Espetáculo Crimes Delicados faz temporada em julho na capital baiana
Agenda Teatro

Espetáculo Crimes Delicados faz temporada em julho na capital baiana

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Crimes Delicados estreia temporada baiana

Peça chega ao Teatro Jorge Amado trazendo no elenco os atores Rafael Medrado, Patrícia Rammos e Thais Laila

É verdade que uma das maiores fontes de inspiração para cineastas, dramaturgos e escritores é a vida e todas as suas peculiaridades. O texto de Crimes Delicados, espetáculo que faz temporada em julho no Teatro Jorge Amado, aparentemente reafirma esta ideia.

Logo na premissa vemos o quão realista se propõe o espetáculo. Vejamos: na trama, José Antônio de Souza criou um casal típico de classe média, que dá vazão a seus instintos mais violentos. Lila decide matar seus pais, simplesmente porque essa atitude é uma moda constatada pelos noticiários de jornais (lembrando bastante casos como o da jovem de classe média Suzane von Richthofen, que junto com seu namorado assassinou os seus pais na cidade de São Paulo). Hugo decide ajudá-la a realizar o grande crime, mas como eles não têm experiência no assunto, decidem treinar matando seres menos importantes como animais e empregados da casa. Depois de matar os animais de estimação, o casal trama cuidadosamente o assassinato da empregada Efigênia, preparando com riqueza de detalhes cada golpe de crueldade.

Este instinto de violência o cinema já retratou muito bem, com cineasta como Michael Haneke, que apresentou ao mundo em Funny Games (Violência Gratuita), o quão a violência está enraizada na personalidade do ser humano, e em algum momento ela externaliza (em menor ou maior grau).

No espetáculo, os jovens cometem o assassinato e saboreiam suas ações. Criam possibilidades de interrogatórios e estratégias para atrair suspeitas, já que a ideia até então é vivenciar uma experiência real apenas para se preparar para o crime importante que virá depois. E em meio a conflitos e questionamentos a empregada reaparece inteira e viva, resistindo aos ataques dos patrões, causando desespero e loucura, uma vez que a partir dali não podem mais voltar atrás.

Um espetáculo que promete fazer o público baiano refletir a sociedade contemporânea, marcada por uma cada vez mais intensa banalização, e até mesmo glamorização, da violência e da criminalidade. Ao colocar esta temática como centro da história, José Antônio de Souza, juntamente com Marcus Alvisi (que assina a direção), produzem um espetáculo que possui todos os componentes para ser bem sucedido em sua temporada baiana.

SERVIÇO
Crimes Delicados

Teatro Jorge Amado
05 a 20 de Julho – Sábados às 20 hs e domingos às 19 hs
R$ 40,00 e R$20,00
14 anos


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta