Indicado ao Oscar: Trapaça estreia nos cinemas do Brasil
Cinema Notícias

Indicado ao Oscar: Trapaça estreia nos cinemas do Brasil

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Amy Adams and Christian Bale

Trapaça (American Hustle), uma das grandes estréias da semana nos cinemas do Brasil,  conta a história de um vigarista brilhante, Irving Rosenfeld (interpretado por Christian Bale), que, junto com sua parceira igualmente esperta e amante, Sydney Prosser (Amy Adams), é forçado a trabalhar para um agente louco do FBI, Richie DiMaso (Bradley Cooper). DiMaso os atrai ao mundo do tráfico de influências e da máfia de Jersey que é tão perigoso quanto sedutor.

Jeremy Renner é Carmine Polito, o político de New Jersey passional e volátil, encurralado entre os vigaristas e os agentes federais. Rosalyn (Jennifer Lawrence), a esposa imprevisível de Irving, pode ser a responsável por puxar o fio da meada que derrubará todo o seu mundo. O filme é dirigido por David O. Russell, de O Lado bom da Vida. O filme também é estrelado por Louis C.K., Michael Peña e Alessandro Nivola.

Filme
O projeto é a terceira parte de uma evolução em três filmes do cineasta David Russell. Começando com O Vencedor (The Fighter), continuando com O Lado Bom da Vida (Silver Linings Playbook) e agora com Trapaça. Sobre a trilogia, Russell afirma: “São filmes sobre pessoas cujas vidas não saíram do modo como elas queriam ou planejavam”, explica ele.

Jennifer Lawrence

No centro de Trapaça está uma poderosa história de amor entre Irving Rosenfeld e Sydney Prosser, almas gêmeas e sócios nos negócios. “O caso de amor entre esses dois lhes dá um poder especial que todos aqueles que já estiveram apaixonados podem atestar”, afirma Russell.

Trapaça começou quando o roteirista Eric Warren Singer sondou Roven e Suckle para fazer um filme sobre o caso Abscam para a Atlas Entertainment e escreveu um roteiro que acabou incluído no projeto Black List.

O Escândalo Abscam
O verdadeiro escândalo Abscam começou como uma operação secreta antifraude do FBI. Investigando crimes do colarinho branco – e, por fim, a compra de políticos – John Good e Anthony Amoroso, do FBI, trabalharam com um vigarista, Mel Weinberg, para criar uma operação sigilosa. Weinberg e o FBI criaram uma empresa falsa, chefiada por um xeque árabe falso, com o intuito de oferecer propina aos legisladores em troca de favores políticos.

Weinberg se tornou a principal testemunha dos casos do FBI contra seis membros da Assembleia Municipal e um senador dos Estados Unidos, que foram condenados em inúmeras acusações no escândalo. Além disso, outras autoridades do governo local foram condenadas, incluindo o prefeito de Camden, New Jersey.

Trapaça Filme

Trilha Sonora
Como o filme é ambientado nos anos 1970, Russell e a sua supervisora musical, Susan Jacobs, entremearam faixas musicais clássicas, em gravações consagradas, com novas roupagens para velhos sucessos.

“A trilha precisa parecer autêntica, sem passar a impressão de que é um videoclipe”, afirma Jacobs. “Esse casamento é um trabalho dos mais difíceis – você quer provocar emoções com ela, e não que seja uma seleção aleatória de faixas musicais que não acrescentam nada à cena.

Pode ser bem difícil encontrar a música certa para uma cena num filme do David, porque o tom é sempre bem complexo. Ele gosta de faixas que sejam contrastantes; elas precisam ter muita emoção, e também mais alguma coisa. Não pode ser apenas uma única coisa”.

Trapaça Amy Adams

 


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta