Blue Jasmine traz Woody Allen e Cate Blanchett inspirados
Cinema

Blue Jasmine traz Woody Allen e Cate Blanchett inspirados

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Blue Jasmine

Blue Jasmine mostra a complexidade do comportamento humano, o que a vida é capaz de fazer com alguém que vive de aparências

O grande diretor Woody Allen, que a cada ano nos delicia com um filme,  dá uma tacada de mestre neste mais novo filme de sua autoria,  Blue JasmineAllen acerta em todos os aspectos, fazendo um filme preciso, enxuto, empolgante, inteligente, com uma carga forte de dramaticidade. Um filme que fala sobre a decadência de pessoas da alta sociedade, que vivem de aparências, uma tragicomédia incrível, onde o diretor soube permear a densidade, o peso da personagem principal, com momentos engraçados.

O título do filme, que é o nome da protagonista Jasmine (Cate Blanchett),  uma mulher de 40 anos da alta sociedade nova-iorquina, socialite  linda, charmosa, elegante, fútil ao extremo e alheia ao resto do mundo, inclusive à sua irmã mais nova, que ela considera um estorvo na sua vida.

Seu marido Hal (Alec Baldwin), um grande investidor financeiro metido em projetos fraudulentos, é preso e perde toda a sua fortuna. E o mundo de riqueza e futilidade de  Jasmine cai, junto a sua auto-estima, e ela é obrigada a procurar refúgio na casa  de sua irmã Ginger  (Sally Hawkins), em San Francisco.

Apesar de morar em um pequeno apartamento com dois filhos, Ginger recebe sua irmã Jasmine, e tenta ajudá-la a recomeçar sua vida. Mas Jasmine não aceita o jeito de vida simples de sua irmã, que ela considera uma perdedora.

Deprimida, neurótica, com auto-estima baixa, Jasmine tenta reconstruir sua vida, mas sempre relembrando e comparando os áureos tempos de riqueza com a vida atual,  e isto é mostrado em flashback  no decorrer do filme.

A trilha sonora já nos contagia a partir dos créditos iniciais, ao som de um jazz, com ótima fotografia associada a um roteiro afinado, o destaque fica para a atuação de todos os atores que fazem jus ao sucesso do filme.

Vale ressaltar a estupenda atuação da protagonista Cate Blanchett, no papel de Jasmine, uma anti-heroína fútil, ríspida e antipática na medida certa, creio que um dos melhores desempenhos de sua carreira.

Blue Jasmine mostra a complexidade do comportamento humano, o que a vida é capaz de fazer com alguém que vive de aparências, que acredita que a riqueza principal é o dinheiro. E que perder faz parte da vida, mas saber levantar e prosseguir é o mais importante, e que tudo vai depender dos valores que as pessoas realmente acreditam. Enfim, um filme que fala de perdas, com uma personagem charmosamente triste. Imperdível!!!

Marcia Amado Bessa é enfermeira e escreve para o ótimo blog parceiro CineAmado


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta