How I Met Your Mother e seus melhores episódios | Cabine Cultural
Televisão

How I Met Your Mother e seus melhores episódios

How i met your mother

How i met your mother

Série que acabou em março foi marcada pela narrativa ímpar e criativa, mas também por um series finale polêmico que deixou a desejar

Depois de rever todas as nove temporadas, já posso com um pouco mais de certeza listar aqui os melhores episódios de How I Met Your Mother. O trabalho é bem difícil, já que a série apresentou, ao longo de mais de duzentos episódios, grandiosas e interessantes histórias, roteiros criativos e arcos mitológicos.

Claro que o desfecho ainda traumatiza muitos, e talvez por isso ainda nem tenha revisto o episódio derradeiro, porém mesmo assumindo que seu fim tenha sido fraco, nada invalida todo o percurso que os cinco amigos percorreram durante nove anos. Muito pelo contrário, revendo todas as temporadas novamente, fica a certeza de que a série merece um belo lugar na história da televisão americana, como uma das mais criativas comédias da história e certamente a melhor dos últimos anos.

Os melhores episódios listados aqui servem mais como uma introdução ao universo da série; seria como sugerir para alguém que nunca viu How I Met Your Mother e que busca sentir o gosto de assistir uma pequena amostra para ver se vale a pena fazer uma longa maratona de nove temporadas. Ficaram de fora alguns episódios marcantes e importantes para a série; colocarei como bônus em algum outro momento.

Então para vocês que querem conhecer uma das melhores séries já criadas, aqui uma sugestão de episódios para saborear. E se você já assistiu a série, uma forma de relembrar e concordar ou não com a lista.

10 – Ten Sessions
Tem Sessions, da terceira temporada,certamente é o principal episódio da série, e por isso não poderíamos deixar de colocá-lo na lista. How I Met Your Mother, mesmo tendo suas duas primeiras temporadas impecáveis, oscilava bastante na audiência, e não havia garantia alguma de que a série tivesse uma quarta temporada. Foi ai que entrou Britney Spears, que na época envolvia-se em uma polêmica por dia e alimentava os sites de fofocas americanos com suas estripulias de superstar. Ela havia comentado que era fã da série e que adoraria participar de algum episódio. Dito e feito; ela não só foi convidada como teve sua participação estendida, interpretando a secretária sonhadora Abby.

Ten Sessions marcou o recorde de audiência da série (até aquele momento) e a partir daí How I Met Your Mother ressurgiu e nunca mais voltou a sofrer com a possibilidade de cancelamento por motivos de baixa audiência. O episódio também marcou o início da relação de Ted com Stella, que culminaria em um casamento e alguém sendo largado no altar.

Leia também:  Paris para Um e outros contos tem lançamento no Brasil pela Intrínseca

9 – The Pineapple Incident
Um dos principais destaques de HIMYM é sem dúvida alguma a mitologia criada ao longo dos anos. The Pineapple Incident não somente pode ser colocado neste grupo de elementos que constituem a série, como talvez seja o mais emblemático de todos. A história traz uma narrativa não linear, comum na série, e apresenta, além do misterioso abacaxi (que dá título ao episódio), à personagem Trudy, interpretada por ninguém menos que Danika Mckellar, Winnie Cooper, de Anos Incríveis. Seu papel ficou tão marcado, que ela retornou temporadas depois.

8 – Lucky Penny
A narrativa de Lucky Penny, da segunda temporada, apresenta o melhor de How I Met Your Mother: roteiro criativo, cronologia subvertida e histórias pra lá de engraçadas. Aqui Ted está prestes a viajar para uma entrevista de emprego que mudaria sua vida, mas acaba perdendo o voo por chegar atrasado ao Aeroporto; ali, ele e Robin buscam o culpado pelo seu atraso. É neste momento que o episódio vai contando, um a um, todos os acontecimentos que fizeram Ted perder o voo. Além de extremamente engraçado, diz a lenda que aqui os produtores já davam a dica de quais seriam os nomes dos filhos de Ted: Luke e Penny (quase o título do episódio).

7 – Drumroll, Please
Em um dos últimos episódios da temporada final, Robin lista um top 5 com os principais relacionamentos de Ted, e em primeiro lugar se encontra Victoria (Ashley Williams). Bem, é aqui, em Drumroll, Please, que Victoria é apresentada formalmente ao público da série. A história, que dá continuação ao episódio The Wedding, mostra o dia seguinte ao casamento, com Ted contando que havia tido o melhor encontro de sua vida, mas que nunca mais veria a garota novamente. Essa garota é Victoria e a história dos dois é uma das mais bem contadas de toda a série (só escorregaram feio no desfecho, lá na oitava temporada, mas tudo bem). Com cronologia não linear, com muitos flashbacks, o episódio também é marcado pelo fato de, pela primeira vez, Robin demonstrar que sente algo por Ted.

6 – Dowisetrepla
Dowisetrepla marca, de algum modo, o fim de uma era em How I Met Your Mother. Para quem não lembra, foi nesta época que desencadeou uma longa greve de roteiristas nos Estados Unidos e muitas séries foram arduamente prejudicadas por isso. HIMYM foi uma delas, pois até aqui a história possuía um roteiro impecável do ponto de vista criativo, e após o retorno dos roteiristas, a série, coincidentemente, nunca mais foi a mesma. O episódio trata de um dos três maiores arrependimentos da vida de Marshall: ter comprado o tal apartamento em Dowisetrepla, que todos achavam se tratar do mais novo e badalado bairro de Nova York, mas que se tratava na verdade da abreviação para o lugar onde acontece o tratamento de esgoto da cidade. O modo como eles descobrem isso é sensacional.

How I Met Your Mother

Elenco de How I Met Your Mother

5 – Ducky Tie
Episódio do início da sétima temporada, que introduz um novo objeto ao roll de elementos da mitologia da série: o ducky tie, ou melhor dizendo, a gravata com figurinhas de pato. Além da aposta, que leva Barney a ter que usar a tal gravata pelo resto do ano (da temporada), o episódio marca o retorno, depois de muitos anos, de Victoria à série. O reencontro dela com Ted proporciona um importante diálogo já no fim da história, que acarreta na mudança de dinâmica da série para o resto da temporada, culminado com o afastamento de Ted e Robin e até mesmo com a volta de Victoria à vida de Ted, no último episódio da sétima temporada. Engraçado, com um dos diálogos mais sensacionais da história da série (Lily e Barney negociando os termos da aposta).

Leia também:  Crítica A Cabana: um filme recheado de simbolismos sobre Deus, vida e perdão

4 – Spoiler Alert
Spoiler Alert (da terceira temporada) é, provavelmente, o episódio que indicaria para alguém que nunca viu HIMYM. Nele, tudo que há de melhor na série é potencializado: desde a absurda criatividade da história, passando pela relação crível do assunto principal com nossas vidas, e terminando com a narrativa, que vai e volta numa dinâmica bem construída e como bônus nós temos mais um relacionamento de Ted que vai pra as cucuias. A teoria por trás da história – o nível de interesse que você possui por alguém te leva a não perceber características irritantes que esta pessoa venha a ter – é muito bem construída, e ver os personagens descobrindo aos poucos suas manias é de uma diversão garantida.

3 – Bad News
Bad News, episódio marcante da sexta temporada, é um divisor de águas no universo das comédias americanas. Não me lembro de nenhuma outra série que ousou tanto na inserção de drama num programa de humor quanto HIMYM fez aqui. O roteiro, que joga nas cenas do episódio uma contagem regressiva do número 50 até o 1, faz uma enorme pegadinha com o título do episódio. Quando, já perto do fim, vemos o desfecho positivo para o problema de Marshall (ele poderia ter filhos normalmente) e vemos o próprio Marshall dizendo ao médico que esperava ter notícias ruins (bad news), acreditamos que a história havia acabado com um final feliz. Ledo engano: ao chegar ao número 1, Lily desce do táxi e informa ao marido que ele havia perdido o pai, vítima de um ataque cardíaco. A cena é linda, triste e marcante.

Leia também:  Crítica: History estreia nova temporada de “Os Caçadores de Relíquias”

2 – How Your Mother Met Me
Muitos perguntarão por que Girls vs Suits, episódio histórico – por ser o de número 100 da série – não está aqui. Respondo dizendo que How Your Mother Met Me, além de – em tese – representar o dobro de importância (é o episódio número 200), mostra simplesmente a história da mãe, que já sabemos nesta altura do campeonato quem é (seu nome é Tracy). O episódio faz uma reverência a toda história da série e serve como um enorme presente para os fãs, que vê o roteiro revisitar tudo que havia marcado a série ao longo de nove anos: o guarda-chuva amarelo, a festa de St. Patrick Days, o naked man… todo fã que chegou (aos trancos e barrancos) até a nona temporada, sonhava com este dia, e o episódio conseguiu a proeza de ir além das expectativas.

1 – Slap Bet
Desculpem-me, mas qualquer lista que não tenha Slap Bet como primeiro colocado não merece ser respeitada. Radicalismo à parte, o episódio é um marco na história da série e foi aqui que Cobie Smulders – sem saber ainda – foi jogada para o primeiro escalão da televisão americana, como um das mais belas talentosas novas atrizes de sua geração. Cobie, ou melhor, Robin. Ou melhor, Robin Sparkles, foi a melhor sacada que toda equipe de criação teve nestas nove temporadas de vida. A personagem, uma pop star canadense dos anos noventa, oferecia milhares de possibilidades para a história – e por isso foi usada algumas vezes, sempre em momentos estratégicos – incluindo ai uma música que não saíria da cabeça do fã de How I Met Your Mother: Lets Go to the Mall, um dos maiores, senão o maior, hits criado dentro de uma série. E veja, falamos apenas da parte que envolve a Robin Sparkles, nem chegamos ao segundo grande fio condutor da série em toda a história (o primeiro é a busca da mother). Sim, a aposta do tapa foi o maior trunfo da série, e sabendo disso, foi somente no penúltimo episódio da série que os roteiristas decidiram aposentar o plote. Mas antes disto, o tapa foi usado no dia de ação de graças, no dia em que Barney atuou em um monólogo gigante e foi até usado como personagem principal de um episódio (Slapsgiving 3: Slappointment in Slapmarra). Por introduzir na série a Robin Sparkles e a aposta do tapa que Slap Bet recebe o título de melhor episódio da história de HIMYM.




2 respostas para “How I Met Your Mother e seus melhores episódios”

  1. Gostei da lista, mas o meu favorito é o Lorenzo Von Matterhorn. Muito criativo e interativo, se você procurar na Internet, vai achar os sites.

Deixe uma resposta