Saiba por que você deve assistir A Culpa é das Estrelas
Cinema

Saiba por que você deve assistir A Culpa é das Estrelas

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Culpa é das estrelas estreia nos cinemas

E finalmente estreou no Brasil o tão aguardado A Culpa é das Estrelas, baseado no romance do escritor John Green, The Fault in Our Stars. O filme promete quebrar alguns recordes de bilheteria nos cinemas mundo afora e tem gerado um fascínio que só vemos em grandes produções seriadas, como Crepúsculo, Jogos Vorazes ou Harry Potter. Evidente que aqui a situação é diferente, pois não há continuação – por motivos narrativos – da história, então o que o público verá nos cinemas será uma história com início, meio e fim, e que após o seu final, se tornará somente uma bela lembrança nos corações, de todos – digo todos – os espectadores.

Listamos a partir de agora os cinco principais motivos para você, que ainda está indeciso quanto ao filme que assistirá nos próximos dias, escolher A Culpa é das Estrelas.

1- O roteiro do filme foi bastante fiel ao livro
Esse provavelmente é um motivo que será somente sentido por quem já leu o livro. O filme foi bastante fiel à obra que conta a bela história dos dois adolescentes, Hazel e Augustus, que se conhecem e se apaixonam em um grupo de apoio para jovens com câncer (ou que já sofreram deste mal). Sabemos que esse é o maior perigo que filmes baseados em história literárias correm: o de não fazer jus ao livro. A Culpa é das Estrelas venceu este mal no exato momento em que contratou os roteiristas do projeto: Scott Neustadter e Michael H. Weber. Esses dois caras simplesmente roteirizaram dois dos mais interessantes filmes ‘alternativos’ das últimas décadas: 500 Dias com ela (2009) e The Spectacular Now (2013). Ou seja, não há razão alguma para o leitor da história ficar desconfiado do resultado nas telonas.

2 – Impossível ficar indiferente e não se emocionar
Sim, queridos, as chances de vocês chorarem são bem grandes. Primeiro porque a temática já incentiva este tipo de reação nas pessoas. O sentimento que abarca sobre nós ao sabermos que alguém (um familiar, um amigo ou simplesmente alguém – cheio de vida – que é colega de seu primo, amiga de sua ex-colega… não importa) possui uma doença que possivelmente a levará à morte é bem intenso, grandioso e doloroso. Sentimos piedade, compaixão, queremos ajudar, enfim, nos emocionamos. É exatamente isso que acontece numa sessão de A Culpa é das Estrelas. A construção dos personagens também ajuda: Hazel (Shailene Woodley) se preocupa com a dor que poderá causar aos outros ao seu redor, enquanto Augustus (Ansel Elgort) sonha em deixar a sua própria marca no mundo, ser lembrado. É dessa relação entre diferentes modos de se ver a vida que nascerá um sentimento que dificilmente deixará o espectador indiferente.

A Culpa é das estrelas filme

3 – Shailene Woodley
Essa menina já caiu nas graças dos americanos, isso é quase um fato. Podemos dizer tranquilamente que toda a festa que a crítica especializada tem feito em torno de seu trabalho é resultado de ótimas escolhas profissionais e um talento bem fácil de se notar. Para quem ainda não conhece direito Shailene Woodley saibam que este é o quarto papel seguido de destaque dela no cinema. Sua primeira grande aparição no cinema foi logo com o premiado Os Descendentes, contracenando simplesmente com o astro George Clooney e dando um show de interpretação, ganhando inclusive uma indicação ao Globo de Ouro. Logo depois veio o que considero o seu melhor trabalho, no ótimo The Spectacular Now, onde ela dá vida a uma nerd não muito popular que está prestes a desabrochar e viver tal como uma adolescente, com sonhos, namoros e novas experiências. Depois daí veio a fase popular da garota, com o ainda recente Divergente e agora com A Culpa é das Estrelas. Guardem bem este nome.

4 – O filme bateu recordes antes mesmo de estrear
A adaptação cinematográfica ainda nem havia chegado aos cinemas e já possuía uma importante marca. O trailer estendido do filme é atualmente o vídeo mais curtido de toda a história do Youtube. Com mais de 17 milhões de visualizações, as cenas ganharam mais de 272 mil curtidas de fãs facebookianos do mundo todo (hoje já tem 305 mil), batendo a marca que antes era do filme One Direction: This Is Us.

5 – Trilha sonora linda e com Ed Sheeran
Por fim, mas não menos importante, sobretudo para alguém que ama música, e ama a música da cena mais indie, temos a trilha sonora de A Culpa é das Estrelas, que é recheada de grandes talentos da cena mais alternativa, e que casaram perfeitamente com a história e a atmosfera do filme. O grande destaque vai, obviamente, para a principal canção do filme, All of The Stars, interpretada lindamente por um dos artistas mais talentosos desta geração: Ed Sheeran. Mas além dele, temos outros grandes destaques, como Jake Bugg, Lykke Li, Kodaline e Birdy.

Tenham um bom filme.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

3 Comments

Deixe uma resposta