Timbalada lota o Museu Du Ritmo e fecha o Carnaval baiano com chave de ouro
Música

Timbalada lota o Museu Du Ritmo e fecha o Carnaval baiano com chave de ouro

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Ressaca Timbaleira - Foto Thays Coelho

Ressaca Timbaleira – Foto Thays Coelho


Grupo baiano comprova que é um dos mais amados do país e enche o Museu Du Ritmo; Ressaca Timbaleira aconteceu neste domingo, 14 de fevereiro, em Salvador

Por Cristiana de Oliveira

Tem lugares que combinam com alguns sons. O Museu Du Ritmo traz uma carga de identidade tão forte que não poderia ficar de fora quando a comparação é com a Bahia e o som da percussão, do timbau, da Timbalada. O aclamado grupo baiano, que nasceu lá em meados de 1991, por iniciativa do cacique Carlinhos Brown, hoje está consolidado no primeiro escalão da música nacional, possuindo um dos fãs clubes mais fiéis já vistos.

Foi este grupo, já modificado, que no último domingo, dia 14 de fevereiro, chegou ao Museu no clima de primeiro dia de folia, mas que na verdade estava apresentando a já tradicional Ressaca Timbaleira, ou seja, estávamos diante do adeus oficial ao Carnaval de 2016.

O show
Denny chegou em grande estilo tocando timbau no centro do Museu Du Ritmo e depois de dar show de baianidade foi agraciar o palco com seu charme e gentileza. A plateia aplaudiu com a mesma disposição e foi ao delírio.

E foi ao delírio porque a Timbalada dificilmente desagrada seus fãs, e mais dificilmente ainda faz um show mediano, abaixo do esperado. A apresentação de ontem só consolidou esta idéia e provou que a suposta crise pela qual passa o Carnaval baiano e alguns de seus artistas ainda está muito longe de atingir os timbaleiros mais amados do país.

A apresentação foi recheada de sucessos, antigos e novos, e o público, que não deixou lugar algum vazio, cantou e coreografou todas as músicas dos timbaleiros.

Casa cheia, banda com uma qualidade invejável e a sensação de que era preciso aproveitar os últimos minutos de cada acorde, de cada nota, de cada sorriso, das férias…

…parece que o ano agora pode começar.

E se ligue, para não ter crise de abstinência, dia 04 de março tem o Forró da Timba, no mesmo Museu Du Ritmo. Fica a dica!!!

Cristiana de Oliveira é crítica cultural e editora/administradora do site


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta