Conhecendo melhor o Museu do Louvre
Arte

Conhecendo melhor o Museu do Louvre

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Vista do Museu do Louvre

O grandioso museu francês fica localizado no Palácio do Louvre em Paris, ocupando um espaço de 60.600m², dividido em oito seções

É com um enorme prazer que descobrimos que uma matéria que fizemos sobre o Museu do Louvre – Faça uma visita virtual ao Museu do Louvre – é uma das que mais recebem visitas diariamente aqui no site. Normalmente as pautas mais comerciais – estreias no cinema, críticas de filmes, entrevistas com cantores ou matérias sobre grandes shows encabeçam esta lista. Mas percebemos que há sim um interesse cada vez mais crescente das pessoas por exposições, museus e obras de arte. Esta constatação é das mais revigorantes para qualquer um que trabalha com cultura.

Pensando nisto, resolvemos ir mais a fundo e, num trabalho de buscar informações úteis e curiosidades, apresentamos um pouco mais sobre este que é um dos museus mais fantásticos de toda a história. Com vocês, o Museu do Louvre:

Onde fica?
O grandioso museu francês fica localizado no Palácio do Louvre em Paris, ocupando um espaço de 60.600m², dividido em oito seções e com mais de 35 mil obras permanentes no seu lindo acervo. Para quem ficou curioso sobre as seções, eis aqui as oito:

Antiguidade oriental
Egito
Gregos, etruscos e romanos
Arte do Islã
Esculturas
Objetos de arte
Pintura
Artes gráficas
.

Mona Lisa, do italiano Leonardo da Vinci

Quais as principais obras do museu?
Não há como falar sobre o Louvre sem citar a Mona Lisa, de Leonardo da Vinci. A obra, talvez a mais famosa da história, fica logo no 1° andar do Museu, na ala Denon, sala 6, no departamento de pinturas italianas. A emoção de se deparar com uma obra de arte tão emblemática deve ser tão avassaladoramente indescritível que sinceramente nem imagino como seria.

Outra obra icônica é a pintura A liberdade Guiando o povo, de Eugène Delacroix em comemoração a Revolução de Julho de 1830 com a queda de Carlos X. A pintura mostra uma mulher representando a liberdade guiando sobre os corpos derrotados, enquanto a mesma segura à bandeira da Revolução Francesa. Além de belíssima, é uma das obras que mais recebem referências da cultura pop, é só lembrar-se da capa do álbum Viva La Vida, do Coldplay.

Para não ficar nos alongando em obras, falarei agora de uma seção, que certamente é uma das que mais despertam curiosidade no público: EGITO

Com mais de 50 mil objetos (sim, 50 mil objetos!), abrange os períodos desde o Antigo Egito até a arte copta, incluindo os períodos helenístico, romano e bizantino, e seu conjunto proporciona uma ampla visão da cultura e sociedade egípcias em todos os seus aspectos. É uma seção que mescla beleza extrema com grande relevância histórica.

Outras obras
O astrônomo e A rendeira, de Vermeer, o Auto-retrato de Rembrandt, o Calvário de Mantegna, As bodas de Caná de Paolo Veronese, a Morte da Virgem, de Caravaggio, dentre milhares de outras grandiosas obras.

A Pirâmide do Louvre
Só para reafirmar o poder que o Museu do Louvre exerce sobre a história da arte, iremos agora falar daquela enorme estrutura em forma de pirâmide que fica bem em frente ao museu. Os leitores de Dan Brown sabem muito bem que a Pirâmide do Louvre, com apenas vinte anos de idade, já desperta enorme curiosidade dos fãs de arte.

A estrutura foi encomendada presidente francês François Mitterrand, lá em 1984, e projetado pelo arquiteto I. M. Pei, também encarregado da concepção do Museu Miho, no Japão, entre outros. A estrutura, que foi construída inteiramente com segmentos de vidro, atinge uma altura de 20,6 metros, e a sua base quadrada tem por volta de 35 metros de lado. É constituída por 603 peças de losangos e 70 segmentos triangulares de vidro.

Vista da Pirâmide do Louvre

A Pirâmide e o átrio subterrâneo foram criados por conta de uma série de problemas com a entrada principal do museu, que já não podia lidar com um número enorme de visitantes em uma base diariamente. Os visitantes que entram através da pirâmide podem descer ao átrio espaçoso, em seguida, voltar a subir para os principais edifícios do Louvre. O resultado ficou sensacional, não?

Bem, essa foi mais uma pequena mostra do quão mágico é o Museu do Louvre. Caso alguém esteja de malas prontas para uma visita à França, nem precisamos dizer que uma visita ao museu é obrigatória (a visita é gratuita no primeiro domingo de cada mês). Já para quem não tem previsão de visita, uma boa opção é seguir o nosso link e fazer uma viagem virtual das mais belas por um dos espaços mais sensacionais que o ser humano já produziu.

Veja mais algumas obras do Museu du Louvre


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta