Última semana da peça A Serpente, de Nelson Rodrigues, na Barra da Tijuca, no RJ | Cabine Cultural
Agenda

Última semana da peça A Serpente, de Nelson Rodrigues, na Barra da Tijuca, no RJ

Maytê Piragibe interpreta Guida, na peça escrita pelo dramaturgo Nelson Rodrigues (Foto: Divulgação)

Maytê Piragibe interpreta Guida, na peça escrita pelo dramaturgo Nelson Rodrigues (Foto: Divulgação)

 

“O texto desnuda as relações entre dois casais que dividem um mesmo apartamento, expondo intimamente a vida das irmãs Guida e Lígia e de seus maridos”

Por Úrsula Neves

Esta é a última semana em que o público poderá conferir a peça A Serpente no Theatro Nathalia Timberg, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. O elenco conta com jovens atores, entre eles Maytê Piragibe, que está confirmada na próxima produção da Rede Record, Terra Prometida.

Lançada em 1980, poucos meses antes de o autor falecer, a peça é considerada o texto mais curto de Nelson Rodrigues, com apenas um ato de duração, mas que apresenta resumidamente as principais características que marcaram a obra do dramaturgo. Com ritmo rápido e texto sucinto, Nelson conseguiu escrever uma peça inteira sobre um tema familiar: a paixão de duas irmãs pelo mesmo homem.

Dirigida por Nadia Bambirra e com músicas ao vivo, a montagem traz as atrizes Laís Pinho como Lígia, Maytê Piragibe, que interpreta a irmã Guida, e Indira Nascimento vive a crioula, a negra das ventas triunfais, espécie de personificação da sexualidade, já que é com ela que Décio conhecerá o prazer. Os atores Bruno Daltro e Tom Moreis interpretam os maridos Décio e Paulo, respectivamente.

Leia também:  Último final de semana para conferir a comédia "Marido Ideal", de Oscar Wilde, no Rio de Janeiro

O texto desnuda as relações entre dois casais que dividem um mesmo apartamento, expondo intimamente a vida das irmãs Guida e Lígia e de seus maridos. Após um ano de casados, Lígia e Décio ainda não consumaram a união e, por conta da impotência do marido, ela continua virgem. Frustrado, o casal separa-se, ficando Lígia desesperada a ponto de tentar o suicídio, quando é surpreendida por Guida que, na tentativa de salvar a irmã, acaba oferecendo a ela uma noite com seu próprio marido, Paulo.

FICHA TÉCNICA
Texto
: Nelson Rodrigues
Direção: Nadia Bambirra
Elenco: Bruno Daltro (Décio), Indira Nascimento (Negra das Ventas Triunfais), Laís Pinho (Lígia), Maytê Piragibe (Guida) e Tom Moreis (Paulo).
Iluminação: Rodrigo Turazzi
Supervisão de Iluminação: Ricardo Fujii
Cenografia: José Dias
Figurino: Alex Brollo
Direção musical e Composição: Renan Peruscello
Programação Visual: Fábio Nóbrega
Produção Executiva: Bruna Fachetti
Fotos: Ricardo Fujii Rodrigo Turazzi
Maquiagem e cabelo: Adriel Pires
Assistentes de Direção: Carolina Alfradique e Marilha Galla
Stand-ins: Carolina Alfrafique, Jeniffer Dias e Marilha Galla
Assessoria de Imprensa: Minas de Ideias

Leia também:  Escravos, de Machado de Assis, volta aos palcos na Casa de Cultura Laura Alvim

SERVIÇO
A Serpente
Temporada: Até 03 de abril
Dias e horários: sextas e sábados às 23h50min e domingos às 21h30
Local: Teatro Nathalia Timberg (anexo à Escola de Atores Wolf Maya ) – Sala Nathalinha
Endereço: Avenida das Américas, 2000 – Freeway – Barra da Tijuca – Telefone: 3388-5864
Classificação: 16 anos
Gênero: Tragédia
Capacidade: 60 lugares
Duração: 70 min.
Preço: R$ 50 (Inteira) R$ 25 (Meia)
Funcionamento da Bilheteria: De terça a domingo, das 13h até às 21h
Vendas: www.ingressorapido.com.br

 

Úrsula Neves fotoJornalista carioca, mãe do Heitor. Gerente de Conteúdo e de Projetos do Digitais do Marketing. Colunista convidada do Blog Eu, Ele e as Crianças. Adora ler, assistir séries pelo Netflix, ir ao cinema e teatro, navegar pela internet e viajar acordada ou dormindo. No Cabine Cultural possui a coluna Cultura Pop e ETC… sobre tudo que acontece no universo da cultura pop.

Deixe uma resposta