O dia em que The Big Bang Theory virou Friends | Cabine Cultural
Notícias Televisão

O dia em que The Big Bang Theory virou Friends

The Big Bang Theory

Trio principal da mais bem sucedida comédia da década nos Estados Unidos ganhará, cada, um milhão de dólares por episódio

Depois de muitas negociações e com a possibilidade real das gravações (para o início da nova temporada) serem atrasadas, o martelo foi batido e a notícia correu o mundo com a rapidez da internet: os três principais atores de The Big Bang Theory, Jim Parsons, Johnny Galecki e Kaley Cuoco, que interpretam Sheldon, Leonard e Penny, respectivamente, receberão um milhão de dólares por cada episódio, um salto enorme de mais de seiscentos mil dólares (o salário antigo era exatamente US$ 325 mil)

Tais números lembram um acontecimento que marcou o início da década de 2000 no mundo das séries de TV nos Estados Unidos: os seis atores de Friends (Jennifer Aniston, Courteney Cox, Lisa Kudrow, Matt LeBlanc, Matthew Perry e David Schwimmer) obrigaram a produção da série a pagar US$ 1 milhão a cada um deles por cada episódio gravado.

Diferente de The Big Bang Theory, em Friends todo o elenco regular recebeu o aumento, enquanto que na série dos nerds os atores Simon Helberg (Howard) e Kunal Nayyar (Raj) ainda estão negociando com a empresa que produz a série, mas certamente devem receber bem abaixo dos três principais. (os dois acabaram de entrar em acordo, cada um irá receber 100 mil dólares por episódio). Já Mayim Bialik (Amy) e Melissa Rauch (Bernadette) já haviam renovados seus contratos, também com aumento de salário, e também bastante longe da casa milionária.

Outra similaridade entre as duas séries, é que ambas são (ou foram) líderes absolutas de audiência na televisão americana. TBBT teve em sua mais recente temporada uma média de quase 20 milhões de espectadores, e grande parte desta audiência vem justamente do que é considerada a audiência de ouro, que é o público entre 18 e 49 anos. Ter uma boa média neste nicho representa cotas de patrocínio espetaculares, o que torna no fim das contas bem razoável o pedido de aumento dos integrantes.

Cabe agora saber se a representatividade que The Big Bang Theory hoje possui chega próximo ao sucesso extraordinário que Friends obteve no final dos anos 1990 e início da década seguinte. Rachel, Ross, Chandler, Monica, Phoebe e Joe entraram para a história como personagens icônicos que qualquer ser humano conhecia e adorava. Resta ver se Sheldon Cooper e sua turma também serão lembrados por toda a eternidade (que no mundo das séries representa algumas décadas).


2 respostas para “O dia em que The Big Bang Theory virou Friends”

    • Sim Clara, está certa,

      Resta saber se daqui há décadas eles continuarão a ser lembrados e usados como referência. Friends já acabou há mais de uma década e ainda está bem viva na memória de todos.

      Mas só o tempo responde esta questão.

      Abração

Deixe uma resposta