Telinha em Pauta: Jô merece uma bela despedida | Cabine Cultural
Televisão

Jô merece uma bela despedida

LogoColuna da jornalista Camila Botto sobre tudo que acontece no mundo televisivo

Beijo pro gordo!

O anúncio de que o Programa do Jô termina no fim deste ano não chegou a pegar ninguém de surpresa. Era uma morte anunciada: a audiência vinha caindo, a verba estava sendo reduzida e a saúde de Jô Soares, atualmente com 78 anos, assustou.

“Já estava combinado havia dois anos, desde que eu renovei contrato”, afirma Jô. Reuniões nas próximas semanas vão definir como será a derradeira temporada, que começa no dia 28 de março.

“São 28 anos de programa de entrevista. Foi um belo caminho”, diz o apresentador cujo destino é incerto. “Claro que não vou parar de trabalhar, mas ainda é muito cedo para saber o que vou fazer”, adianta.

Programa do Jô

Programa do Jô

Desde 2014, Jô vem sofrendo seguidas derrotas para Danilo Gentili com seu talk show The Noite no SBT. Além disso, em agosto do mesmo ano, ficou internado em estado grave por um mês. Mesmo assim, a emissora carioca renovou o contrato do gordo.

Leia também:  Crítica A Força do Querer: novela de Glória Perez é boa, ruim, ótima ou péssima?

A despedida, no entanto, não precisa ser bucólica. Jô foi o responsável por instalar o formato de talk show na TV brasileira. Além disso, liderou a audiência na última década e meia (na Globo e, com o mesmo formato, no SBT).

A ideia agora deve ser se despedir em grande estilo: revendo momentos memoráveis, entrevistando convidados de peso e, claro, sendo aplaudido de pé pela plateia.

Não se sabe ainda se o gordo vai continuar na Globo, mas fica a humilde sugestão: que tal um programa de entrevistas (não necessariamente um talk show) semanal num GNT da vida? Cairia bem e não deixaria seus fãs tão órfãos. Valeu. Um beijo pro gordo!

Leia também:  Altas Horas deste sábado recebe a linda Sandy, além de Laura Muller e Marco Luque

 

Camila BottoFormada em jornalismo com pós-graduação em mídias digitais, Camila Botto é colunista do Cabine Cultural, editora-chefe do Feminino e Além e autora do livro Segredos Confessáveis.

Deixe uma resposta