Retrospectiva 2014 - As dez matérias mais populares do ano no site
Televisão

Retrospectiva 2014 – As dez matérias mais populares do ano

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Annabelle

Críticas de cinema, final de How I Met Your Mother, The Voice Brasil e até mesmo Suzy Pianista Sexy estão entre os posts mais acessados 

Desde o ano de 2012, quando o site foi criado, que fazemos nossa retrospectiva com um apanhado de tudo que aconteceu de melhor no site. Falamos de números, viagens, novos colunistas, parcerias… muitas coisas. Desta vez resolvemos inovar e apresentaremos a seguir nossa retrospectiva com base nas dez matérias mais lidas no ano.

Estes dez textos tiveram quase 400 mil visualizações no total, representando quase 25% de nosso público total no ano de 2014, que por sinal, foi um ano recorde, com quase 2 milhões de visualizações.

Fica aqui registrado nosso agradecimento especial aos nossos colaboradores e sobretudo aos nossos leitores. Um ótimo ano novo e que ele seja ainda mais vitorioso para todos nós.

10 – Annabelle e os melhores filmes de terror sobrenatural dos últimos anos
Texto publicado em 27 de outubro, pouco antes do Dia das Bruxas, o que deve ter ajudado na popularidade dele. Annabelle, apesar de ter ficado aquém do esperado, conseguiu entreter bem o público, e se transformou em um fenômeno de bilheteria no Brasil. Aqui no site também, e a crítica do filme também entrou nesta lista, quase no topo.

Trecho: “Diferente do terror apresentado em filmes como Halloween, Sexta-feira 13 ou Jogos Mortais, o gênero sobrenatural trabalha muito mais com a ideia pós-morte, do desconhecido, e de toda a dicotomia religiosa envolvendo deus e o demônio. Estes elementos, que tememos muito mais que a aparição de um monstro como Godzilla, fazem este tipo de filme possuir um público mais que fiel, um público que beira o fanatismo”.

Her – Divulgação

 

9 – Her: a primeira obra-prima do cinema em 2014
A crítica de Her foi publicada em 15 de Fevereiro, na época que antecedeu a edição de 2014 do Oscar. O título, mais que adequado, deve ter chamado bastante atenção. Her, de fato, foi a primeira obra-prima do ano.

Trecho:Her esbanja sensibilidade, genialidade, belos diálogos e consistentes atuações. Merece bem mais que estes prêmios, o filme merece é ser aplaudido de pé, com ovações, pois, como já foi dito anteriormente, trata-se da primeira obra-prima do cinema em 2014”.

8 – Visita Virtual ao Museu do Louvre
Este post é uma espécie de fenômeno no site, pois foi publicado há bastante tempo (26 de junho de 2013). Todos os dias, faça chuva ou faça sol, uma quantidade considerável de leitores chega nesta matéria, que oferece uma visita virtual ao maravilhoso Museu do Louvre, na França. A visita, mesmo que virtual, é imperdível.

7 – Crítica The Voice Brasil: nova temporada chega e Claudia Leitte comanda
Texto publicado em 29 de setembro, pouco depois da estreia da terceira temporada do reality da Globo. Bastante comentado por conta do título, o texto mostra que a cantora baiana é o grande atrativo do programa. As pessoas amam, odeiam, falam mal, fazem declarações de amor, elogiam, tiram sarro… sempre de Claudia Leitte. Sem ela esta edição seria bem chata.

Trecho: “Claudia Leitte é belíssima, isso é inegável. É a única artista que de fato representa a música – e a cultura – pop; ela fala muitas bobagens, isso é correto, por vezes se exibe em excesso, sempre dar o que falar com seus figurinos, é provavelmente a mais popular entre os coaches nas redes sociais e, além de todos este fatores, oferece também os melhores argumentos e feedbacks aos cantores, sendo inclusive a atual campeã do reality. Com constatações como estas fica fácil definir quem vem carregando o programa nas costas até então”.

6 – A Culpa é das Estrelas emociona com beleza e sem pieguices
Outra crítica de filme estrelado por adolescente, foi publicada em 16 de junho e constata que a história foi uma das mais bem contadas do gênero em 2014. Roteiro maduro, que foge das resoluções fáceis, mesmo que isso tenha provavelmente sido uma imposição do livro ao qual o filme foi baseado.

Trecho: “John Green conseguiu produzir uma história sobre amor, esperança e perseverança envolvendo dois jovens marcantes. Josh Boone e sua equipe transformaram esta história criada no livro em um dos filmes mais interessantes deste ano, sinônimo de emoção, mas com possibilidades de risos, bem produzido, com sólidas atuações e um acabamento muito inteligente. Bonito de se ver”.

5 – Crítica Transformers 4 – A Era da Extinção: rir pra não chorar
Crítica publicada em 22 de julho, traz no título uma frase que serve de mantra para filmes como este. Na verdade, dá para se ter uma experiência divertida com Transformers, basta somente que a intenção seja esta: pura diversão.

Provavelmente o texto em que o autor foi mais xingado neste ano.

Trecho: “Entretanto, acredito que o filme deva ser visto sob uma diferente ótica: Transformers (os quatro filmes) representam muito bem este novo contexto em que o cinema se transforma em parte de um todo, e não no todo. Ver um filme como este é parte de um esquema mais amplo, que inclui ir ao shopping, comprar várias guloseimas e bebidas, entrar na sala, tirar selfies, trocar mensagens, conversar, e como pano de fundo nós vemos um filme sem muita densidade narrativa, para tão somente complementar a experiência. Não há crime algum nisto, em alguém querer somente distrair a mente, ou se divertir com os amigos”.

How I Met Your Mother Series Finale

 

4 – How I met your mother: polêmico series finale deixa pergunta no ar: foi bom?
Outra matéria bem polêmica, a campeã de comentários este ano. O texto foi publicado no dia 02 de abril, poucos dias depois da exibição do estranho episódio final de uma das séries mais criativas dos últimos anos. Deu para sentir que HIMYM possuía um dos fãs clubes mais fieis e intensos da internet, e vê-los demonstrando este sentimento foi um dos pontos altos do ano.

Trecho: “Não conseguiria analisar How I Met Your Mother com base somente no episódio final, pois, além de não nos oferecer uma visão mais ampliada e completa do que foi a série, só nos fará sentir aquele agridoce sentimento de que algo saiu errado, de que o bolo passou do ponto. A série, em nove anos de grandiosos episódios, não merece isso. Sua jornada continua sendo uma das mais criativas, honestas e interessantes da televisão americana”.

3 – Crítica: Malévola, só que não
Crítica publicada em 05 de junho, logo depois da estreia do esperado filme da Disney chegar aos cinemas. O título é sugestivo, já que nesta nova roupagem a personagem tema é tudo menos má. Muitos entenderam, mas outros preferiram xingar o autor da matéria (que feio).

Trecho: “Assim, entre defeitos e virtudes, Malévola se mostra como uma interessante experiência para a garotada, pois foge um pouco das tradicionais histórias infantis. Com uma bela fotografia e um trabalho visual chamativo, o filme acaba agradando aos olhos. No campo narrativo, bem, é sempre um prazer ver Angelina Jolie e Elle Fanning atuando, ainda mais juntas num mesmo filme. Isso e motivo suficiente para não se desesperar ao fim da história”.

2 – Crítica Annabelle: um simples e tradicional filme de terror
Medalha de prata vai para a crítica publicada no dia 14 de outubro, pouco depois de Annabelle ter estreado no Brasil. Foram mais de 65 mil visualizações no dia, não chegou a congestionar o site, mas foram muitas visualizações mesmo.

Trecho: Um filme simples, bem produzido e que entrega o que promete. Somente isto já serve de motivo para que o amante do gênero saia da sessão bem satisfeito, já esperando a continuação, que certamente um dia virá”.

Suzy Pianista Sexy Crédito Paulo Luiz Cordeiro

 

1 – Suzy Pianista Sexy e a música clássica no Brasil
Justo na principal posição da lista temos esta grande surpresa. Não é filme, não é série e nem chega a ser um texto polêmico. De fato, é uma pequena (bem pequena mesmo) reflexão sobre o trabalho da pianista catarinense Rita Tibes, que ficou conhecida no Brasil por tocar piano somente de lingerie. Este texto foi publicado em 17 de junho, pouco depois da pianista ter ido ao Programa Silvio Santos e ter encantado o apresentador. Foram quase 80 mil visualizações num único dia, se tornando o segundo texto mais popular da história do site.

Trecho:Suzy Pianista é bela, não há como questionar esta afirmação. Inteligente e talentosa, a instrumentista conseguiu – de uma forma nada tradicional – ser notada enquanto profissional. Porém cabe aqui uma reflexão: até quando esta deveria ser a sua marca? O feminismo, bem como suas estratégias de luta em um mundo machista e tolo, está em constante progresso e muitas vezes ações que hoje são coerentes e progressistas num momento futuro passam a não ser”.

Bônus

Matéria mais curtida: Mostra de Cinema em Porto Alegre 5.300 curtidas

Crítica mais curtida: Maze Runner 1.500 curtidas


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta