Amor, Sexo e um Pouco de Sacanagem: nem só de sexo vive o homem
Sexo

Amor, Sexo e um Pouco de Sacanagem: nem só de sexo vive o homem

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Casal

Casal

Coluna regular do site Feminino e Além voltado para assuntos relacionados a sexo e comportamento

Por Feminino e Além

Sexo é parte essencial, fundamental e imprescindível para qualquer relacionamento. Não só pelo prazer propriamente, mas, como já defendi por aqui, porque, ao menos para mim, ele é uma forma eficiente e eficaz de aproximar o casal. Uma pesquisa da Universidade Carnegie Mellon, nos Estados Unidos, no entanto, constatou que fazer muito sexo pode diminuir o seu apetite sexual.

Com certeza, você já deve estar aí torcendo o nariz, principalmente se for homem (porque vamos combinar, vocês homens adoram endeusar o sexo como se ele fosse o ar que respiram), e afirmando coisas do tipo “quanto mais sexo melhor”, “quanto mais faço, mais quero”, entre outras cositas. Obviamente, se você está na adolescência, com hormônios em ebulição, ou se você tem apenas parceiros esporádicos, claro que o sexo SEMPRE será bem vindo e você ficará querendo sempre mais. Caso, no entanto, você tenha um relacionamento estável, como eu, inclusive, convenhamos, a pesquisa tem certa razão.

Entendamos melhor como ela ocorreu: “os pesquisadores  reuniram casais que relataram transar regularmente, mas não mais que três vezes por semana. Os voluntários foram divididos em dois grupos. Enquanto as duplas do primeiro montante dobraram o número de relações sexuais durante três meses, o restante precisou apenas manter a rotina normal. No final, quem fez menos, divertiu-se mais. Após o período de estudos, os casais que impulsionaram a sua vida sexual relataram uma diminuição no desejo”.

Continue a leitura


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta