Crítica: Cidade de Deus – 10 anos Depois é interessante, apesar de ausências importantes | Cabine Cultural
Críticas

Crítica: Cidade de Deus – 10 anos Depois é interessante, apesar de ausências importantes

Logo Cultura PopColuna da jornalista Úrsula Neves sobre tudo que acontece no universo da cultura pop

Cidade de Deus revisitado

Cidade de Deus (2002) está entre os melhores e mais representativos filmes brasileiros. A repercussão nacional e internacional do longa de Fernando Meirelles foi gigantesca. Além de concorrer a quatro estatuetas de Oscars: Melhor Direção, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Fotografia e Melhor Edição, Cidade de Deus foi aclamado por várias grandes importantes veículos internacionais.

Revendo o filme é impossível pensar: Como será que estão hoje os atores que participaram deste marco do cinema nacional? Esta resposta os telespectadores já podem descobrir assistindo a Cidade de Deus – 10 anos Depois, documentário filmado em 2013, mas que só foi lançado nos cinemas brasileiros na semana passada, dia 5 de novembro.

Pôster do documentário Cidade de Deus - 10 anos Depois Foto Divulgação

Pôster do documentário Cidade de Deus – 10 anos Depois Foto Divulgação

Ganhador de prêmios de melhor filme, segundo o júri oficial e júri popular, sendo exibido em 50 festivais no Brasil e no exterior, o documentário procura mostrar em 75 minutos os diferentes resultados e transformações vividas por esses atores e o que mudou ao longo da última década após a repercussão mundial do filme de Meirelles. Dirigido por Cavi Borges e Luciano Vidigal, Cidade de Deus – 10 anos Depois mostra o que aconteceu com boa parte do elenco do longa, sempre com o objetivo de responder a seguinte pergunta: será que uma obra de arte pode mudar a vida de alguém?

Com poucos recursos financeiros, o documentário se apoia totalmente nos depoimentos dos atores para a câmera. O roteiro é direcionado para mostrar o tamanho do choque cultural provocado pelo filme em todo o elenco, as suas expectativas (nem sempre concretizadas) para depois do lançamento, o valor do cachê recebido e o aproveitamento que cada um teve após o mega sucesso de Cidade de Deus.

Apesar do atraso de três anos em seu lançamento e algumas ausências importantes, como a do ator Matheus Nachtergale e do diretor Fernando Meirelles, o documentário apresenta momentos interessantes. Sobretudo quando mostra o que realmente o filme Cidade de Deus significou, não somente para aquele grupo de profissionais envolvidos, mas como para toda aquela comunidade e o cinema brasileiro.

Ficha Técnica:
Gênero:
Documentário
Duração: 75 minutos
Classificação indicativa:
14 anos
Direção: Cavi Borges e Luciano Vidigal
Roteiro: André Sampaio, Cavi Borges, Luciano Vidigal
Produção: Carla Osório, Daniel Barbosa
Fotografia: Arthur Sherman, Vinicius Brum
Montagem: Andre Sampaio
Música: Gabriel Muzak
Elenco: Alexandre Rodrigues, Leandro Firmino da Hora, Roberta Rodrigues, Jonathan Haagensen, Seu Jorge, Alice Braga, Thiago Martins, Darlan Cunha, Douglas Silva, Rubens Sabino, Felipe Paulino, Renato de Souza, Eduardo BR, Ivanzinho, Bernardo Silva, Michel Gomes, Daniel Zettel, Luis Otávio.

Assista abaixo ao trailer do documentário Cidade de Deus – 10 anos Depois:

Úrsula Neves fotoJornalista carioca, mãe do Heitor. Gestora de Comunidade & Gerente de Projetos do Digitais do Marketing. Repórter do site Cabine Cultural. Adora ler, assistir séries pelo Netflix, ir ao cinema e teatro, navegar pela internet e viajar acordada ou dormindo.

Deixe uma resposta