SP: Cinemateca Brasileira exibe mostra especial Karim Aïnouz
Agenda Cinema

SP: Cinemateca Brasileira exibe mostra especial Karim Aïnouz

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Abismo Prateado – Divulgação

De 18 de abril até o dia 04 de maio a Cinemateca Brasileira exibirá uma mostra bem especial com a filmografia de um dos mais talentosos cineastas brasileiros da atualidade. Com uma filmografia iniciada em 1993, com o curta-metragem Seams, Karim Aïnouz é um dos mais relevantes cineastas contemporâneos.  Sua estreia na direção de longas-metragens foi com o marcante filme Madame Satã, uma das obras mais memoráveis dos anos 2000. O filme traz um protagonista (Lázaro Ramos) em busca de transformação, a sexualidade como um pulso vital e um trabalho de grande beleza plástica – características que têm permeado seus filmes seguintes.

O céu de Suely, segundo trabalho, estreou no Festival de Veneza, obtendo recepção calorosa. Mais que merecido, o filme traz uma atuação grandiosa da atriz Hermila Guedes e uma deslumbrante fotografia de Walter Carvalho. O filme trabalha a paisagem do sertão de maneira original, incorporando-a à psicologia de sua personagem, que vive um eterno desejo de trânsito e reinvenção.

Em seguida veio a parceria com Marcelo Gomes em Viajo porque preciso, volto porque te amo.  O filme, com um dos títulos mais poéticos da história recente do cinema, reúne imagens documentais colhidas pelos diretores nos anos 1990, articuladas a uma narrativa ficcional contada em primeira pessoa pela voz do protagonista (Irandhir Santos). Foi premiado em diversos festivais brasileiros e internacionais, entre os quais o Festival do Rio de 2009 (Melhor direção e fotografia).

Por fim, O abismo prateado, filme inspirado na canção Olhos nos olhos, de Chico Buarque. O longa traz uma bela parceira entre o cineasta e a atriz Alessandra Negrini. O filme teve sua estreia no Festival de Cinema de Cannes na mostra Quinzena dos Realizadores em 2011.

Viajo porque preciso volto porque te amo – Divulgação

Além dos longas-metragens, a mostra destaca outros trabalhos de Karim, como Rifa-me, curta-metragem inspirado num cordel e que deu origem a O céu de Suely; Paixão nacional, filme que encontra ecos em seu novo longa, Praia do futuro; e Seams, curta documental onde entrevista suas cinco tias e que marcou sua estreia como diretor.

SERVIÇO
Cinemateca Brasileira exibe mostra
Karim Aïnouz
De 18 de abril até 04 de maio
Largo Senador Raul Cardoso, 207, próximo ao Metrô Vila Mariana
Outras informações: (11) 3512-6111 (ramal 215)
www.cinemateca.gov.br

PROGRAMAÇÃO
Sexta, 18 de abril

18h00 Seams | Sonnenallee | Rifa-Me
20h00 Madame Satã

Sábado, 19 de abril
19h00 Hic Habitat Felicitas | Paixão Nacional
21h00 O Céu De Suely

Domingo, 20 de abril
18h00 Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo
20h00 O Abismo Prateado

Quinta, 24 de abril
20h00 Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo

Sexta, 25 de abril
20h00 O Abismo Prateado

Sábado, 26 de abril
17h00 Madame Satã
19h00 Hic Habitat Felicitas | Paixão Nacional

Domingo, 27 de abril
18h00  Seams | Sonnenallee | Rifa-Me
20h00 O Céu De Suely

Quinta, 01 de maio
20h00 O Abismo Prateado

Sexta, 02 de maio
20h00 O Céu De Suely

Sábado, 03 de maio
19h00 Hic Habitat Felicitas | Paixão Nacional
21h00 Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo

Domingo, 04 de maio
18h00 Seams | Sonnenallee | Rifa-Me
20h00 Madame Satã


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta