Zelito Miranda abre a temporada de ensaios para o São João em Salvador
Música

Zelito Miranda abre a temporada de ensaios para o São João em Salvador

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Zelito Miranda - Foto de Paula Andrade

Zelito Miranda – Foto de Paula Andrade

“Para quem perdeu o evento, haverá outras oportunidades ao longo deste 1º semestre. E ah, o evento é gratuito, sujeito apenas a lotação do espaço”

Por Pedro Del Mar

“Forró temperado”. É assim que Zelito Miranda, um dos forrozeiros mais tradicionais do país, define a sua música. O termo “temperado” faz referência à mistura de ritmos que ele sempre fez questão de adicionar ao seu forró, o que torna um músico com um trabalho bastante original.

No último domingo, 28/02, Zelito realizou o 1º ensaio para São João da Bahia. O seu tradicional “Forró no Parque, que já está na 7ª temporada e esse ano ocorre no Largo Pedro Arcanjo, Pelourinho, recebeu um bom público que pode presenciar não só o show de Zelito, mas também a gostosa mistura do forró com o samba reggae do Olodum que fez uma bela participação no evento.

Zelito Miranda - Foto de Paula Andrade

Zelito Miranda – Foto de Paula Andrade

Lazzinho, um dos vocalistas do Olodum, conversou com o Cabine Cultural e falou que a participação no show de Zelito não é novidade e reflete uma longa parceria entre o forrozeiro e o grupo. O Olodum, ao longo dos seus 37 anos de história, já gravou diversos forrós e realiza anualmente o “forródum” evento que ocorre entre os meses de Junho e Julho para celebrar a diversidade da música baiana com destaque para o forró, tendo Zelito Miranda como uma das figurinhas carimbadas da festa.

Zelito também falou conosco e exaltou a motivação e alegria de estar começando mais uma temporada de ensaios para o São João. Ele falou também um pouco sobre o que acha do “novo” forró, que hoje tem como expoente máximo o cantor Wesley Safadão. Para Zelito, apesar de optar por não nutrir e incentivar preconceitos, ele não gosta da forma como o forró vem sendo tratado. Para ele, não existe vários forrós, apenas um e o grande problema dessas novas bandas é o exagerado viés mercantilista que guia os artistas, o que implica em uma perda significativa naqualidade das músicas. “Não há problemas em querer ganhar dinheiro, mas é preciso ter objetivos maiores na música e que a busca por lucro seja apenas um processo e não os objetivos inicial e final de um artista”diz ele.

Para quem perdeu o evento, haverá outras oportunidades ao longo deste 1º semestre. E ah, o evento é gratuito, sujeito apenas a lotação do espaço.

Pedro Del MarPedro Carvalho (Del Mar) é graduando em Direito e em Ciências Sociais. Desde a adolescência participou ativamente de movimentos estudantis e sociais na Bahia e em Minas Gerais. À margem destas atividades, mas não menos importante, cultiva o hábito da escrita, sempre atento ao que acontece na política, sociedade, comportamento, educação, cultura e entretenimento no Brasil e no mundo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta