Mostra de Cinema Iraniano é destaque em Salvador
Agenda Cinema

Mostra de Cinema Iraniano é destaque em Salvador

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Separação está na programação

Vai ver um filme iraniano, então!

Esta frase tem sido dita por aqueles que assistem filmes mais comerciais e está cansado de ser desmerecido por isto. Então, em troca, se sugere ver um filme mais cult, inteligente, alternativo…

Pois bem, os baianos de Salvador têm uma boa oportunidade para conhecer este cinema, pois a Sala Walter da Silveira (Rua General Labatut, n 27 – subsolo da Biblioteca Pública dos Barris) exibe um panorama da recente produção cinematográfica iraniana entre os dias 21 e 27 de junho. A mostra é organizada pela Embaixada da República Islâmica do Irã e reúne obras consagradas em grandes festivais internacionais, como O Balão Branco, de Jafar Panahi, e até mesmo o vencedor do Oscar de filme estrangeiro em 2012, caso do sensacional A Separação, de Asghar Farhadi.

Também está na programação filmes mais raros e de circulação restrita no Brasil, a exemplo de Um Tempo para amar, de Ebrahim Forouzeeh, e M de mãe, de Rasoul Mollaghholipour . Outro destaque do evento é a seleção de filmes de temática religiosa: Maria, a mãe de Jesus e O Filho de Maryam. Completa a programação, o belíssimo Asghar Farhadi, Procurando Ely, filme que dialoga com clássico italiano A Aventura, de Michelangelo Antonioni. E o melhor de tudo é que a entrada é gratuita.

Imperdível.

Confira agora a programação completa
Dia 21/06
17h30
Um tempo para amar
(Irã, 2008)
Direção: Ebrahim Forouzeeh
Sinopse – A história de um próspero funcionário de uma companhia petrolífera do Irã. Conta que o relacionamento familiar começa a se tornar difícil pelo fato do casal ter dois filhos, um com limitações físicas e outro saudável, que não conseguem conviver em harmonia. Neste clima a situação familiar torna-se insustentável, a ponto de levar o casal a uma quase separação. Mas, uma professora e um aluno descobrem uma maneira de resolver o problema da criança deficiente.

19h30
M de Mãe (Mim mesle madar, Irã, 2006)
Direção: Rasoul Mollaghholipour
Sinopse – Narra a história de Sepideh, uma jovem iraniana, que desiste do sonho de uma promissora carreira musical, para se casar com Soheil, membro do governo iraniano, o homem que ela amava. Mas o que parecia ser uma linda história de amor, logo se transforma em um drama familiar, quando o casal descobre que o seu primeiro filho, provavelmente nascerá com problemas congênitos, porque a mãe fora exposta a gás tóxico durante a guerra Irã-Iraque. O pai não querendo ter o filho deficiente, tenta forçar a esposa a fazer um aborto. Ela porém insiste em levar a gravidez até o fim. O esposo a abandona, deixando a mãe e filho à própria sorte. Este filme é um exemplo de coragem e abnegação para todas as mulheres que, a todo custo, se sacrificam para defender a vida.

Dia 22/06
17h30
Maria, a mãe de Jesus (Irã, 2002)
Direção: Shahryar Bahrani
Sinopse – Um documentário fascinante sobre a vida de Maria, proclamada como “bendita entre todas as mulheres” por ter sido escolhida por Deus para ser mãe de Jesus. A história de Maria começa no ano 16 antes de cristo. O povo de Jerusalém espera impacientemente pelo nascimento do filho de Emran, o “ Messias”, porém nasce uma menina. Ana, a sua mãe, dá-lhe o nome de Maria, que significa Serva de Deus.

19h30
A Separação (Jodaeiye Nader Az Simin, Irã, 2011)
Direção: Asghar Farhadi
Sinopse – Após ser largado por sua esposa, Nader contrata uma jovem para cuidar de seu pai doente. O que ele não sabe é que essa jovem está grávida e aceitou o trabalho sem o consentimento do marido, um homem psicologicamente instável.

Dia 24/06
17h30

O balão branco (Badkonake Sefid, Irã, 1995)
Direção: Jafar Panahi
Sinopse – A pequena Razieh começa a descobrir que o mundo fora de seu quintal não é tão maravilhoso. A menina sai de casa para comprar um peixinho dourado, para as comemorações do ano novo iraniano, e passa apertos para conseguir seu objetivo. E ainda encontra adultos mal intencionados.

19h30
Procurando Ely (Darbareye Elly, Irã, 2009)
Direção: Asghar Farhadi
Sinopse –Após passar anos na Alemanha, Ahmad volta ao Irã e seus amigos organizam três dias de comemoração. Sem que o resto do grupo siba, Sepideh convida para a festa a Jovem Elly, professora de sua filha. Ahmad, que acabou de se separar da esposa alemã e gostaria de começar uma nova vida com uma iraniana, vê em Elly a mulher perfeita. No dia seguinte, no entanto, ela desaparece misteriosamente. O clima entre os amigos torna-se amargo e acusatório e eles iniciam uma pequena investigação para descobrir o paradeiro da moça.

Dia 26/06
17h30

Filho de Maryam (Pesar-e Maryam, Irã, 2007)
Direção: Hamid Jebelli

Sinopse –O filho de Maryam é a história de Rahman, o menino muçulmano, entregador de leite no vilarejo ao noroeste do Irã. Sua mãe morre quando ele nasce. Por não tê-la conhecido, nemmesmo em foto, o menino sente-se atraído pela beleza do ícone da Virgem Santíssima, em que ele descobre semelhança com a imagem que faz de sua mãe, também chamada de Maryam. A partir desse momento, nasce uma forte amizade entre o menino e o padre idoso da igreja local. Quando o padre sofre um acidente, Rahman e Davud, seu amigo cego, assumem as tarefas de cuidar do padre, procurar seu irmão George e tomar conta da igreja de Gavilan.

19h
José  (Irã, 2011)
Direção: Farajallah Selhashoori
Sinopse – A história do Profeta José, o escravo nascido na Mesopotâmia que através da dádiva da interpretação dos sonhos e da submissão total a Deus se tornou um dos homens mais respeitados do Egito antigo.

Dia 27/06
17h30
M de Mãe (Mim mesle madar, Irã, 2006)
Direção: Rasoul Mollaghholipour

19h30
A Separação (Jodaeiye Nader Az Simin, Irã, 2011)
Direção: Asghar Farhadi


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta