Extensa programação marca abertura da 3ª Bienal da Bahia
Agenda

Extensa programação marca abertura da 3ª Bienal da Bahia

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Bienal

A espera pela tão sonhada terceira edição da Bienal da Bahia foi longa, mas finalmente o público baiano já consegue enxergá-la, afinal são poucos os dias que faltam para que finalmente o evento dê sua largada inicial. A abertura, marcada para o próximo dia 29 de maio, já possui inclusive programação detalhada. Ela acontecerá no pátio do Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA), às 18 horas, com a batida de 33 alabês acompanhados pelo canto de Inaicyra Falcão, filha do artista Mestre Didi, e pelo violão de Maurício Lourenço.

Dentro do Casarão do Museu será projetado em tempo contínuo (loop) o filme Mitos e contramitos da família pernambucanobaiana (1974), de Jomard Muniz de Britto, com duração de sete minutos. Ali também serão exibidas cerca de 20 obras da exposição itinerante No Litoral é Assim, que vai circular por quatro cidades do interior baiano (Juazeiro, Alagoinhas, Feira de Santana, Vitória da Conquista) durante todo o período da Bienal, até o dia 7 de setembro.

Logo após a artista portuguesa Luisa Mota encabeça um cortejo-performance, com a participação de cerca de 70 voluntários, que parte do MAM seguindo para o Passeio Público. A partida do cortejo está prevista para as 19h e a caminhada deve durar 45 minutos. Já no Passeio Público, a recepção fica por conta do grupo da Universidade Livre de Teatro Vila Velha. Lá acontecerá a performance-instalação da artista baiana Ieda Oliveira, a apresentação da banda de forró Ceguêra de Nó, a performance de artistas transformistas atuantes em Salvador. Durante toda a noite, o Passeio Público também abrigará um grupo de dança de salão, cujos membros convidam os presentes à festa, que termina com o samba do bloco de rua carnavalesco De Hoje a Oito, formado por artistas e amigos do bairro do Santo Antônio, em Salvador.

Outras ações compõem também a programação inicial da Bienal, entre elas a ocupação Artística da Fazenda do Poeta Eurico Alves, com a 50ª edição do Projeto Terra – 30 de maio; a Abertura da exposição A Reencenação – 31 de maio, 19h; a Abertura da Galeria Esteio – 2 de junho, das 20h às 22h, dentre outras ações.

A programação completa da Bienal estará disponível em www.bienaldabahia.com

SERVIÇO
Abertura da 3ª Bienal da Bahia

Ato 1:
MAM, Solar do Unhão, Avenida Contorno s/nº, Salvador
29 de maio, às 18h

Ato 2:
Passeio Público, av. 7 de Setembro s/nº, Salvador
29 de maio, a partir das 20h

Ocupação artística da Fazenda Fonte Nova
Fazenda Fonte Nova, no sopé da serra de São José das Itapororocas, distrito de Maria Quitéria, a 25 km de Feira de Santana (BR 116, sentido Norte)
30 de maio, das 14h às 18h

Abertura da exposição A Reencenação
Mosteiro de São Bento, Largo São Bento 1, Centro, Salvador
31 de maio, 19h

Bienal Foge da Escola
Reitoria da UFBA, rua Padre Feijó, s/nº, Canela
2 de junho, das 18h às 20h

Abertura da Esteio Galeria de Arte
Escola de Belas Artes da UFBA, rua Araújo Pinho, 212, Canela
2 de Junho, a partir das 20h

Cozinha Relacional na Casa de Batatinha
Rua Gabriel Soares, 68, Ladeira dos Aflitos
2 de junho, a partir das 22h

3ª Bienal da Bahia
De 29 de maio a 7 de setembro de 2014
Em diversos espaços expositivos de Salvador e cidades do interior baiano


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta