Crítica MasterChef Júnior Brasil 4º episódio: quem é Alex Atala?
Televisão

Crítica MasterChef Júnior Brasil 4º episódio: quem é Alex Atala?

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Matheus

Mais um bom episódio do reality da Bandeirantes; parte negativa fica para os debates gerados em redes sociais

Por Luis Fernando Pereira

O episódio da última terça-feira de MasterChef Júnior não foi tão dinâmico quanto os três primeiros, mas ainda assim foi bastante divertido e prazeroso de assistir. O prazer, entretanto, se perde quando vamos às páginas oficiais do programa nas redes sociais e vemos os participantes, crianças de 09, 10, 12 anos, sendo ofendidos sem qualquer cerimônia por outras crianças e por muitos e muitos adultos.

É incrivelmente frustrante ver pessoas aparentemente adultas (e humanas) ofendendo descaradamente a menina Ivana, só pelo fato dela ser filha de um dos diretores do Google no Brasil, como se fosse um crime capital. Ou chamando a Sofia de falsa, só porque a garota é divertida, amiga e não fala mal de ninguém. E chamar Eduardo de arrogante somente pelo fato do menino confiar em seu trabalho. É de se chocar com a falta de bom senso das pessoas, que mesmo em um programa tão inofensivo como o MasterChef Júnior conseguem ser maldosas e ofensivas.

Além destas ofensas, tivemos também muitos questionando a produção por favorecer tal candidata, ou por deixar crianças como Valentina ou Matheus se queimarem, dando a entender que não há cuidado algum no programa, mesmo com o programa a todo o momento enfatizando a questão da segurança.

E o que dizer dos que ofenderam os jurados porque eles eliminaram Aisha e, segundo tais pessoas, o prato dela estava melhor que o de outras, como se elas fossem as Chef.

Enfim, tirando a parte negativa do programa, que sem dúvida alguma são os comentaristas julgadores das redes sociais (uma parte somente), todo o resto foi interessante, principalmente um menino muito fofo chamado Matheus, que foi honesto ao assumir que não conhece a figura do Alex Atala, mesmo provavelmente já tendo ouvido falar dele. Ou não.

MasterChef Brasil Jr

O MasterChef Júnior já chegou num estágio onde é possível sabermos quem são os favoritos e quem são os queridos. Cozinheiras como Sofia, Lívia e Daphne dificilmente fazem pratos medianos e despontam como favoritas ao título de MasterChef. Desta, entretanto, somente Sofia tem recebido muito destaque, e isso pelo fato dela ser uma pessoa divertida, que fala muito e se expressa de um modo muito espontâneo e alegre, e isso é o que a produção de qualquer reality show deseja: pessoas que saibam se expressar bem.

Daphne aparentemente é bem tímida falando, porém é encantadora quando cozinha. Lívia idem. Temos ainda Valentina, que se encontra em um meio termo, sabendo surpreender as vezes, mas também ficando mais apagada em outros momentos. Acredito que a questão envolvendo o seu nome no primeiro episódio já tenha sido superada, para o bem de todos.

E temos Ivana, uma menina que possui um perfil de competitiva, isso é bem claro, mas que não devemos colocar como algo nocivo. Ela é amiga, já vimos ajudando quase todos os outros participantes, mas ai quando descobrimos que ela quer ganhar o programa (um absurdo um candidato querer isso), o mundo cai para a menina, que nem 10 anos de idade tem.

Dos meninos, Matheus é sem dúvida o mais engraçado, espontâneo e fofo. Eduardo é um meio termo e Lorenzo é o favorito para estar na final, pois é outro que dificilmente faz algo mediano.

Henrique Fogaça, Alex Atala, Paola Carosella, Erick Jacquin e a apresentadora Ana Paula Padrão

O episódio
Sobrou pouco espaço para falar do episódio, mas também não há muito que dizer. Na primeira prova, feita com ingrediente nada amigáveis para os meninos, o que impressionou realmente foi o prato de Eduardo, feito à base de cérebro. Ele, Sofia e Daphne foram considerados os melhores pratos.

Na segunda prova tivemos a participação mais que especial de Alex Atala, proprietário do restaurante D.O.M. – eleito um dos melhores do mundo – que apresentou três pratos bem brasileiros para ser reproduzidos pelos cozinheiros: Cuscuz Paulista, Moqueca Baiana e Espuma de Manga.

Na prova, Aisha esqueceu três ingredientes importantes no Cuscuz e por isso foi justamente uma das meninas que deixaram o programa. A segunda eliminada foi a menina Laura, que, tal como Ivana, se deu mal na Espuma de Manga. Eliminação normal.

Sobraram oito agora, mas só até o programa desta noite, quando teremos mais eliminações, para a tristeza de todos.

Luis Fernando Pereira é crítico cultural e editor/administrador do site


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta