O Estudante: premiado filme argentino está em cartaz no Rio e em SP
Cinema Notícias

O Estudante: premiado filme argentino está em cartaz no Rio e em SP

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Estudante estreia no Belas Artes

O longa de Santiago Mitre aborda os movimentos estudantis na Argentina e já estava em cartaz no Belas Artes de São Paulo

Um dos roteiristas mais talentosos da Argentina, Santiago Mitre está a frente do premiado filme O Estudante, que desde a semana passada está em cartaz no Caixa Bela Artes, em São Paulo, e que agora finalmente estreia no Rio de Janeiro. O projeto, que tem distribuição da Pandora Filmes, é o primeiro longa-metragem que ele assina sozinho, depois da experiência no longa coletivo El Amor – Primeira Parte (2005), onde dividiu a direção com Alejandro Fadel, Martín Mauregui e Juan Schnitman.

Mitre é mais conhecido por ter escrito o roteiro de alguns dos mais interessantes filmes argentinos como Abutres, Leonera e Elefante Branco, todos realizados pelo aclamado diretor Pablo Trapero, um dos nomes mais importantes do atual cinema argentino.

O Estudante
O filme é ambientado em Buenos Aires e tem como ponto central os movimentos estudantis vividos por jovens idealistas apaixonados por política, apresentando ainda uma subtrama romântica envolvendo o personagem protagonista. Em uma primeira olhada, o projeto traz semelhanças com Depois da Chuva, primeiro longa-metragem dos cineastas Cláudio Marques e Marília Hughes, que também tem como foco a ebulição política vivenciada por jovens em movimentos estudantis. Entre os muitos troféus recebidos por O Estudante, destacam-se o Prêmio Especial del Júri no 13°Buenos Aires Festival Internacional de Cine Independiente (BAFICI) e oPrêmio Especial do Júri do Festival de Locarno.

História
O filme narra a história deRoque (interpretado pelo ator Esteban Lamothe) um jovem do interior, que chega a Buenos Aires para recomeçar a faculdade pela 3ª vez. Sem interesse nas aulas, ele se ocupa fazendo amigos e conhecendo garotas. Até que uma delas o apresenta ao mundo da militância política. Numa das reuniões do partido dela, ele conhece um ex-político e professor da universidade. Com ele, Roque aprende a ser líder estudantil e encontra sua vocação, mas logo percebe que as regras desse universo não são muito diferentes da política fora das universidades.

Uma ótima dica para os cinéfilos paulistanos


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta