Telinha em Pauta: Tá no Ar faz rir e pensar
Televisão

Telinha em Pauta: Tá no Ar faz rir e pensar

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Coluna da jornalista Camila Botto sobre tudo que acontece no mundo televisivo

Tá no Ar faz rir e pensar

“A televisão me deixou burro, muito burro demais!”. Quando eu ouço essa música dos Titãs já fico mais feliz. Motivo? Sinal de que uma nova temporada do Tá No Ar: a TV na TV vai começar.

O programa, capitaneado por Marcius Melhem e Marcelo Adnet, é a mais grata surpresa do humor (e até mesmo da TV de modo geral) dos últimos 10 anos.

Com dinamismo, os moços e grande elenco tiram sarro de seu próprio meio e quebram paradigmas. Quem poderia imaginar ver um programa desses justo na “Rédi Globo”?

A terceira temporada já começou lá em cima com Marcelo Adnet encarnando (e muito bem!) o apresentador João Kleber. Óbvio que a sátira é a todos esses programas em que o espetáculo barato é o centro de tudo, mas que ele ficou igualzinho ao João é inegável.

Tá no ar

Tá no ar

Outro destaque da estreia: o sempre maravilhoso Jardim Urgente, com a cadeirinha para colocar o bebê do lado de fora do carro afinal quem nunca passou pela situação “já está chegando, pai?”.

E quem acha que o programa vive apenas de humor, se engana. A paródia da música O Que é, O Que é? de Gonzaguinha é prova disso. Além do condenável jeitinho brasileiro, o programa nos faz pensar em várias passagens como a do “num cinema não comprado perto de você” e “cartão para empreiteiros modernos”.

Ah, fora o militante revoltado com a Rédi Globo…ele é um show a parte! Vida longa ao Tá No Ar: a TV na TV. Precisamos mesmo de mais humor assim e, por consequência, uma TV para nos deixar menos burros.

Camila BottoFormada em jornalismo com pós-graduação em mídias digitais, Camila Botto é colunista do Cabine Cultural, editora-chefe do Feminino e Além e autora do livro Segredos Confessáveis.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta