CCBB apresenta grande retrospectiva de filmes com Marlene Dietrich
Agenda Cinema

CCBB SP apresenta grande retrospectiva de filmes com Marlene Dietrich

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Annex – Dietrich, Marlene (Blue Angel, The)

Mostra acontece em São Paulo e em Brasília e reúne em película os sete filmes da diva com Josef von Sternberg, clássicos de Welles, Wilder, Hitchcock e mais

Uma das maiores estrelas da história do cinema, Marlene Dietrich ganha em São Paulo e Brasília uma mostra retrospectiva que exibirá 25 filmes com a diva alemã. Na capital paulista a mostra começa hoje, 17 de setembro, e vai até o dia 20 de outubro.

Marlene, figura transgressora e a frente de seu tempo, já mostrava ao mundo nos anos 20 e 30 toda a sua personalidade forte. Ela gostava de usar terno, atitude considerada revolucionária para a época. Em Paris, políticos tentaram impedir que ela aparecesse vestida de terno em público, mas não conseguiram. No filme Marrocos, ela canta numa boate; após a música, ela leva uma rosa para uma mulher no público e lhe dá um beijo na boca, uma cena que fez escândalo em Hollywood. Sua atitude liberal, a atuação firme contra o nazismo e o racismo e a sua emancipação feminina se refletem em sua filmografia e em sua atuação, transformando-a automaticamente em uma das mais relevantes artistas do século XX.

A mostra Marlene Dietrich, no Centro Cultural Banco do Brasil, reúne 25 filmes com a atriz. Entre eles os sete filmes da parceria dela com Josef von Sternberg (de O Anjo Azul), apresentados em película. E ainda dois documentários sobre a diva: um realizado em 1984 por Maximilian Schell onde ela, já reclusa no seu apartamento em Paris, não permite ser filmada, e o outro realizado por seu neto David Riva já após a morte dela.

Marlene ganhou fama internacional com o clássico alemão O Anjo Azul de 1930. O filme marcou o início de uma série de trabalhos realizados com o cineasta Josef Von Sternberg e que se tornaram imortais pela qualidade cinematográfica e busca estética. Marlene representou mulheres de reputação duvidosa, as vamps daquela época. A dupla artística realizou ao todo sete filmes, todos grandes clássicos do cinema: Mulher satânica, A imperatriz galante, A Vênus loira, O expresso de Shangai, Desonrada, e Marrocos, filme pelo qual foi indicada ao Oscar.

Annex – Dietrich, Marlene (Scarlet Empress, The)

Com o fim da parceria com Von Sternberg, Marlene continuou trabalhando com os grandes diretores daquela época e realizou filmes com Ernst Lubitsch, Orson Welles, Billy Wilder, Alfred Hitchcock, Fritz Lang, entre outros.

Marlene
A atriz nasceu em Berlim em 1901, estudou Artes Cênicas e participou de vários filmes mudos até ser descoberta por Sternberg, que a levou para os EUA, onde ela trabalhou nas décadas seguintes para os grandes estúdios de Hollywood. Na década de 30, a estrela foi convidada por Josef Goebbels para protagonizar filmes pró-nazistas, mas recusou o convite e se tornou cidadã americana. Durante a Segunda Guerra Mundial, ela apoiou o Exército americano e cantou na Europa para as tropas aliadas, para divertir os soldados em guerra. Depois da guerra, ela começou a cantar em grandes shows em Las Vegas e iniciou uma segunda carreira como cantora. Marlene morreu em 1992 em Paris, onde passou os últimos anos da sua vida em reclusão total em seu apartamento.

A mostra Marlene inclui ainda a publicação de um minicatálogo com texto original de Pedro Maciel Guimarães sobre a parceria Marlene-Sternberg.

Confira a programação completa da mostra em São Paulo e se agende

CCBB São Paulo
Dia 17/09 – Quarta-feira
17h – Marlene – 94 min, Digital, 1984, 14 anos.
19h – O anjo azul (versão em inglês) – 99 min, Digital, 1930, 12 anos.

Dia 18/09 – Quinta-feira
17h – O expresso de Shangai   – 80 min, 35 mm, 1932, 12 anos.
19h – Mulher satânica – 76 min, 35mm, 1935, Livre.

Dia 19/09 – Sexta-feria
15h30 – Julgamento em Nuremberg – 179 min, Digital, 1961, 16 anos.
19h – A Vênus loira – 93 min, 35mm, 1932, Livre.

Dia 20/09 – Sábado
14h – O jardim de Alá – 79 min, Digital, 1936, Livre.
16h – Marrocos – 91 min, 35mm, 1930, 12 anos.
18h – O diabo feito mulher – 89 min, Digital, 1952, Livre.

Dia 21/09 – Domingo
14h – Anjo – 91 min, Digital, 1937, Livre.
16h – Martin Roumagnac – 115 min, Digital, 1946, 12 anos.
18h – Pavor nos bastidores – 110 min, Digital, 1950, 16 anos.

Dia 22/09 – Segunda-feira
17h – Marrocos – 91 min, 35mm, 1930, 12 anos.
19h – Atire a primeira pedra – 94 min, Digital, 1939, Livre.

Dia 24/09 – Quarta-feira
17h – Mulher satânica – 76 min, 35mm, 1935, Livre.
19h – A imperatriz vermelha – 104 min, 35mm, 1932, 12 anos.

Dia 25/09 – Quinta-feira
17h – A Vênus loira – 93 min, 35mm, 1932, Livre.
19h – Marrocos – 91 min, 35mm, 1930, 12 anos.

Dia 26/09 – Sexta-feira
14h30 – Marlene, sua própria canção – 112 min, Digital, 2004, 12 anos.
17h – A Mundana – 116 min, Digital, 1948, Livre.
19h30 – Testemunha de acusação – 116 min, Digital, 1957, 12 anos.

Dia 27/09 – Sábado
13h30 – A marca da maldade – 115 min, Digital, 1958, 12 anos.
16h – O anjo azul (versão alemã) – 99 min, 35mm, 1930, 12 anos.
18h – Mulher satânica – 76 min, 35mm, 1935, Livre.

Dia 28/09 – Domingo
Não haverá exibições da mostra MARLENE

Dia 29/09 – Segunda-feira
17h – A pecadora – 87 min, Digital, 1940, Livre.
19h – Kismet – 100 min, Digital, 100 min, Livre.

Dia 01/10 – Quarta-feira
17h – Aquela mulher – 103 min, Digital, 1941, Livre.
19h – A marca da maldade – 115 min, Digital, 1958, 12 anos.

Dia 02/10 – Quinta-feira
17h – A imperatriz vermelha – 104 min, 35mm, 1932, 12 anos.
19h – O anjo azul (versão alemã) – 99 min, 35mm, 1930, 12 anos.

Dia 03/10 – Sexta-feira
15h – A pecadora – 87 min, Digital, 1940, Livre.
17h – Anjo – 91 min, Digital, 1937, Livre.
19h – Cigana feiticeira – 95 min, Digital, 1947, Livre.

Dia 04/10 – Sábado
14h – Aquela mulher – 103 min, Digital, 1941, Livre.
16h – O expresso de Shangai   – 80 min, 35 mm, 1932, 12 anos.
18h – Marlene – 94 min, Digital, 1984, 14 anos.

Dia 05/10 – Domingo
14h – Kismet – 100 min, Digital, 100 min, Livre.
16h – A Vênus loira – 93 min, 35mm, 1932, Livre.
18h – Atire a primeira pedra – 94 min, Digital, 1939, Livre.

Dia 05/10 – Segunda-feira
15h30 – Julgamento em Nuremberg – 179 min, Digital, 1961, 16 anos
19h – A indomável – 87 min, Digital, 1942, Livre.

Dia 08/10 – Quarta-feira
16h30 – Marlene, sua própria canção – 112 min, Digital, 2004, 12 anos.
19h – Mundana – 116 min, Digital, 1948, Livre.

Dia 09/10 – Quinta-feira
17h – Atire a primeira pedra – 94 min, Digital, 1939, Livre.
19h – O expresso de Shangai   – 80 min, 35 mm, 1932, 12 anos.

Dia 10/10 – Sexta-feira
16h – O diabo feito mulher – 89 min, Digital, 1952, Livre.
18h – Julgamento em Nuremberg – 179 min, Digital, 1961, 16 anos.

Dia 11/10 – Sábado
14h – Pavor nos bastidores – 110 min, Digital, 1950, 16 anos.
16h – Flor de paixão – 76 min, Digital, 1929, Mudo, Livre.
18h – Desonrada – 91 min, 35mm, 1931, 12 anos.

Dia 12/10 – Domingo
14h – A imperatriz vermelha – 104 min, 35mm, 1932, 12 anos.
16h – O jardim de Alá – 79 min, Digital, 1936, Livre.
18h – A pecadora – 87 min, Digital, 1940, Livre.

Dia 13/10 – Segunda-feira
17h – Cigana feiticeira – 95 min, Digital, 1947, Livre.
19h – Aquela mulher – 103 min, Digital, 1941, Livre.

Dia 15/10 – Quarta-feira
17h – O diabo feito mulher – 89 min, Digital, 1952, Livre.
19h – O jardim de Alá – 79 min, Digital. 1936, Livre.

Dia 16/10 – Quinta-feira
17h – Kismet – 100 min, Digital, 100 min, Livre.
19h – Anjo – 91 min, Digital, 1937, Livre.

Dia 17/10 – Sexta-feira
15h – A indomável – 87 min, Digital, 1942, Livre.
17h – Desonrada – 91 min, 35mm, 1931, 12 anos.
19h – A marca da maldade – 115 min, Digital, 1958, 12 anos.

Dia 18/10 – Sábado
13h30 – A Mundana – 116 min, Digital, 1948, Livre.
16h – Testemunha de acusação – 116 min, Digital, 1957, 12 anos.
18h30 – Marlene, sua própria canção – 112 min, Digital, 2004, 12 anos.

Dia 19/10 – Domingo
Não haverá exibições da mostra MARLENE

Dia 20/10 – Segunda-feira
17h – Atire a primeira pedra – 94 min, Digital, 1939, Livre.
19h – Pavor nos bastidores – 110 min, Digital, 1950, 16 anos.

SERVIÇO
Mostra Marlene

De 17 de setembro a 20 de outubro (com exceção do dia 19 de outubro)
De quarta a segunda
Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo – Cinema – Rua Álvares Penteado 112, Centro – São Paulo
R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia e filmes em DVD ou Blu-Ray)


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta