Entrevista: Bel Kutner, que interpreta a escritora Hilda Doolitle na peça Hilda e Freud
Entrevistas

Entrevista: Bel Kutner, que interpreta a escritora Hilda Doolitle na peça Hilda e Freud

  •  
  •  
  •  
  •  

Logo Cultura PopColuna da jornalista Úrsula Neves sobre tudo que acontece no universo da cultura pop

Entrevista Bel Kutner

Em cartaz atualmente na peça Hilda e Freud, onde interpreta a escritora norte-americana Hilda Doolitle, a atriz Bel Kutner concedeu entrevista a Coluna Cultura Pop e Etc. para falar da experiência de dar vida a uma personagem tão complexa.

Hilda Doolitle (1886 a 1961) era poetisa, romancista e memorialista americana conhecida por ser membro do grupo dos poetas imagistas, ao lado de Ezra Pound e Richard Aldington. A poetisa fez amizade com Sigmund Freud durante a década de 1930, e se tornou sua paciente com a finalidade de tentar entender e expressar sua bissexualidade. Ela acabou se tornando um ícone para os movimentos gay e feminista quando seus poemas, peças, cartas e ensaios foram redescobertos nas décadas de 1970 e 1980.

O espetáculo é baseado nos escritos de Hilda sobre os detalhes dos seus encontros com o psicanalista Sigmund Freud, que acabaram por torná-los médico/paciente em plena efervescência política de uma Viena sob a ascensão do Nazismo. O espetáculo permanece em temporada até o dia 27 de março, no Teatro Maison de France, no Centro do Rio de Janeiro. Leia a matéria completa sobre a peça Hilda e Freud aqui. 

A atriz Bel Kutner interpreta a poetisa Hilda Doolittle na peça Hilda e Freud no RJ (Fotos: Divulgação / Assessoria)

A atriz Bel Kutner interpreta a poetisa Hilda Doolittle na peça Hilda e Freud no RJ (Fotos: Divulgação / Assessoria)

Entrevista com a atriz Bel Kutner:

Leia+  Vingadores: Guerra Infinita é a maior estreia da semana nos cinemas

Coluna Cultura Pop e Etc.: Bel, o que mais a atraiu neste projeto?

Bel Kutner: Tudo! Uma forma diferente de processo de ensaio, as personagens, o momento histórico em que tudo se passa, tudo me atraiu.

Coluna Cultura Pop e Etc.: Como foi o processo de composição deste personagem? Você participou de algum laboratório?

Bel Kutner: Não, mas fiz psicanálise muito tempo, E estudei a vida e a obra dessa mulher fantástica que foi a Hilda.

Coluna Cultura Pop e Etc.: Quanto tempo durou a pesquisa e os ensaios? Qual foi a sua maior dificuldade ou desfaio em compor este personagem tão complexo?

Bel Kutner: A pesquisa sobre foi feita em várias etapas. Eu e o Antonio Quinet (diretor e ator que interpreta Freud no palco e que também é psicanalista) ficamos amadurecendo esse projeto por um ano. Ensaiamos em vários momentos com as leituras. Depois, fizemos encontros semanais até que por fim um processo mais intenso perto da estreia.

Leia+  Trailer: Jack Black e Cate Blanchett estrelam aventura fantástica "O Mistério do Relógio na Parede"

Coluna Cultura Pop e Etc.: De maneira a relação entre Freud e Hilda é abordada no espetáculo?

Bel Kutner: Do ponto de vista da Hilda, afinal o texto foi muito baseado no que ela escreveu sobre seus encontros e correspondência com Freud. A relação dos dois foi um encontro fundamental na vida de Hilda e em um momento muito forte na vida de Freud.

A atriz Bel Kutner interpreta a poetisa Hilda Doolittle na peça Hilda e Freud no RJ (Fotos: Divulgação / Assessoria)

A atriz Bel Kutner interpreta a poetisa Hilda Doolittle na peça Hilda e Freud no RJ (Fotos: Divulgação / Assessoria)

Coluna Cultura Pop e Etc.: Qual sua expectativa para essa temporada no Maison de France? Como está sendo a receptividade do público ao final de cada espetáculo?

Bel Kutner: Estou muito feliz com a receptividade. O teatro sempre cheio e o público caloroso! Temos feito debates depois da peça e é super interessante! O Teatro Maison de France tem uma tradição muito forte de bons espetáculos, Já tem seu público cativo. E o tema Sigmund Freud e a psicanálise também atrai muita gente. E o Quinet tem uma legião de fãs. Além de tudo ele merece!

Leia+  Festival Varilux promove Encontro Franco-Brasileiro de Cinema

Serviço
Espetáculo Hilda e Freud
Temporada até 27 de março
Dias e horários: Sex e sáb às 20h dom às 18h
Local: Teatro Maison de France – Av. Pres. Antônio Carlos, 58 – Centro, Rio de Janeiro
Bilheteria: De ter a dom a partir das 13h30
Ingressos: sexta R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia) / sáb e dom R$70 (inteira) e R$ 35 (meia)
Duração: 60 minutos
Gênero: Drama
Classificação: 12 anos
Capacidade do Teatro: 353 lugares

Úrsula Neves fotoJornalista carioca, mãe do Heitor. Gestora de Comunidade & Gerente de Projetos do Digitais do Marketing. Repórter do site Cabine Cultural. Adora ler, assistir séries pelo Netflix, ir ao cinema e teatro, navegar pela internet e viajar acordada ou dormindo.

Sobre o autor

Úrsula Neves

Úrsula Neves

Jornalista carioca, 40 anos, mãe do Heitor de 4 anos. Gerente de Conteúdo do Digitais do Marketing. Coordenadora de Projetos de Conteúdo da Web-Estratégica. Responsável pela Coluna Mãe 2.0 Beta do site Feminino e Além. Adora ler, assistir séries pelo Netflix, ir ao cinema e teatro, navegar pela internet e viajar acordada ou dormindo.

Deixe uma resposta