Mostra gratuita de Cinema Polonês é destaque do CCBB de São Paulo em outubro
Agenda

Mostra gratuita de Cinema Polonês é destaque do CCBB de São Paulo em outubro

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Mostra Cinema Polonês – Dívida

Histórias de Transformação: Mostra de Cinema Polonês traz a diversa produção cinematográfica polonesa das últimas seis décadas; imperdível

Desde que Ida, belíssimo filme de Pawel Pawlikowski, ganhou o mundo em 2014, que o cinema da Polônia voltou a ser visto e revisto, ganhando o destaque que merece. A filmografia polonesa, uma das mais criativas e vivas da Europa, vive não somente de seu passado, mas tem atualmente grandes nomes para representar o país no resto do mundo.

Assim, torna-se mais que necessário visitar e revisitar a filmografia do país, e uma ótima oportunidade é a Mostra de Cinema Polonês que o Centro Cultural Banco do Brasil (junto com o Instituo Polonês de Cinema) apresenta em Outubro na cidade de São Paulo. A mostra acontece de 15 a 19 de outubro e a sua entrada é gratuita. Imperdível, não?

Composta por seis filmes dirigidos por importantes cineastas poloneses, a mostra retrata as transformações ocorridas na sociedade e na cultura polonesa a partir dos anos 1940.

O programa apresenta gêneros e linguagens diversos, como o filme de ficção científica filosófico de Piotr Szulkin (O-bi, o-ba: Fim da civilização) e a sátira documentária de Marcel Łoziński (Como viver). Entre os filmes, serão apresentadas três obras primas do cinema polonês recentemente restauradas: O-bi, o-ba: Fim da civilizaçãoComo ser amada de Wojciech Has e Dívida de Krzysztof Krauze. Cada filme ajuda a compreender a história e o momento atual da Polônia.

Vozes mal representadas
A mostra dá enfoque às vozes mal representadas na cinematografia comercial (mainstream) e frequentemente excluídas da sociedade, como mulheres (Como ser amada de Wojciech Has) e crianças (300 milhas até o céuCorvos).

Há histórias e personagens periféricos, como os protagonistas do filme 300 mil até o céu de Maciej Dejczer, que conta uma história emocionante de dois jovens que fogem para a Europa Ocidental. Há também duas produções destacando a preocupação com o poder e com o bem material presentes na sociedade polonesa contemporânea. Como viver de Marcel Łoziński retrata de forma satírica um grupo de famílias em um acampamento recreativo na época comunista, que competem para ganhar uma máquina de lavar roupas. Já, Dívida de Krzysztof Krauze, apresenta uma história moralista contemporânea sobre a ilegalidade, a violência e a ganância.

Debate
No dia 15 de outubro  haverá um debate com o crítico de cinema e jornalista brasileiro, Sérgio Rizzo, e a crítica polonesa Ela Bittencourt, co-curadora da mostra. O debate será dedicado a um dos documentários mais marcantes da época comunista na Polônia, Como Viver (1977) de Marcel Łoziński, dentro do contexto da produção cinematográfica polonesa da época. Łoziński é o maior documentarista polonês vivo, conhecido por obras de cinema não-ficção criativo. Foi frequentemente censurado durante a ditadura militar na Polônia dos anos 1970 e 1980. O debate focará tanto o momento histórico representado no filme como a invenção estética do cineasta.

Confira a programação completa e se agende desde já (Baixe aqui as sinopses dos filmes)

Quinta, Dia 15/10
18h30 Como Viver (Jak Żyć), 1977, 83 min
20h debate com crítico Sérgio Rizzo

Sexta, Dia 16/10
17h Como Ser Amada (Jak Być Kochaną), 1962, 97 min
19h O-Bi, O-Ba: O Fim Da Civilização (O-Bi, O-Ba: Koniec Cywilizacji), 1984, 85 min

Sábado, Dia 17/10
15h 300 Milhas Até O Céu, 1989, 105 min
17h Corvos (Wrony), 1994, 63 min
19h Dívida (Dług), 1999, 97 min

Domingo, Dia 18/10
15h Como Ser Amada (Jak Być Kochaną), 1962, 97 min
17h Como Viver (Jak Żyć), 1977, 83 min
19h O-Bi, O-Ba: O Fim Da Civilização (O-Bi, O-Ba: Koniec Cywilizacji), 1984, 85 min

Segunda, Dia 19/10
19h Dívida (Dług), 1999, 97 min

SERVIÇO
Histórias de Transformação: Mostra de Cinema Polonês
De15 a 19 de outubro
Entrada Franca: Retirada de senha a partir de uma hora antes da sessão.
Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo – Endereço: Rua Álvares Penteado, 112 – Centro


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta