Operação Big Hero, animação indicada ao Oscar
Cinema

Operação Big Hero, divertida animação indicada ao Oscar 2015

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Big Hero

Big Hero

Filme concorre na categoria animação no Oscar 2015; filme está em cartaz nos cinemas do Brasil e tem divertido muito a criançada

Por Marcia Bessa

Operação Big Hero (EUA) animação com aventura, direção de Don Hall, da Walt Disney Pictures que pela primeira vez explora o personagem Marvel.

Passado em San Frantokyo, século XXI. Hiro Hamada ( voz de Ryan Potter), garoto prodígio que criou um robô para participar de lutas clandestinas com o intuito de ganhar dinheiro. Mas seu irmão Tadashi (voz de Daniel Henney) deseja estimular Hiro para atividades com fins mais nobres. Para isto leva Hiro até o laboratório em que trabalha para conhecer seus amigos nerds e seus geniais inventos. Entusiasmado em trabalhar no laboratório, Hiro consegue produzir uma descoberta inovadora que poderia revolucionar a vida de todas as pessoas. Ao fazer sua apresentação, o diretor do laboratório Prof. Robert Callahan (voz de James Cromwell) fica entusiasmado e o convida para trabalhar com eles.

Mas a situação foge do controle e Hiro passa a contar com a ajuda do robô inflável Baymax (voz de Scott Adsit), que foi criado pelo seu irmão Tadashi. E a confusão está formada, cheia de aventura e entretenimento.

Uma história divertida, comovente e cheia de ação que agrada crianças e adultos, uma mistura de comédia, drama e ação em animação. Com personagens carismáticos como o robô Baymax, uma figura cativante, meiga, engraçada; interessante e prazeroso assistir a amizade entre o menino Hiro e Baymax, que passará por várias provas de lealdade.

Numa mistura da cultura americana e japonesa com seus valores singulares, com ótimo padrão de qualidade, ao mesmo tempo que entretêm, dá lições de valores familiares e amizade, e a luta contra o capitalismo. Prima pela simplicidade, um encanto visual com efeitos visuais interessantes; o 3D é simples, poderia ser mais trabalhado. Os protagonistas Hiro e o robô Baymax cativam com seus personagens humanizados,  um aprendendo com o outro, algo que bole com o sentimento da plateia.

Filme que inspira toda a família a assistir juntos e tirar boas reflexões para a vida real.

Marcia Amado Bessa é enfermeira e escreve para o ótimo blog CineAmado


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta