Premiação traz Faroeste Caboclo e Serra Pelada como grandes favoritos
Cinema Notícias

Premiação traz Faroeste Caboclo e Serra Pelada como grandes favoritos

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Faroeste Caboclo

Faroeste Caboclo

O Grande Prêmio do Cinema Brasileiro também tem Flores Raras no topo de indicações. Evento acontece no dia 26 de agosto, no Rio de Janeiro

Completando 13 anos de vida e já consolidado como a maior premiação do cinema nacional, o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro acabou de divulgar a lista completa de indicados, trazendo algumas surpresas. O evento este ano será realizado no dia 26 de agosto no Theatro Municipal do Rio de janeiro e premiará os profissionais e filmes lançados comercialmente em 2013, além de homenagear o diretor e dramaturgo Domingos Oliveira.

Como grande novidade da premiação nesta edição, teremos a inclusão da categoria Melhor Longa-Metragem de Comédia, provando de vez por todas que o cinema nacional possui como grande filão o gênero comédia.

O Grande Prêmio do Cinema Brasileiro terá transmissão ao vivo do Canal Brasil e do site www.canalbrasil.com.br.

Indicados
Dos indicados, os grandes destaques são os filmes Faroeste Caboclo, de Rene Sampaio, e Serra Pelada, de Heitor Dhalia, que lideram as indicações com 13 menções cada um. Já Flores Raras, do cineasta Bruno Barreto, recebeu 12 indicações, seguido da interessante comédia de Halder Gomes Cine Holliúdy, que concorre a 10 prêmios Grande Otelo. Ainda entraram na lista o esplêndido O Som ao Redor, de Kleber Mendonça Filho, e outro filme bem premiado em festivais, Tatuagem, de Hilton Lacerda, com oito indicações cada.

Confira a lista com as principais categorias e torça pelo seu preferido

Melhor longa–metragem de ficção
Cine Holliúdy
de Halder Gomes. Produção: Halder Gomes e Dayane Queiroz por ATC;
Faroeste caboclo de Rene Sampaio. Produção: Bianca De Felippes por Gávea Filmes e Produções, Marcello Maia por República Pureza e René Sampaio por Fogo Cerrado Filmes.
Flores raras de Bruno Barreto. Produção: Lucy Barreto e Paula Barreto por LCBarreto e Filmes do Equador;
O som ao redor de Kleber Mendonça Filho. Produção: Emilie Lesclaux por Cinemascópio Produções;
Tatuagem de Hilton Lacerda. Produção: João Vieira Jr, Chico Ribeiro e Ofir Figueiredo por REC Produtores Associados.

Melhor longa–metragem documentário
A luz do tom
de Nelson Pereira dos Santos. Produção: Márcia Pereira dos Santos por Regina Filmes Ltda e Maurício Andrade Ramos por Videofilmes;
Dossiê Jango de Paulo Henrique Fontenelle. Produção: Paulo Mendonça por Canal Brasil;
Elena de Petra Costa. Produção: Petra Costa por Busca Vida Filmes
Jorge Mautner – o filho do holocausto de Pedro Bial e Heitor D’Alincourt. Produção: Paulo Mendonça por Canal Brasil e Pedro Bial;
O dia que durou 21 anos de Camilo Tavares. Produção: Karla Ladeia por Pequi Filmes;
São Silvestre de Lina Chamie. Produção: Denise Gomes e Paula Cosenza por BossaNovaFilms e Girafa Filmes.

Melhor direção
Bruno Barreto por Flores Raras
Halder Gomes por Cine Holliúdy
Heitor Dhalia por Serra Pelada
Hilton Lacerda por Tatuagem
Kleber Mendonça filho por O som ao redor

Melhor atriz
Fernanda Montenegro como Bibiana por O tempo e o vento
Gloria Pires como Lota de Macedo soares por Flores Raras
Isis Valverde como Maria Lucia por Faroeste Caboclo
Leandra leal como Zoé por Mato sem cachorro
Shophie Charlotte como Tereza por Serra Pelada

Melhor ator
Edmilson Filho como Francisgleydisson por Cine Holliúdy
Fabrício Boliveira como João de santo cristo por Faroeste Caboclo
Irandhir Santos como Clécio por Tatuagem
Irandhir Santos como Clodoaldo por O som ao redor
Jesuíta Barbosa como Fininha por Tatuagem
Wagner Moura como Theo Gadelha por A Busca

Melhor atriz coadjuvante
Alexandra Richter como Iesa por Minha mãe é uma peça – o filme
Ana Marlene como mãe do Waldisney por Cine Holliudý
Ângela Leal como dona Berta por Bonitinha, mas ordinária
Bianca Comparato como Carmem Tereza por Somos tão jovens
Sandra Corveloni como dona Carminha por Somos tão jovens

Melhor ator coadjuvante
Antônio Calloni como marco Aurélio por Faroeste Caboclo
Bruno Torres como Fê Lemos por Somos tão jovens
Jesuíta Barbosa como Navalhada por Serra Pelada
Matheus Nachtergaele como coronel Carvalho por Serra Pelada
Wagner Moura como Lindo rico por Serra Pelada


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta