Confira entrevista exclusiva com ator que interpreta Areo Hotah em Game of Thrones
Entrevistas

Confira entrevista exclusiva com ator que interpreta Areo Hotah em Game of Thrones

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Areo Hotah

Série que está em sua reta final na temporada é a maior audiência da HBO mundial e leva milhões de fãs ao delírio mundo afora

A série Game of Thrones, exibida pelo canal fechado HBO, já está na reta final de sua mais nova temporada, mas ainda dá tempo de conhecermos melhor um dos personagens desta nova fase da história. DeObia Oparei, ator que interpreta Areo Hotah, conta nesta conversa publicada no site Feminino e Além, curiosidades sobre o seu personagem e fala também dos bastidores da série.

Confiram.

A entrevista na íntegra está aqui

Fale um pouco sobre seu personagem

Eu interpreto Areo Hotah. Sou o guarda-costas ou, se preferir, o chefe de polícia na casa Martell. Eu cuido do príncipe de Dorne, Príncipe Doran (Alexander Siddig).

O que sabemos sobre a história de Areo?

Ele foi enviado a um mosteiro quando ainda era um garotinho e ele foi criado por monges. Esses monges o marcaram, deram a ele seu código de honra: servir, proteger e obedecer. Dentro desse mosteiro, ele se torna o Areo Hotah que conhecemos agora. Ele é da cidade livre de Norvos e foi enviado a Dorne para proteger a esposa do Príncipe Doran. Depois passou a proteger o próprio príncipe também.

Fale um pouco sobre Dorne nesse início da quinta temporada

Oberyn morreu. Ellaria Sand (Indira Varma) voltou pra casa. Ela tem sangue quente. Quer revanche. Eu estou lá com o Príncipe, ela retorna e, de repente, quer vingar a morte de seu amado, o irmão do príncipe. É assim que as coisas começam para Areo.

Como era o relacionamento de Areo com Oberyn?

O relacionamento com Oberyn teria sido de proteger Oberyn, uma vez que protegia seu irmão.

Como o Areo é como homem?

Claro que ele é um lutador muito duro, mas ele não é apenas o guarda de um príncipe aleijado: eu acho q o Areo é, de várias formas, a essência de Dorne. Ele vive por um código que é, como disse, ‘servir, obedecer, proteger’. Esse é o seu lema, o que ele tem estampado em seu peito. Ele garante que as palavras do Príncipe são mantidas em Dorne.

O homem que matou o irmão do príncipe foi “A Montanha” – enorme e ameaçador. Como Areo e o povo de Dorne planejam sua vingança?

Eu não acho que isso tenha a ver com derrubar alguém. Areo não pensa assim. O que aconteceu com Oberyn é parte de um legado de coisas que os Lannisters tem feito à casa de Dorne, e Areo está pensando mais em como podemos nos infiltrar no sistema e como podemos derrubá-lo.

Fale um pouco sobre Dorne. Nós ouvimos muitas coisas sobre isso, nessa temporada finalmente vamos vê-la.

Dorne é excelente. Ela adiciona uma outra cor interessante a Game of Thrones. Dorne é um lugar muito sensual. Tem um abandono selvagem que Porto Real não tem. O temperamento que vimos no personagem de Pedro (Pascal), Oberyn, nós vemos manifestado em Dorne, no design incrível e opulência dos palácios, mas também nos personagens, em particular no personagem das Serpentes de Areia. Cada personagem é fantasticamente desenhado e interpretado, mas muito, muito diferente. Eles são uma autoridade para si mesmos.Junto com o personagem de Indira Varma, Ellaria, tudo isso acrescenta um traço real de selvageria para a Casa de Dorne.

Eles são hedonistas, basicamente?

Não, as Serpentes de areia não são hedonistas de forma alguma. São guerreiras. São lutadoras. Oberyn as preparou e treinou cada uma para serem guerreiras – e elas são mulheres. Esse é um mundo comandado pelo irmão de um homem que tem parceiros homens e mulheres. As mulheres são muito empoderadas lá de uma forma que não são em Porto Real. Em Porto Real as mulheres adquirem poder por subterfúgio. Na Casa de Dorne, as Serpentes de Areia são incontroláveis.

Quem é o seu chefe, Príncipe Doran Martnell?

Ele está em uma cadeira de rodas. Ele não pode andar, porque tem gota. Ele é incrivelmente pragmático. É um homem muito contido e incrivelmente frágil.

Por isso ele precisa do Areo?

Sim, ele precisa de mim, mas não só fisicamente. Isso não está no enredo, mas espero que esteja na encenação, que Areo aja como uma espécie de almofada para a dor de Doran. Quero dizer, ele está sempre com dor. O que Areo também fornece é uma energia empática, sem ele ser um cuidador. Ele oferece energia empática para um príncipe que está sofrendo muito fisicamente, mas mentalmente está incrivelmente forte e vivo.

Areo é puramente subserviente ou ele tem suas próprias metas?

Eu não sei se subserviência é a palavra certa em termos de serviço. Quero dizer que nós vemos os servos como subservientes ou submissos. Eu não acho que quando se trata de ser um guerreiro, seja o personagem de Gwendoline (Brienne de Tarth) ou o meu personagem, que você olharia para esses modelos como servindo seus superiores com subserviência. Eu acho que eles os servem com coragem e força. Ao invés de qualquer mestre humano, eu acho que Areo optou por ser casado com seu longo machado: essa é a sua esposa.

Você tem uma arma exclusiva?

Tenho uma arma exclusiva. Ela (o machado) é sua mulher e é com isso que ele é casado. É esse incrivelmente grande machado. Quero dizer, eu tenho 1,98m de altura, eu acho que o machado deve ter quase 2,10 m e é incrivelmente pesado. É isso que ele empunha, seja atrás do príncipe como seu guarda-costas ou no campo de batalha.

Esse longo machado foi feito para você?

Sim. Eu adoro ele. Ele é bonito, é fantástico. Ele é brutal. E eu realmente empunho ele, yeah.

Você já era fã da série antes de se juntar a ela?

Com certeza. Eu adoro a série, sou um grande fã. Entrar no programa tem sido como entrar para uma companhia de teatro. Não é como um programa de TV – possivelmente porque alguns dos atores vieram do teatro.

Você aprecia o lado físico do seu personagem tanto quanto as cenas mais cerebrais?

Eles vão de mãos dadas. Não há separação para mim, como ator. Na maioria das vezes em Game of Thrones, mesmo se você for um personagem mais cerebral, tem também a parte física e isso é o que é tão fantástico na série – a mente está no corpo e o corpo está na mente.

Tradução: Diogo Caliman


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta