Cinema: Noite Sem Fim prende o espectador do início ao fim
Cinema

Cinema: Noite Sem Fim prende o espectador do início ao fim

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Noite sem fim

Com esta boa trama cheia de suspense e ação, com ótima direção, diálogos de humor, com muita tensão e emoção

Por Marcia Bessa

O filme Noite Sem Fim (EUA / Run All Night, no original) é mais uma parceria do diretor Jaume Collet Serra com o ator Liam Neeson. Mistura suspense com muita ação e momentos dramáticos, mas sem apelo exagerado.

Jimmy Conlon (Liam Neeson) é um antigo matador da Máfia, embrutecido e envelhecido pelo álcool e por seu passado hostil. Ele sempre teve respeito e lealdade a seu chefe, Shaw Maguire (Ed Harris), e apesar de não trabalhar mais nesta área, conserva uma amizade fiel com seu ex-chefe e amigo.

Jimmy Conlon tem um filho, Michael Conlon (Joel Kinnaman), um comportado motorista de limusine que o rejeita pelo seu passado de matador. Ao levar dois traficantes à casa de Danny Maguire (Boyd Holbrook), filho do chefão Shaw Maguire, Michael fica em perigo. Danny persegue Michael para matá-lo, e é nesta hora que Jimmy Conlon entra em ação, para defender seu filho a todo custo. Para isto ele é capaz de tudo, até de ficar contra seu antigo chefe e amigo, numa guerra sem fim, com muita violência, mortes e drama.

Com esta boa trama cheia de suspense e ação, com ótima direção, diálogos de humor, com muita tensão e emoção. Apesar dos clichês já conhecidos do público, com muitos tiros e violência física, tem cenas de tirar o fôlego, com  perseguições no meio da noite. A trilha sonora boa e coerente, aumenta a tensão do filme, dando um ritmo frenético.

Como sempre Liam Neeson tem uma atuação exemplar neste personagem amargurado por um passado humilhante e rejeitado por sua família. E forma com o ator Ed Harris uma parceria bacana, com muito carisma e personalidade.

Um filme que prende o espectador do início ao fim, para quem gosta deste estilo, com certeza vai se empolgar.

Marcia Amado Bessa é enfermeira e escreve para o ótimo blog Cine Amado

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta