Tulipa Ruiz em Salvador: show promete agitar o projeto Música no Parque
Agenda

Tulipa Ruiz em Salvador: show promete agitar o projeto Música no Parque

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Tulipa Ruiz – Divulgação

O já tradicional projeto baiano Música no Parque, que consiste em apresentações musicais ao ar livre, no Parque da Cidade, apresenta no próximo dia 04 de maio (domingo) um super show com a cantora paulista Tulipa Ruiz. A apresentação acontece às 11 horas no anfiteatro que fica localizado no interior do Parque. A entrada é gratuita e certamente o show de Tulipa promete lotar o espaço.

Tulipa Ruiz mistura na sua música referências de música popular com outras das mais diversos, como opor exemplo a música negra americana. Ela certa vez contou que foi um show da cantora norte-americana Meredith Monk que mudou sua vida:

Fiquei absolutamente embasbacada quando assisti ao concerto Impermanência, da criadora de óperas contemporâneas Meredith Monk. Como se quarenta mil fichas sobre espiritualidade, canto, respiração e amadurecimento tivessem caído ali na minha frente. Chorei de atrapalhar o colega do banco ao lado. Foi um rito de passagem para mim. O jeito que Meredith explora a voz, rompendo a barreira entre canto e palavra, me comoveu e fortaleceu. Aprendi que o palco é um lugar sagrado, de poder e experimentação. Foi lindo entender isso.

A cantora, para quem não sabe, já nasceu em berço musical. Seu pai, Luiz Chagas, foi o guitarrista da Banda Isca de Polícia e seu irmão, Gustavo Ruiz, além de guitarrista é também produtor, e já trabalhou com nomes como Vanessa da Mata e Juliana Kehl. Essas influências ajudaram pouco no início de sua vida adulta, já que Tulipa resolveu cursar comunicação, exercendo durante um bom tempo a função de jornalista. A música passou a ser prioridade em sua vida somente no final dos anos 2000, quando ela inclusive fez sua primeira apresentação solo no projeto Prata da Casa, em São Paulo.

Tulipa Ruiz – Divulgação

Depois disto, foi a vez de lançar seu primeiro álbum profissional, o ótimo Efêmera. Seu mais recente trabalho, Tudo Tanto, segue a mesma atmosfera de seu primeiro trabalho, mas já mostra sinais de uma maturidade musical digna das grandes artistas brasileiras contemporâneas.

Por motivos como este que a sua apresentação na capital baiana pode ser considerada tranquilamente imperdível.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta