Mostra Eisenstein é destaque em nova edição do Panorama Coisa de Cinema
Agenda Cinema

Mostra Eisenstein é destaque em nova edição do Panorama Coisa de Cinema

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Outubro – Divulgação

Festival de cinema baiano exibirá retrospectiva do aclamado cineasta russo; mostra acontece entre os dias 30 de outubro e 5 de novembro

Um dos mais emblemáticos cineastas da história, o russo Sergei Eisenstein, dono de uma filmografia inovadora, que ajudou e muito o crescimento da sétima arte no mundo, será tema de uma das retrospectivas na edição de 2014 do Panorama Internacional Coisa de Cinema. O festival, um dos mais interessantes do Brasil, reunirá os filmes O encouraçado Potemkin, Outubro, A greve, Ivan, o Terrrível, e Que viva México em mostra que acontece entre os dias 30 de outubro e 05 de novembro, com sessões na Sala Walter da Silveira (acesso gratuito) e no Espaço Itaú de Cinema – Glauber Rocha.

O primeiro filme a ser exibido será o clássico e inovador O encouraçado Potemkin, um dos filmes mais conhecidos do diretor, sobretudo pela sequência na escadaria de Odessa, homenageada décadas depois por Brian de Palma em Os intocáveis. No filme, um levante ocorrido no navio de guerra Potemkin é uma espécie de presságio da Revolução de 1917. Quando alguns marinheiros se recusam a comer a carne estraga que lhes dão, os oficiais do navio ordenam sua execução. A tensão aumenta e gradativamente a situação sai do controle. Um filmaço.

Outro destaque é A Greve, filme encomendado pelo governo soviético, e que se passa em 1912, mostrando uma greve de operários brutalmente reprimida pela polícia. Já Outubro, encena o acontecimento do processo revolucionário russo em tom de documentário. O filme aborda o governo provisório pós-czarista, as primeiras vitórias de Lênin e sua prisão, e termina com a tomada do poder pelos bolcheviques.

O épico Ivan, O Terrível tem sua primeira parte focada em Ivan IV, arquiduque de Moscou, que, em 1547, se autoproclama o czar da Rússia e se prepara para retomar territórios russos perdidos. Ele supera uma série de dificuldades e intrigas, e manipulando as pessoas se consolida no poder. Depois Ivan encontra-se sozinho na luta pela unificação da Rússia e enquanto tenta expulsar os invasores, precisa escapar das constantes tentativas de assassinato tramadas pelos inimigos. Stalin fez objeções à forma como o czar foi retratado, frágil e vacilante, o que resultou na proibição do filme na Rússia até 1958.

Que Viva México – Divulgação

Finalizando a mostra, Que Viva México!, documentário realizado na década de 30, que se debruça sobre a cultura do México, da época pré-hispânica até a revolução mexicana. A produção do filme foi bastante conturbada e nunca chegou a ser montado por Eisenstein. Apenas em 1979, a partir dos storyboards originais, o documentário ganhou sua versão final pelas mãos de Grigori Aleksandrov.

Para quem gosta de Eisenstein, e do bom cinema, esta retrospectiva será um prato cheio.

SERVIÇO
X Panorama Internacional Coisa de Cinema
29 de outubro a 05 de novembro
Sala Walter da Silveira [Rua General Labatut, 27, Barris (prédio da Biblioteca Central). Tel: 3116-8100]
Espaço Itaú de Cinema – Glauber Rocha (Praça Castro Alves, s/n – Centro).
Gratuito no Sala Walter da Silveira
R$ 10,00 / R$ 5,00 avulso – R$ 30,00 passaporte para 10 sessões.
www.coisadecinema.com.br/x_panorama


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta