Especial Toni Brandão: conversas sobre literatura e teatro
Literatura Notícias

Especial Toni Brandão: conversas sobre literatura e teatro

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Entrevista Toni Brandão

Por Luiz Fernando Marques dos Santos

No dia 04 de abril de 2014, embarquei rumou à cidade de São Paulo, pela primeira vez, para entrevistar o meu escritor contemporâneo de literatura infanto-juvenil preferido, Toni Brandão. A entrevista aconteceu no Café da Casa das Rosas na Avenida Paulista e foi referente à Tese de Dissertação que estou escrevendo, sobre o livro Grogue que o escritor lançou na década de 90.

A primeira impressão do garoto que mora no interior é que São Paulo é uma loucura. Ir para um lugar desconhecido, me deixou um tanto inseguro. Mas a oportunidade de entrevistar um escritor que além de compreender, prioriza o público jovem ao trata de temas que são comuns a eles (separação dos pais, brigas entre irmãos, amor na infância, dificuldades de escolhas). A entrevista foi maravilhosa, Toni Brandão é muito simpático e me deu dois livros de presente: Muito Romântico e O DJ, ainda não consegui parar de ler. Mas minha paixão maior é o livro Grogue.

Aproveitei a oportunidade para entrevistar a diretora teatral Debora Dubois, que trabalhou com Toni Brandão em 1999. Juntos adaptaram para o teatro o livro Grogue. A diretora esta em cartaz com Rita Lee mora ao lado no Teatro das Artes no Shopping Eldorado, em São Paulo, com a atriz Mel Lisboa interpretando a personagem pop do rock Rita Lee. A entrevista com Debora Dubois foi essencial e esclarecedora para minha Tese, para compreender o processo adaptativo de Grogue. Consegui entrar nos bastidores do espetáculo de 1999, foi incrível. Aproveitei para conhecer um pouco sobre a história dos atores de Grogue, como Barbara Paz, Marcos Damigo e Júlio Rocha, que iniciavam a carreira no teatro.

Defenderei minha tese em 2016 e acredito que é importante olharmos para os escritores contemporâneos. Autores como Edgar Allan Poe, James Joyce, Machado de Assis, além de canônicos são essenciais para compreendermos a literatura e sua tradição, mas devemos considerar as novas produções que constituem a literatura contemporânea brasileira por sua importante tarefa de retratar a modernidade, como faz Toni Brandão, ao narrar à confusão interior e as experiências dos jovens no mundo midiático.

Grogue
O livro conta os dilemas vivenciados pelo jovem Greg, que está dividido entre cursar a faculdade de Educação Física para ser professor de natação ou arriscar-se no mundo do rock ao lado de seus amigos. Essa confusão interior faz com que ele desenvolva uma dupla personalidade chamada Grogue, depois de um acidente provocado por sua namorada Bia, para ajudá-lo e complicar a narrativa. Assim, entre triângulos amorosos, pais sistemáticos, muitas confusões com os amigos e o mundo do rock, o livro Grogue com sua linguagem popular atrai crianças e jovens para o mundo da leitura.

Luiz Fernando Marques dos Santos é aluno do Programa de Pós-Graduação Mestrado em Letras da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta