menu
Trilha sonora de Insurgente é um prato cheio pra quem gosta de boa música | Cabine Cultural
Música

Trilha sonora de Insurgente é um prato cheio pra quem gosta de boa música

Insurgente

Nomes da cena mais alternativa compõem uma das trilhas sonoras mais interessantes deste primeiro semestre; Imagine Dragons é destaque

A trilha sonora de Insurgente, continuação de Divergente, desponta desde já como uma das mais interessantes e prazerosas soundtracks do primeiro semestre. Primeiro por conseguir captar nas canções a atmosfera da trama da heroína Tris (Shailene Woodley) e fazer o ouvinte entrar na história de uma forma quase que visceral. Músicas que falam de sacrifício, de urgência, mas também de amor e de amizade. Um tiro certeiro da equipe responsável pelo processo de escolha das músicas.

Logo na primeira canção, Holes In the Sky, a trilha prova que a principal intenção das canções é fazer quem escuta imergir na jornada épica vivida pela heroína Tris, personagem interpretado pela bela atriz Shailene Woodley. A letra, de Anthony Gonzalez and Dia Frampton, com perfomance de M83 e HAIM, abre o álbum de modo quase que sublime.

Blood Hands, da Royal Blood, é um rock dos mais atuais e interessantes da cena mais alternativa. A banda, um duo britânico, é uma das mais interessantes novidades do rock atual, e eles possuem todos os elementos para chegar rapidamente ao topo das paradas mundiais, ao menos nas de rock. Os fãs da extinta The White Stripes vão adorar!

Imagine Dragons fecha a trilha sonora de Insurgente

Never Let You Down, de Woodkid com participação de Lykke Li, é outra canção poderosa, e traz a linda da Lykke Li, figura bem comum nas melhores trilhas sonoras dos últimos anos. A mistura de vozes e a mensagem da música são de uma beleza incomum e Lykke Li comprova ser uma das mais gostosas vozes do pop feminino.

The Heart of You, de Anna Calvi, linda cantora indie britânica. Anna é uma das artistas mais emocionais e sensíveis de sua geração e merecia (merece) ser ouvida por milhões e milhões, pois suas canções normalmente conversam com quem escuta de uma maneira tão profunda. A canção escolhida para a trilha de Insurgente, The Heart of You, tem uma pegada bem Patti Smith ou PJ Harvey.

Sacrifice, de Zella Day, é a canção mais emocional e representativa da trilha sonora de Insurgente. Mesmo com nomes mais famosos, a cantora australiana Zella Day é aqui o nome mais interessante da trilha, e traz na canção a essência do filme, da história e personifica a personagem Tris de um modo completo.

Carry Me Home, de SOHN, é outra linda canção. SOHN (pseudônimo de Christopher Taylor) é um músico, produtor e compositor inglês que vive em Viena. Ele é outra belíssima novidade do pop mais alternativo e todos deveriam prestar mais atenção em suas composições, pois são carregadas de emoção e letras bonitas. Outra música que representa muito bem toda a atmosfera de Insurgente.

A canção que fecha a trilha sonora é do artista mais famoso da lista. O grupo americano Imagine Dragons apresenta aqui a canção Warriors, do seu mais novo trabalho. A canção, que tem no refrão seu ponto forte, diz algo como:

Aqui estamos nós não vire as costas agora, (Não vire as costas). Nós somos os guerreiros que construíram esta cidade, Aqui estamos nós não vire as costas agora (Não vire as costas). Nós somos os guerreiros que construíram esta cidade. Da poeira!”

Canção épica, que fecha com chave de ouro a lista de músicas da trilha sonora de Insurgente. O filme, que estreia hoje nos cinemas do Brasil, já começa o jogo vencendo, pois tem nas suas canções um poderoso instrumento para fazer o público se emocionar.

Escute alguma das canções



Deixe uma resposta