Atrizes de O Negócio falam da nova temporada da série
Televisão

Telinha em Pauta: atrizes de O Negócio falam da nova temporada da série

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

LogoColuna da jornalista Camila Botto sobre tudo que acontece no mundo televisivo

Entrevista O Negócio

A nova temporada de O Negócio estreia dia 24 de abril, às 21h, na HBO. Para saber das novidades da série, que narra a história de Karin (Rafaela Mandelli), Luna (Juliana Schalch) e Magali (Michelle Batista), três sofisticadas garotas de programa, conversamos com as três atrizes.

A nova temporada, com treze episódios, se passa dois anos após as empresárias terem que encarar conflitos afetivos e questões legais relacionadas à Oceano Azul.

No bate-papo, elas falaram sobre a nova temporada, entregaram o que curtem assistir na televisão e adiantaram seus outros planos.

O que podemos esperar dessa terceira temporada?

JS: Na segunda temporada, a Oceano Azul cresceu bastante e chegou ao topo do mercado. Desta vez, vamos ter que lidar com o desafio de ter uma grande empresa sem que nenhuma de nós três tenha expertise suficiente. Eu não posso falar o que vai acontecer, mas adianto que a proporção dos problemas vai aumentar! E, com relação à Luna, minha personagem, ela está mais madura agora. Depois de contar com a ajuda da Karin na primeira temporada e de chegar onde elas queriam – na bolsa de valores – nesta última temporada, a Luna tem um entendimento maior tanto da profissão dela, quanto dos negócios, mas o coração continua sendo sua maior questão.

RM: A expectativa é grande por parte de nós, que fazemos a série, e também de quem nos acompanha e gosta dela. A responsabilidade é ainda maior porque temos que superar as outras duas temporadas. Essa superação vem acontecendo desde o início e não vai ser diferente agora nessa terceira. As personagens já estão consolidadas, mas em um novo momento passando por situações inusitadas. Vai ser uma surpresa muito boa para o nosso público, assim como foi para nós ao lermos a primeira vez. É interessante ir acompanhando os erros e acertos e as reviravoltas de todos os personagens ao longo dos episódios. O que dá pra adiantar é que vai dar pra conhecer mais a fundo a história pessoal de todos os personagens da série. Essa temporada tivemos um ótimo espaço pra isso.

O Negócio

O Negócio

MB: Na segunda temporada, pela primeira vez, nós acompanhamos a Magali se relacionando com alguém. Agora, na terceira temporada, a gente vai poder entender um pouco como isso se desenrola, ou seja, como é a Magali na relação com o namorado ou com os amigos, como ela lida com o trabalho e acho que vai ser legal.

Como foi o clima das gravações?

JS: O clima das gravações foi muito bom desde nossa primeira temporada! Estabelecemos uma amizade, entre nós do elenco, com a direção, com toda a equipe, que foi se fortalecendo ainda mais com as temporadas seguintes. Agora, na terceira temporada, algumas pessoas saíram e outras entraram, mas o clima de alegria, amizade e bom humor sempre se manteve. Ao chegarmos à terceira temporada, temos um relacionamento estabelecido. Os roteiristas conhecem a gente e já sabem a nossa forma de interpretação, como o personagem pode desenvolver e como nós podemos contribuir para esse personagem. É muito dinâmico e divertido.

RM:  O clima nas filmagens não poderia ser melhor. Ao longo desse tempo, ou seja, três anos, nos tornamos uma grande família. Durante as filmagens convivemos diariamente e passamos mais tempo no trabalho do que em casa. Tive a sorte de ter parceiros incríveis de trabalho que se tornaram amigos pra vida toda. Sem contar com a confiança e admiração que temos uns com os outros. É claro que isso acaba refletindo no resultado e tenho certeza que o nosso público percebe tudo isso.

Quando tem tempo livre, o que curte ver na TV?

RM: No meu tempo livre vou ao cinema, ao teatro, leio e vejo TV quando possível. Principalmente séries e documentários que além de conhecimento servem como ferramentas de trabalho para mim.

JS: Estou gostando muito dessa grande produção de séries na televisão e internet! Acho um ótimo caminho para a dramaturgia, pois tem a possibilidade de aprofundar nas histórias e nos personagens de uma maneira diferente e maior que o cinema apresenta, porém mais intensa do que nas novelas. Para o público também se tornou uma ótima opção, porque além das facilidades que os canais e a internet estão apresentando, são histórias muito interessantes que tem desfechos surpreendentes. Ficamos curiosos e a história vai evoluindo! Mas gosto de variar, vejo séries, novelas, minisséries, filmes… 

MB: Eu adoro ver séries e programas de culinária.

Confira entrevista completa aqui.

Camila BottoFormada em jornalismo com pós-graduação em mídias digitais, Camila Botto é colunista do Cabine Cultural, editora-chefe do Feminino e Além e autora do livro Segredos Confessáveis.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta