Of Monsters and Men
Música

Of Monsters and Men

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Of Monsters and Men

O Of Monsters and Men é certamente a maior e melhor surpresa da cena folk-indie de 2012 mundo afora, e a maior surpresa do meu Ipod este ano, independente do gênero musical. Escutá-los tem sido uma experiência extremamente agradável aos ouvidos e isso não acontecia já há um bom tempo. E é incrível a coincidência, pois creio que a última vez que me aconteceu algo assim foi quando descobri o sensacional Sigur Rós alguns muitos anos atrás. A coincidência em questão é que ambos vieram lá da longínqua e gelada Islândia, terra também da não menos genial Bjork.

Fica evidente com isso que esse minúsculo país guarda tesouros musicais em seu território e é bom prestarem mais atenção na cena islandesa, pois se tirar como parâmetro estes três nomes, já dá para colocar entre os mais criativos lugares para se encontrar boa música

Voltando a falar do sexteto islandês, a canção Little talks, do disco My head is an animal, foi a primeira que escutei, provavelmente por ser a mais famosa. O single alcançou excelentes posições nas paradas de vários países e entrou no top 20 de mercados concorridos como o norte-americano e o britânico. A canção é grudenta como chiclete, tão pop quanto Shakira, tão folk quanto She & Him e tão indie quanto Arcade Fire. Toda ela é bem executada, com usos de trompete e tudo. Isso é um dos elementos mais bacanas do grupo, que por ser grande em componentes, pode usar e abusar de diferentes instrumentos, fazendo o som da banda quase que único no mercado musical.

A banda é formada por Nanna Bryndís Hilmarsdóttir (voz e guitarra), Ragnar “Raggi” Þórhallsson (voz e guitarra), Brynjar Leifsson (guitarra), Arnar Rósenkranz Hilmarsson (bateria), Árni Guðjónsson (piano e teclados), Kristján Páll Kristjánsson (baixo) e Ragnhildur Gunnarsdóttir (trompete). Como curiosidade, fica o fato do grupo ter começado a ganhar reconhecimento após vencer uma competição anual de bandas “Músíktilraunir”, que ocorre em Reykjavík, Islândia.

Of Monsters and Men

Por conta disso, em 2011, o conjunto islandês assinou com a gravadora norte americana Republic Records e lançou seu primeiro EP Into the Woods. Na mesma época, eles lançaram seu primeiro álbum de estúdio, o já citado My Head Is an Animal. Desse álbum, além de Little Talks, grande destaque, estão também a excelente Dirty paws, que normalmente abre os shows da banda, Six weeks, uma das minhas preferidas, música para cima e que tem fechado com chave de ouro as apresentações da turnê. Ainda tem a canção Mountain sound e uma mais lenta, King and lionheart.

Então você que gosta de folk, de indie, de bandas exóticas, de vocalistas lindas, de vozes únicas, fica a sugestão de ir agora mesmo catar qualquer uma das canções da Of Monster and Men e se deliciar com o que de melhor a Islândia tem para oferecer.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta