Especial Chaplin: Luzes da Cidade
Cinema

Especial Chaplin: Luzes da Cidade

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Annex – Chaplin, Charlie (City Lights)

Em Luzes da Cidade Carlitos se apaixona por uma florista cega que no primeiro encontro confunde o pobre vagabundo com um milionário

Por Josival Nunes

Quando o prefeito da cidade pomposamente vai inaugurar um monumento, êis que ao ser retirado o véu que cobria a estátua, surge a figura do vagabundo, deitado preguiçosamente sobre a obra, para o espanto de todos. Esta cena inicial de Luzes da Cidade de 1931 não deixa de ser uma clara representação simbólica da mensagem que Carlitos carrega: ele é a voz dos excluídos, daqueles que são colocados a margem da sociedade mas que apesar disso e por isso mesmo incomodam tanto. Mas o discurso de Chaplin não é necessariamente político social dessa vez ele coloca o vagabundo como alguém que a partir do deslumbramento provocado pelo amor busca doar-se para buscar a felicidade da mulher amada.

Em Luzes da Cidade Carlitos se apaixona por uma florista cega que no primeiro encontro confunde o pobre vagabundo com um milionário, fato este que acaba não sendo desmentido pelo próprio que até se utiliza desse personagem para melhor se aproximar da jovem sonhadora. Êis que a partir disso temos um drama com elementos de comédia formando uma verdadeira tragédia ao unir esses pontos com a irremediável presença do destino que inexoravelmente vai se abater sobre todos os envolvidos.

Carlitos luta com todas as suas forças para conseguir dinheiro para ajudar a amada, transformando-se até em boxeador em uma das cenas mais engraçadas do longa-metragem. Com seu espírito altruísta salva da morte iminente um milionário ébrio que estava quase a se jogar para o suicídio e que torna-se eternamente agradecido mas só até a ressaca que quando chega leva sua memória e faz com que ele esqueça do vagabundo gerando mais situações impagáveis no decorrer do filme.

Depois de atravessar diversos percalços Carlitos consegue financiar uma cirurgia que restitui a visão da florista. E a tragédia que se desenhava ora como drama pungente, outrora como comédia de erros ressurge em toda a sua pujança na cena final, um capítulo a parte na obra, dada a precisão cênica e a tensão dramática e trágica que a envolve.

Luzes da Cidade (1931)
Elenco

Charlie Chaplin – O Vagabundo
Virginia Cherrill – Florista cega
Florence Lee – Avó da florista cega
Harry Myers – Milionário excêntrico
Al Ernest Garcia – Mordomo do milionário excêntrico (creditado como Allan Garcia)
Hank Mann – Pugilista
Robert Parrish – Garoto jornaleiro
Henry Bergman – Prefeito e vizinho da florista
Albert Austin – Ladrão

Josival Nunes é escritor, cineasta e colunista do Cabine Cultural.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta