de intervenção, o filme registra o cotidiano dos cientistas, a beleza das paisagens e os perigos do local.

19h30 – A floresta de Jonathas(Brasil, 2012, 98min, DCP) – direção: Sérgio Andrade – Jonathas vive com os pais e o irmão, Juliano, em um sítio na área rural do Amazonas. Por meio de uma barraca de frutas na beira da estrada, os irmãos mantêm contato com todo tipo de pessoa. Um dia, eles conhecem Milly, uma turista da Ucrânia, e Kedassere, um indígena local. Juntos, decidem passar o final de semana acampando.

Dia 5/9 – quinta – 17h – Construção(Brasil, 2007, 48min, exibição digital) – direção: Cristiano Burlan. A cidade de São Paulo em seu contínuo processo de construção e desconstrução, vista a partir do microcosmo de um canteiro de obras, seus trabalhadores e as várias máquinas em plena atividade.

19h30 – Esse amor que nos consome(Brasil, 2012, 80min, DCP) – direção: Allan Ribeiro – elenco: Gatto Larsen, Rubens Barbot e Wilson Assis. Gatto Larsen e Rubens Barbot são companheiros há mais de 40 anos. Eles acabam de se mudar para um casarão abandonado no centro da cidade, onde ensaiam com sua companhia de dança. O dia a dia da dupla envolve a criação artística e a crença nos orixás. Por meio da dança, eles marcam os territórios do Rio de Janeiro.

Dia 6/9 – sexta – 17h – A noite do chupacabras(Brasil, 2011, 95min, exibição digital) – direção: Rodrigo Aragão – elenco: Mayra Alarcón, Ricardo Araújo e Petter Baiestorf. Um jovem casal retorna para sua terra de origem, no interior do Espírito Santo. Ao chegar, reencontram os parentes transtornados pela misteriosa morte dos animais da fazenda.

19h30 – Estradeiros(Brasil, 2011, 79min, exibição digital) – direção: Renata Pinheiro e Sergio Oliveira. O documentário passa por Peru, Buenos Aires, São Tomé das Letras, Recife e São Paulo, mas sem destino definido. Registra o estilo de vida dos que vivem livres no mundo, nômades no subcontinente da América Latina.

Dia 7/9 – sábado – 17h – Quebradeiras(Brasil, 2009, 71min, DVD) – direção: Evaldo Mocarzel. Apesar de ter cerca de 18 milhões de hectares de babuçuais, a expansão da pecuária e a devastação das palmeiras tem ameaçado a cultura secular das quebradeiras de coco de babaçu na região do Bico do Papagaio, onde os estados do Maranhão, de Tocantins e do Pará se encontram.

Laura

19h30 – HU(Brasil, 2011, 71min, DCP) – direção: Pedro Urano, Joana Traub Csekö
Um edifício partido ao meio: de um lado, o hospital; do outro, a ruína.

Dia 8/9 – domingo – 17h – Sinfonia de um homem só (Brasil, 2011, 93min, exibição digital) – direção: Cristiano Burlan – elenco: Henrique Zanoni, Regina Vianna e Hélio Cícero. História de um homem comum que sai do interior do Brasil para tentar a vida em São Paulo trabalhando na construção civil. A revolta metafísica deste personagem é a revolta do homem contra sua condição.

19h30 – Laura(Brasil, 2011, 76min, exibição digital) – direção: Fellipe Barbosa
O diretor Fellipe Barbosa segue Laura do MoMA aos metrôs de Nova York durante a noite, completamente encantado com essa mulher fabulosa e misteriosa.

Dia 10/9 – terça – 17h – Construção(Brasil, 2007, 48min, exibição digital) – direção: Cristiano Burlan.

19h30 – AntárticaO documentário segue um grupo de geólogos em uma expedição pelo extremo sul do globo terrestre. Evitando depoimentos ou outras formas de intervenção, o filme registra o cotidiano dos cientistas, a beleza das paisagens e os perigos do local.

Dia 11/9 – quarta – 17h – Esse amor que nos consome(Brasil, 2012, 80min, DCP) – direção: Allan Ribeiro – elenco: Gatto Larsen, Rubens Barbot e Wilson Assis.

19h30 – O homem da cabine(Brasil, 2008, 90min, exibição digital) – direção: Cristiano Burlan. Entre o claro e o escuro das salas de projeção, existe um profissional pouco conhecido da plateia de cinema: o projecionista. O documentário registra a rotina desses trabalhadores que possuem uma longa e solitária jornada de trabalho.

Dia 12/9 – quinta – 17h – HU (Brasil, 2011, 71min, DCP) – direção: Pedro Urano, Joana Traub Csekö.

A noite do chupacabras

19h30 – A noite do chupacabras(Brasil, 2011, 95min, exibição digital) – direção: Rodrigo Aragão – elenco: Mayra Alarcón, Ricardo Araújo e Petter Baiestorf
Um jovem casal retorna para sua terra de origem, no interior do Espírito Santo. Ao chegar, reencontram os parentes transtornados pela misteriosa morte dos animais da fazenda.

Dia 13/9 – sexta – 17h – Laura(Brasil, 2011, 76min, exibição digital) – direção: Fellipe Barbosa

19h30 – Quebradeiras (Brasil, 2009, 71min, DVD) – direção: Evaldo Mocarzel.

Dia 14/9 – sábado – 17h – Mataram meu irmão(Brasil, 2012, 78min, DCP) – direção: Cristiano Burlan. Há 12 anos, Rafael Burlan, o irmão do diretor Cristiano Burlan, foi assassinado com sete tiros. O cineasta decide relembrar os fatos, investigando o envolvimento do irmão com as drogas e compondo um retrato da violência que domina os bairros do subúrbio de São Paulo.

Após a sessão haverá um debate com o diretor Cristiano Burlan.

Dia 15/9 – domingo – 17h – A floresta de Jonathas(Brasil, 2012, 98min, DCP) – direção: Sérgio Andrade

19h30 – Estradeiros(Brasil, 2011, 79min, exibição digital) – direção: Renata Pinheiro e Sergio Oliveira.

Dia 17/9 – terça – 17h – O homem da cabine(Brasil, 2008, 90min, exibição digital) – direção: Cristiano Burlan.

19h – Sinfonia de um homem só – Brasil, 2011, 93min, exibição digital) – direção: Cristiano Burlan – elenco: Henrique Zanoni, Regina Vianna e Hélio Cícero.

Dia 18/9 – quarta – 17h – A noite do chupacabras(Brasil, 2011, 95min, exibição digital) – direção: Rodrigo Aragão – elenco: Mayra Alarcón, Ricardo Araújo e Petter Baiestorf.

19h30 – HU(Brasil, 2011, 71min, DCP) – direção: Pedro Urano, Joana Traub Csekö
Um edifício partido ao meio: de um lado, o hospital; do outro, a ruína.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta