Vidas ao Vento: nova animação de Miyazaki chega aos cinemas
Notícias

Vidas ao Vento: nova animação de Miyazaki chega aos cinemas

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Vidas ao vento

Esta semana estreia nos cinemas do Brasil a mais nova animação do mestre responsável por algumas das obras-primas do gênero, como A Viagem de Chihiro e Ponyo, Hayao Miyasaki. Vidas ao Vento mistura ficção com eventos importantes que fizeram parte da história do Japão.

História
O filme conta a história de Jiro, que sonha em voar e desenhar belos aviões, inspirado pelo famoso designer aeronáutico italiano Caproni. Míope desde criança e por isso incapaz de tornar-se um piloto, Jiro entra na divisão aérea da maior companhia de engenharia do Japão, em 1927. Sua inteligência acima da média é logo reconhecida e ele se torna um dos designers de avião mais conhecidos do mundo.

Vidas ao Vento conta boa parte da vida de Jiro e apresenta eventos históricos importantes que afetaram sua vida, incluindo o terremoto Grande Kanto, de 1923, a Grande Depressão, a epidemia de tuberculose e a entrada do Japão na guerra. Ele conhece e se apaixona por Nahoko, desenvolve uma bela relação de amizade com o parceiro de trabalho Honjo e cria inovações, levando o mundo da aviação para o futuro.

Hayao Miyasaki juntou Jiro Horikoshi e o autor Tatsuo Hori, que viveu durante o período de Vidas ao Vento, para criar Jiro, um personagem de ficção que ocupa o centro de uma história grandiosa de amor, perseverança e sobre os desafios de viver e fazer escolhas num mundo turbulento.

Vidas ao vento

Jiro Horishoki (desde a infância até a maturidade)
O protagonista do filme tem uma mente brilhante e inovadora. Ele tem estilo e é arrojado, embora seja tímido. Ágil, amável e educado. Assemelha-se um pouco ao poeta Michizo Tachihara, que morreu jovem. Jiro admira os escritores Thomas Mann e Herman Hesse, e ouve Schubert. Todos que fazem parte da empresa de artefatos para guerra conhecem seu talento e ele frequenta a sociedade com desenvoltura e compostura.

Hayao Miyazaki
Nasceu em Tóquio, em 1941. Depois de graduar-se em Ciências Políticas e Economia pela Universidade Gakushuin, em 1963, ele entrou na Toei Animation como animador. Ele trabalhou com o diretor Isao Takahata planejando cenas e como animador na produção de The Little Norse Prince Valiant (1968). Em 1971 ele foi para a produtora de animação A Production com Takahata onde trabalhou no conceito original, no roteiro e no design da animação Panda! Go Panda! (1972).

Miyazaki fundou os estúdios Ghibli em 1985 ao lado de Takahata e já dirigiu 8 filmes desde então. Seu filme A Viagem de Chihiro (2001) quebrou recordes no Japão e ganhou muitos prêmios, entre os quais o urso de prata no festival de Berlim e o Oscar de melhor animação. O Castelo Animado (2004) ganhou o prêmio Orsella no festival de Veneza. Miyazaki recebeu o leão de ouro pelo conjunto da obra no festival de Veneza, em 2005. Ponyo: Uma Amizade que veio do Mar (2008) foi seu penúltimo filme. Seu filme mais novo, Vidas ao Vento (2013), estreou no dia 20 de julho de 2013 no Japão.

Vidas ao vento Vidas ao vento Vidas ao vento Vidas ao vento

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta