Adoção de animais em Salvador: saiba onde adotar com segurança cães e gatos | Cabine Cultural
Notícias

Saiba onde adotar cães e gatos em Salvador

Animais em condominios

Cães e gatos merecem um lar

ONGs e projetos respeitados promovem feiras de adoção e adoção on line de pets com segurança e todos os cuidados

Adotar um pet, seja ele um gato, cachorro ou qualquer outro animal que possa viver em casa, é um ato de amor, e sobretudo, responsabilidade. E a responsabilidade começa já na parte inicial do processo, quando você pesquisa e decide onde adotar. Não que não seja recomendável adotar de uma pessoa dita ‘normal’, que tinha uma gata (ou cadela), ela pariu, e agora colocou os filhotes para adoção. Ou de protetores independentes, que fazem um trabalho lindo e sem ajuda governamental.

A questão é que é muito mais seguro quando se adota de algum projeto, ONG ou não, que seja respeitada e que possua um histórico de sucesso na causa animal. São ONGs que já disponibilizam os pets castrados, vermifugados, alguns vacinados, e que possuem parcerias com clínicas, para uma consulta grátis, e que ainda se disponibiliza para ajudar o adotante a qualquer momento. E em caso de devolução, ação das mais tristes e irresponsáveis, ainda assim a ONG estará lá para proteger o animal.

Ou seja, antes de adotar um animal, pense bem em todas essas questões, seja responsável e planeje bem a adoção. Você terá menos dor de cabeça e o seu animal terá muito mais chances de crescer bem e saudável.

Em Salvador temos algumas ONGs e projetos que são referências no trabalho de adoção.

ABPA (Associação Brasileira de Proteção Animal) Seção BAHIA
Site: www.abpabahia.org.br

A ABPA é uma das instituições mais sérias e respeitadas no que diz respeito a proteção animal. A instituição é mantenedora do Abrigo São Francisco de Assis, que abriga cerca de 400 animais resgatados das ruas de Salvador, vítimas de maus tratos e abandono e que hoje se encontram para adoção.

O interessado em adotar um animal do abrigo deve comparecer à Feira de Adoção, onde passará por uma entrevista com voluntários treinados, e, caso satisfaça os critérios de adoção, poderá levar o animal escolhido para casa. No ato da adoção é assinado um termo de responsabilidade, onde constarão os dados do adotante, e será requerida uma colaboração de R$ 60, revertida para a manutenção da Instituição. O adotante deve também apresentar cópia de RG, CPF e comprovante de residência. Lembramos que todos os animais disponíveis à adoção são castrados, vermifugados e vacinados.

Feiras de Adoção:
Praça Ana Lúcia Magalhães. Final de linha Pituba / Itaigara
Aos domingos, das 09 às 13 horas

UPAS (União de Proteção Animal de Salvador)
Site: www.upasbahia.org.br

A UPAS é outra ONG já estabelecida na capital baiana, com o diferencial de não possuir abrigo. Assim, o papel da instituição é ajudar protetores independentes (ou não) nas mais diversas questões envolvendo os animais, desde uma ajuda para intermediar adoção até ajuda em resgates e em questões relacionadas a maus tratos.

A ONG realiza Feira de Adoção uma vez ao mês e na feira são disponibilizados cães e gatos já castrados. Para adotar, a pessoa deve levar RG e comprovante de residência, e pagar uma taxa de R$ 40, para a manutenção do projeto (castrações, medicamentos, alimentação.)

Instituto Patruska Barreiro
Site: www.iptk.org

Entidade sem fins lucrativos liderada pela ativista da causa animal Patruska Barreiro que há 17 anos atua na promoção do bem estar animal. Patruska Barreiro é graduada pelo FOCA – Curso de Formação de Oficiais de Controle Animal. Já ministrou cursos de primeiros socorros, manejo de cães e gatos e participou de seminários de gerenciamento de abrigo promovidos pela WSPA e pela MARS.

O instituto tem um trabalho muito interessante de adoções através do site, e da página nas redes sociais. Volta e meia também realiza feiras de adoção, e para saber as datas, o interessado deve fica atentos as mensagens do Instituto.

Sotero Bichanos
Página: www.facebook.com/sotero.bichanos

O Projeto Sotero Bichanos não dispõe de Abrigo nem Lares Temporários cadastrados, razão pela qual não recolhe animais abandonados.

O objetivo principal do Sotero Bichanos é promover o controle populacional ético, digno e eficaz de colônias felinas de rua por meio da CASTRAÇÃO.

Trata-se de um trabalho VOLUNTÁRIO, que não conta com nenhum tipo de auxílio público, dependendo de doações de simpatizantes da causa e do apoio de protetores que auxiliam a captura, a esterilização, o pós-operatório e a devolução dos gatos errantes ao território de origem. Além dos resgates o projeto também disponibiliza gatos para adoção responsável.

Deixe uma resposta