Flagrantes de escravidão subterrânea estão no Repórter Record Investigação desta quinta | Cabine Cultural
Notícias

Flagrantes de escravidão subterrânea estão no Repórter Record Investigação desta quinta

Record

Record

Condições desumanas de trabalho dos garimpeiros que arriscam a vida para extrair minério debaixo da terra; na Record, às 23h30

Um dos assuntos mais revoltantes de uma sociedade dita democrática, a escravidão, seja de que forma for, ainda é uma praga que atinge países como o Brasil. Para tratar disto, o Repórter Record Investigação desta quinta, 02 de junho, às 23h30, revela a situação extremamente perigosa de homens que abrem pequenos labirintos, debaixo da terra, em busca de um minério muito usado no nosso dia a dia: o caulim.

São gerações inteiras de sertanejos que trabalham no limiar entre a vida e a morte, no interior da Paraíba. Eles são explorados todos os dias, sem saber se vão voltar para casa. Por mais que eles não tenham tanta noção do que passam, eles sentem que são escravos do sistema cruel.

+  Thaeme & Thiago e Gaby Amarantos agitam o Programa da Sabrina deste sábado na Record

Há décadas sem férias, Adelson tem a difícil missão de puxar, no braço, quilos e quilos de minérios extraídos das profundezas, durante toda a madrugada: “Eu trabalho a noite toda sem luz, sem enxergar um palmo na minha frente”.

Já Antônio mostra à equipe do programa o que sobrou das galerias improvisadas que guardam histórias de dor e muito sofrimento. “Meu filho morreu aqui dentro“, diz ele emocionado.

Veremos também Geraldina, outra que faz parte das várias famílias que sofreram perdas irreparáveis, na extração do minério. Aos 27  anos, o filho Luiz Carlos morreu soterrado enquanto trabalhava. “A polícia nem foi lá ver o que tinha acontecido com o meu filho, que estava morto, debaixo da terra“, desabafa.

+  Audiência: José do Egito – O Filme lidera, Rock Story decepciona e Show da Virada vai bem

O Repórter Record Investigação, apresentado por Domingos Meirelles, é exibido às quintas-feiras, às 23h30, logo após o Câmera Record.







Deixe uma resposta