Nossa Cidade: peça com texto vencedor do prêmio Pullitzer estreia em Salvador
Agenda

Nossa Cidade: peça com texto vencedor do prêmio Pullitzer estreia em Salvador

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Nossa Cidade – Divulgação

Espetáculo tem direção do respeitado Harildo Déda e promete fazer o público refletir sobre questões existenciais; estreia acontece no dia 27 de março

Para quem não conhece, Thornton Wilder é considerado um clássico da literatura americana e um dos mais respeitados escritores modernos. Ele alcançou o sucesso, sobretudo, com suas obras teatrais como a maravilhosa Our Town (Nossa Cidade, 1938), parábola da vida cotidiana que gira sempre ao redor das mesmas preocupações (o trabalho, o amor e a morte).

Pois será este espetáculo de Wilder que entrará em cartaz a partir de amanhã (27 de março) em Salvador. A direção desta nova roupagem ficou por conta grande diretor brasileiro Harildo Déda. Á sessão começa às 20h, no Teatro Martim Gonçalves, no Canela. O elenco (bem grande) é formado pelos atores Antônio Fábio, Augusto Nascimento, Bruno Mais, Clarissa Napoli, EvelinBuchegger, Harildo Déda, Igor Epifânio, Inaldo, João Saraiva, Lilian Pinho, Malou Araújo, Márcia Andrade, Maurício de Oliveira, Ramon Bagano, Thais Laila, Tom Carneiro e Veríssimo Vasconcellos. Já a produção fica por conta de Thais Laila.

Texto
O texto, ganhador de prêmio Pullitzer, conta a história do cotidiano de uma cidade fictícia, onde seus moradores mantêm uma vida simples, como em qualquer cidade do mundo, mas suas histórias geram sérias reflexões sobre o comportamento humano acerca de alguns dos principais fatos da vida, que são universais. O dia-a-dia da cidade se apresenta sob a condução de um de seus moradores, que conta a história em linguagem de meta teatro. A peça é constituída de cenas independentes, onde o passado e o futuro se ajustam em três atos, sem que haja um encadeamento cronológico da ação.

A escrita épica de Wilder não se refere a uma fábula sobre os personagens apresentados na história simplesmente, mas a um panorama singular de uma cidade, que pode estar em qualquer lugar do planeta, indo do particular ao universal. Um dos elementos que mais chamam atenção no texto de Wilder é o falar da morte, de uma dramaticidade que leva o leitor espectador a refletir junto.

Um espetáculo que já nasce imperdível, com um texto altamente rico, que certamente levará o espectador a ações contínuas de reflexão.

SERVIÇO
Teatro Martim Gonçalves (Canela)

Estreia: 27 de março
De sexta a domingo, às 20h. Até 12 de abril.
Ingressos: 1 kg de alimento não perecível no dia 27 (comemoração do dia do teatro). De 28 de março a 12 de abril, os ingressos custam R$ 20/R$ 10.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta