Robocop, a grande estreia da semana nos cinemas
Cinema

Robocop, a grande estreia da semana nos cinemas

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

RoboCop – Divulgação

Chega nesta sexta-feira aos cinemas de todo o Brasil o tão aguardado RoboCop, a nova versão do clássico filme que fez estrondoso sucesso nos anos 80. Desta vez o filme teve direção do cineasta brasileiro José Padilha, famoso por ter dirigido Tropa de Elite 1 e 2, além do documentário premiado Ônibus 174. Confira agora tudo sobre a grande estreia da semana:

História
O ano é 2028 e a OmniCorp – líder mundial em tecnologia robótica – percebe uma chance de ouro para faturar bilhões de dólares para a empresa. Na cidade americana de Detroit arrasada pelo crime, a empresa enxerga uma abertura para a entrada de um policial perfeito – um robô que pode limpar as ruas da cidade sem pôr em risco as vidas de policiais. O problema é que a ideia de um robô puxando o gatilho deixa muita gente preocupada. Assim, eles chegam a um meio-termo: depois que Alex Murphy (interpretado por Joel Kinnaman) – marido, pai e agente de polícia – é gravemente ferido, ele acorda no hospital e é transformado em robô, mas mantém ainda traços de humanidade .

Joel Kinnaman, que interpreta Murphy, diz: “A ideia da OmniCorp é que é preciso um homem dentro da máquina, um homem que tome as decisões para que a empresa não seja responsabilizada caso algo saia errado”.

Padilha
José Padilha, o diretor de Robocop, afirma que sua inclusão no filme ocorreu por uma casualidade do destino: “Eu tinha uma reunião na MGM, e nós conversávamos sobre os filmes que eu gostaria de fazer. Lá tinha um pôster do RoboCop original, e eu disse: Ora, esse é o filme que eu gostaria de fazer. Eu o considero um filme brilhante, um clássico icônico. Eu contei a eles a minha visão, e eles disseram: Vamos fazer. Foi uma coincidência acidental – um estúdio que tinha o material certo, um cara que é fã e um pôster”.

Joel Kinnaman

Elenco
Joel Kinnaman, no papel de Alex Murphy, contracena com um elenco estelar que inclui Gary Oldman como o dr. Dennett Norton, o diretor da Fundação Omni que cria o RoboCop; Michael Keaton como Raymond Sellars, presidente da OmniCorp; Abbie Cornish como Clara Murphy, a mulher de Alex Murphy; Jackie Earle Haley como Mattox, que treina Murphy depois das suas transformações; Michael K. Williams como o parceiro de Alex Murphy, o policial Jack Lewis; Jennifer Ehle como Liz Kline, a conselheira jurídica da OmniCorp; Jay Baruchel como Tom Pope, diretor de marketing da OmniCorp; Marianne Jean-Baptiste como Karen Dean, a chefe do Departamento de Polícia de Detroit; e Samuel L. Jackson como Pat Novak, um apresentador televisivo.

Efeitos
Os efeitos visuais do filme ficaram a cargo do supervisor de efeitos visuais, James E. Price, que afirma que o trabalho em RoboCop se dividiu em três categorias principais: 1) os robôs, sobretudo os EM-208s, os ED-209s e o próprio RoboCop; 2) a futurização do cenário; e 3) os gráficos e títulos que apresentam o ponto de vista do RoboCop.

O desenho dos robôs teve início no departamento de arte, mas pouco depois os artistas começaram uma colaboração estreita com a equipe de efeitos visuais que iria animar a sua arte. “A meta para o 209 era torná-lo o mais real possível – como se fosse realmente pesado, um robô intimidante”, afirma Price. “O desenho é único, com um joelho ao contrário e uma cabeça muito grande e pesada, então o desafio era lhe dar um movimento interessante e mecânico que não fosse contra as leis da física – ele deveria se equilibrar e caminhar adequadamente, e ser ameaçador, sem parecer estranho”.

Agora é só comprar o ingresso e a pipoca e conferir este tão aguardado filme.

Joel Kinnaman; Gary Oldman Joel Kinnaman; Abbie Cornish Joel Kinnaman; Abbie Cornish Michael Keaton

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta