Acusados de plágio, Justin Bieber e Usher vão enfrentar a justiça americana
Notícias

Acusados de plágio, Justin Bieber e Usher vão enfrentar a justiça americana

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Justin Bieber

Os dois cantores irão enfrentar ação civil no valor de 10 milhões de dólares, cerca de 30 milhões de reais

Essa semana os cantores Justin Bieber e Usher, seu descobridor, sofreram uma temporária derrota nos tribunais americanos. Isso porque um tribunal de apelação dos Estados Unidos obrigou os cantores a enfrentar uma ação civil no valor de 10 milhões de dólares tendo como acusação o ato de copiar ilegalmente partes de uma canção escrita por dois compositores do Estado da Virgínia, nos Estados Unidos.

A votação foi unânime e por 3 votos a 0 o tribunal de apelação de Richmond retomou uma ação civil de maio de 2013 apresentada por Devin Copeland, cantor de R&B conhecido como De Rico, e seu parceiro de composição Mareio Overton, dizendo que o juiz de uma corte de instância inferior errou ao encerrar o caso.

Somebody to Love
A canção que motivou a ação civil é Somebody to Love e os reclamantes afirmam que três versões dela partilham o mesmo padrão de batida, o mesmo ritmo e acordes e letras semelhantes à canção de sua autoria com o mesmo título.

A juíza Pamela Harris mostrou concordar com De Rico,

Depois de ouvir a canção de Copeland e as canções de Bieber e Usher na íntegra, concluímos que os refrões são semelhantes o suficiente, e também significativos o suficiente, para que um júri sensato considere as canções intrinsecamente semelhantes”, disse.

Entre os outros réus estão as gravadoras Universal Music Publishing Group e Sony/ATV Music Publishing.

O embate ainda terá muitas rodadas de discussão nos tribunais, mas a decisão desta semana mostra o empenho que o desconhecido compositor tem em provar que foi plagiado por dois dos maiores nomes da música pop atual.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta